Anúncios

Archive for agosto \29\UTC 2019

IBGE ESTIMA QUE TATUÍ ESTÁ COM 121.766 HABITANTES

agosto 29, 2019
Capela São João do Benfica

Início de Tatuí foi na Capela de São João do Benfica.

Nesta quarta-feira (28), o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou que o município de Tatuí está com 121.766 habitantes. Os dados foram publicados no Diário Oficial da União desta quinta-feira (29) e mostra que pela referência de 1º de julho de 2019, o Brasil tem 210.147.125 pessoas.

De acordo com a estimativa oficial,  São Paulo é o estado mais populoso do Brasil, com 45,9 milhões de habitantes, seguido por Minas Gerais, com 21,1 milhões, e Rio de Janeiro (17,2 milhões), todos na região Sudeste.

Na região os dados oficiais de habitantes: Tatuí (121.766), Araçoiaba da Serra (34.146), Boituva (60.997), Capela do Alto (20.706), Cerquilho (48.949), Cesário Lange (18.148), Guareí (18.520), Iperó (37.133), Itapetininga (163.904), Laranjal Paulista (28.516), Porangaba (9.925), Quadra (3.804), Tietê (42.076) e Torre de Pedra (2.412).

De acordo com o número de habitantes, o Governo Federal distribui o Fundo de Participação dos Municípios (FPM). A transferência é constitucional (CF, Art. 159, I, b), da União para os Estados e o Distrito Federal, composto de 22,5% da arrecadação do Imposto de Renda (IR) e do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI). A distribuição dos recursos aos Municípios é feita de acordo com o número de habitantes, onde são fixadas faixas populacionais, cabendo a cada uma delas um coeficiente individual. Anualmente o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística – IBGE, divulga estatística populacional dos Municípios e o Tribunal de Contas da União, com base nessa estatística, publica no Diário Oficial da União os coeficientes dos Municípios. A Lei Complementar 62/89 determina que os recursos do FPM serão transferidos nos dia 10, 20 e 30 de cada mês sempre sobre a arrecadação do IR e IPI do decêndio anterior ao repasse.

 

Anúncios

PACAEMBU INVESTE R$ 60 MILHÕES E GERA 200 EMPREGOS EM TATUÍ

agosto 29, 2019
CANTEIRO DE OBRAS PACAEMBU

Prefeita Maria José visita canteiro de obras no lançamento do empreendimento.

Na quarta-feira (28), 9 horas,  a empresa Pacaembu iniciou a construção de 500 casas  de um bairro planejado denominado Vida Nova Tatuí 2, ao lado do Jardim Santa Rita de Cássia, com acesso pela Rua Teófilo Andrade Gama. A solenidade contou com a presença de Fred Scobar, diretor comercial da construtora. Em seu discurso, o empresário falou sobre o empreendimento e da oportunidade de as famílias sair do aluguel em um empreendimento de qualidade e financiado pela Caixa Econômica Federal. Ele ressaltou que o novo bairro, com investimento de R$ 60 milhões, 200 empregos diretos durante o prazo de 18 meses para conclusão, foi planejado para oferecer infraestrutura completa para os proprietários. Ele acrescenta que “80% das unidades estão vendidas e as disponíveis podem ser adquiridas no escritório da Construtora Pacaembu, na Rua 15 de Novembro, 96, com atendimento das 9 às 18 horas, de segunda a sexta-feira, e aos sábados das 9 às 13 horas”. Cada terreno mede a partir de 176 metros quadrados e a construção mede 45,47 m2 de área construída, com sala, dois dormitórios, cozinha e área de serviço coberta.

Durante a solenidade de lançamento da pedra fundamental, a prefeita Maria José Vieira de Camargo falou sobre a importância deste empreendimento para Tatuí e da contrapartida da Pacaembu. Segundo consta, a construtora irá duplicar a Rua Teófilo Andrande Gama, do antigo expurgo até o Jardim Santa Rita de Cássia. Falaram também sobre o novo empreendimento o vice-prefeito Luiz Paulo Ribeiro da Silva e o gerente da Caixa Econômica Federal de Tatuí.

 

 

Destaques da edição de 31-8-2019

agosto 29, 2019

PACAEMBU INVESTE R$ 60 MILHÕES E GERA 200 EMPREGOS EM TATUÍ

CERIMÔNIA COMEMORA INDEPENDÊNCIA DO BRASIL

SECRETARIA DISPONIBILIZA DOSE EXTRA DE VACINA CONTRA SARAMPO

IN MEMORIAM – O TEMPO – LÁZARO LOPES ARRUDA

DESTAQUES

AUSCHWITZEL? – GAUDÊNCIO TORQUATO

COLUNA GENTE

PERCUSSÃO DO CDMCC NA PRAÇA DA MATRIZ

VÍDEO DA AMAZONIA DE VERA HOLTZ REPERCUTE NA INTERNET

ABERTA INSCRIÇÕES PARA MOSTRA DE DANÇAS

PALESTRA ESTIMULA PRESERVAÇÃO DE PATRIMÔNIOS CULTURAIS

INFORMATIVO DE COMPRAS

PROJETO APROVADO CRIA VAGAS NO TATUIPREV

COLETAS DE EXAMES DE SAÚDE AGORA NOS LABORATÓRIOS

AGENDA CULTURAL DO CONSERVATÓRIO DE TATUÍ

TATUÍ E SUA HISTÓRIA – ABRIL DE 1934

PALAVRAS CRUZADAS

CONSERVATÓRIO APRESENTA RECITAL DE FORMATURA

NOVA BASE DA GCM NO BAIRRO ENXOVIA

BRIGADA RECEBE KIT PARA COMBATE A INCÊNDIO

COOP INSCREVE PARA NOVOS CURSOS

SAÚDE REALIZA 701 EXAMES DE MAMOGRAFIA

COLUNA DE ESPORTES

COLUNA POLICIAL

FALECIMENTOS

NOVELAS

CANAL 1 – POR FLÁVIO RICCO

MATÉRIAS OFICIAIS

(Editais da Prefeitura de Tatuí, Câmara Municipal de Tatuí, Conselho Municipal das Crianças e Adolescentes e editais de casamentos do Cartório de Registro Civil de Tatuí).

SEM HOMENAGENS – CELSO DE MELLO 30 ANOS NO STF

agosto 22, 2019

Celso - 2053 - Primeira Página

 

Dia 17 de agosto, não adiantou o ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), recusar gentilmente todas as tentativas de a Suprema Corte homenageá-lo pelos trinta anos de sua posse. Ele pretendia passar a data com reflexões, mas não conseguiu seu intento. A grande imprensa, revistas eletrônicas especializadas e os maiores operadores em Direito do País não deixaram a data passar sem comemorações.  A permanência do ministro tatuiano na mais alta Corte de Justiça do Brasil foi lembrada “pela sua reserva técnica e moral que engrandece o STF”, como publica a Revista Eletrônica Jota, seguida pela comunidade jurídica do País.

Raquel Dodge, Procuradora Geral da República, em mensagem pessoal enviada ao ministro tatuiano, afirma que “é uma honra saudá-lo por seus trinta anos de Supremo Tribunal Federal, Que legado! Sempre em defesa das liberdades individuais e da dignidade humana, da democracia e do bem comum. Votos profundos, refletidos e eruditos marcam todas as suas manifestações. Todas. É impressionante. Muitas fazem a história da Corte e serão lembradas porque melhoraram o Brasil. Sua voz pausada, seu modo respeitoso e sua incisividade corajosa formam sua imagem de juiz íntegro, justo, confiável. Há muito a lhe agradecer. Somos todos devedores. De minha breve passagem pela PGR, uma das maiores alegrias é ter tido o privilégio de sua amizade. Desejo-lhe todo o bem, de coração. Que seu dia seja maravilhoso!”.

A atuação do ministro Celso de Mello no STF foi celebrada também pela revista eletrônica Consultor Jurídico (Conjur). As manifestações de seus colegas de Suprema Corte,  comunidade jurídica do País e todos que operam com o Direito foram unânimes em reconhecer o profundo conhecimento jurídico-constitucional  do ministro nascido em Tatuí.

MENSAGEM DO DR. JOSÉ RUBENS

DO AMARAL LINCOL AO MINISTRO
“Eminente Ministro e querido Amigo Celso de Mello ! Nesta ocasião em que Vossa Excelência completa 30 anos como juiz da mais  alta Corte do país, quero me associar àqueles que, justa e entusiasticamente, saudaram-no pela gloriosa efeméride. Neste passo, endosso “in plena” as manifestações justas e sinceras de tantos luminares do Direito, como Alexandre de Moraes, Edson Fachin, Carlos Velloso, Sydney Sanches, Eros Grau, Francisco Rezek, Ayres Britto, Luiz Felipe Salomão, Sepulveda Pertence, Antônio Carlos Kakay e tantos outros. E, como bem diz o Conjur: “O Ministro Celso de Mello é uma rara unanimidade nos quesitos respeito, admiração e liderança. Isso não apenas entre seus colegas de Supremo Tribunal Federal, mas também em toda a comunidade jurídica”. Contudo, sobre todos esses que o parabenizaram, talvez eu tenha, para honra e glória só minha, das quais desfruto, há mais de meio século, por obra da sorte, o privilégio de poder dizer – com absoluta exclusividade referentemente à maioria das qualidades que exornam sua robusta personalidade – como Gonçalves Dias: “Meninos, eu vi !”.

TRINTA ANOS NO SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL

A história do ministro Celso de Mello no Supremo Tribunal Federal (STF) caminha junto com a da Constituição da República de 1988, que balizou a estruturação da Nova República. Nomeado em 30 de junho de 1989 pelo então presidente da República José Sarney, José Celso de Mello Filho tomou posse como ministro da Suprema Corte em 17 de agosto daquele ano, a menos de dois meses do primeiro aniversário da nova Carta Constitucional e às vésperas da primeira eleição direta para presidente da República após 21 anos de regime militar.

Desde então, vem trabalhando dedicada e incansavelmente na defesa da Lei Maior do Brasil e na construção da jurisprudência do STF. A Carta de 1988, segundo o ministro, representou o “anseio de liberdade manifestado pelo povo brasileiro” e permitiu “situar o Brasil entre o seu passado e o seu futuro”, por meio de um instrumento jurídico moderno, “essencial para a defesa das liberdades fundamentais do cidadão em face do Estado”.

“Que coincidência feliz, 30 anos de Constituição brasileira, 30 anos de judicatura suprema, colegiada, do ministro Celso de Mello. Um cultor da Constituição, um intérprete profundo, preciso, da Constituição de 1988, que tem nele um guardião exemplar”, diz o ministro aposentado Carlos Ayres Britto, que conviveu com Celso de Mello no STF por quase 10 anos.

Os 50 anos de vida pública dedicados ao Direito tiveram início em 1969, quando se formou pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo (Largo do São Francisco). No ano seguinte, foi aprovado em primeiro lugar no concurso do Ministério Público estadual, onde permaneceu por 20 anos, até ser nomeado para o STF. Entre 1987 e 1989, foi consultor-geral interino da República.

Na linha sucessória dos ministros do STF, Celso de Mello ocupa a cadeira de número 3, inaugurada em 1891 pelo ministro Alencar Araripe e ocupada posteriormente por outros dez ministros até posse do atual decano. Ele assumiu a vaga decorrente da aposentadoria do ministro Rafael Mayer, que ocupava a Presidência do Tribunal na data da promulgação da chamada Constituição Cidadã.

Celso de Mello foi o sexto paulista a assumir a Presidência do Supremo Tribunal Federal, no biênio 1997/1999, e o sétimo deles vindo da Faculdade de Direito do Largo de São Francisco – a que ele se refere carinhosamente como “as Arcadas”, referência à arquitetura do antigo convento dos franciscanos transformado em faculdade no século XIX. Foi o 35º presidente da Corte na era republicana e o 46º desde a instituição do Supremo Tribunal de Justiça, no Império.

Até setembro de 2018, quando o ministro Dias Toffoli assumiu a Presidência aos 50 anos, era o mais jovem ministro a assumir o cargo em toda a história da Corte, com 51 anos, em maio de 1997. “É uma das pessoas de inteligência mais brilhante, de uma memória enorme e de um conhecimento histórico que nos enche de orgulho em com ele conviver”, ressalta o ministro Toffoli. “Seus votos são por todos respeitados, suas posições e a sua vida completamente honrada e ilibada honram esta Casa”.

O orgulho para o Tribunal é enfatizado também pelo ministro Marco Aurélio, que destaca a figura ímpar do ministro Celso de Mello: “A dedicação à causa pública é inexcedível. A bagagem jurídica, completa. Nos trinta anos de judicatura, consideradas decisões e votos, tornou-se, na história do Supremo, valor reconhecido por todos. De parabéns está a Instituição. Orgulham-se os seus pares.”

Função histórica

O decano do STF é reconhecido pela defesa intransigente dos direitos fundamentais previstos e assegurados na Constituição, com especial olhar sobre as garantias individuais do cidadão e os direitos das minorias diante de atos de omissão do poder público. “Tenho a impressão de que o ministro Celso de Mello exerce aqui uma função histórica”, afirma o ministro Gilmar Mendes. “Desde a sua integração ao Tribunal, há 30 anos, tem se notabilizado pela defesa da Constituição, dos direitos fundamentais e pela boa aplicação da Constituição. É o historiador da Corte, aquele que mais trabalha a questão do direito comparado, e de alguma forma contribui para que todos nós tenhamos a certeza de estarmos fazendo um bom trabalho de guardiães da Constituição”.

A coincidência entre a vigência da Constituição e a trajetória de Celso de Mello no STF é lembrada também pelo ministro Luís Roberto Barroso. “Ele foi um dos personagens que, a partir da Nova República e da nova Constituição, ajudou a reconstruir o Direito Constitucional brasileiro, tornando-o mais voltado para a concretização dos direitos fundamentais e para os avanços dos valores constitucionais de uma maneira geral”, assinala. “Além de ser um grande talento jurídico e uma pessoa adorável, o ministro Celso é também um pouco a memória do Supremo”. Para Barroso, o colega é uma reserva moral, “a pessoa com quem nos aconselhamos, ou a palavra que gostamos de ouvir nos momentos difíceis, além de ser autor de votos memoráveis. Considero um privilégio para o país ter uma pessoa com a estatura intelectual e moral do ministro Celso servindo ao Judiciário e ao STF por todo esse tempo”.

Cordialidade

De hábitos simples, Celso de Mello gosta de passear pelas livrarias de Brasília e passar férias em sua cidade natal, Tatuí, no interior paulista, na companhia de amigos. Gosta de futebol e guarda como relíquia uma camisa autografada pelos jogadores do São Paulo, seu time do coração.

Ele também é conhecido e admirado por sua cordialidade, honradez e atenção ao bem-estar dos servidores da Corte. “O ministro Celso de Mello é um homem extremamente educado, culto, eloquente, vibrante, dedicado ao trabalho, eficiente, cortês e elegante com todos os colegas, com os membros do Ministério Público, com os advogados e com os funcionários de seu Gabinete e de todo o STF”, afirma o ministro aposentado Sydney Sanches.

O ministro Eros Grau, também aposentado, lembra da amizade iniciada nos anos 70, quando ele, o ministro Celso e o ministro aposentado do Superior Tribunal Militar (STM) Flávio Bierrenbach assessoravam José Mindlin, então secretário da Cultura de São Paulo. “Depois, o tempo foi passando e voltamos a conviver em Brasília, no Supremo, onde estive durante seis anos, e o Flávio no STM”, recorda. “A admiração que eu já tinha por ele quando jovem consolidou-se no Tribunal. Mais do que isso, no entanto, é para mim evidente que somos unidos pela amizade que floresce nas Velhas Arcadas que nos acolheram para sempre”.

Igualmente oriundo do Largo de São Francisco, o ministro Alexandre de Moraes, mais novo do STF, ressalta a honra de ser amigo pessoal, “há muito tempo”, do ministro Celso, de quem foi colega no Ministério Público de São Paulo. “Posso aqui atestar que o ministro Celso de Mello, mais do que um grande ministro, mais do que um grande professor, um estudioso não só do Direito Constitucional, mas de todos os ramos do Direito, é um grande homem, um grande brasileiro e um símbolo para todos os juízes do país”, afirma.

Para o ministro aposentado Francisco Rezek, “nunca houve na história do Supremo alguém como Celso de Mello, nem haverá depois dele”. Rezek ressalta, entre outras qualidades, “a fidalguia, a elegância de cada gesto ou palavra, a olímpica incapacidade de magoar ou de ofender a quem quer que fosse, mesmo nos momentos de austera reprimenda aos destemperos dos dois outros lados da praça dos Três Poderes”.

Nas palavras do ministro Edson Fachin, o decano é “um julgador abertamente genuíno, um juiz e um jurista fiel a si mesmo, daqueles que refutam elogios fáceis e sempre optam por seus princípios”. E completa: “O fardo que os dias correntes depositaram no Tribunal e o ar rarefeito vivenciado encontram em Celso ombros fortes e oxigênio suficiente para ser, sempre, a melhor das companhias. Aqui, vejo, sinto e testemunho que Celso de Mello deitou raízes para caracterizar de modo indelével o STF.”

Ayres Britto ressalta ainda o caráter e o temperamento exemplares do ministro Celso de Mello. “É um homem ético, essencialmente ético, e é uma pessoa do bem, ou seja, de bom coração, afeito à arte, afeito à ciência e cordato, companheiro, gentil, solícito, atento, de olhos abertos, ouvidos abertos ali naquele Plenário”.

Garantias constitucionais

Um dos princípios defendidos com veemência pelo decano é o da presunção da inocência. Para ele, uma pessoa só pode começar a cumprir sua pena após esgotadas todas as possibilidades de recurso, ou seja, após o trânsito em julgado da sentença.

Foi nesse sentido que o ministro marcou posição no julgamento das Ações Declaratórias de Constitucionalidade (ADCs) 43 e 44, no qual foi um dos cinco votos vencidos. No entendimento do decano da Corte, a execução provisória da condenação criminal não transitada em julgado é medida gravíssima e frontal transgressão ao direito fundamental da presunção da inocência.

Também no âmbito das garantias constitucionais, Celso de Mello, como relator do Agravo de Instrumento (AI) 677274, interposto pelo município de São Paulo contra decisão do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ-SP), tornou efetiva a obrigação dos municípios de cuidarem da educação de crianças com até cinco anos de idade em creches e pré-escolas.

Em outras decisões relevantes em processos dos quais foi relator, o decano garantiu o fornecimento gratuito de medicamentos para o tratamento de pacientes pobres e portadores do vírus HIV e de outras patologias graves.

Liberdade

Outro tema que sempre merece manifestações intensas do decano é a defesa do direito de reunião e da liberdade de manifestação do pensamento. Em praticamente todos os casos em que há indícios de censura ou de cerceamento desse direito, sua voz se levanta para lembrar que, no julgamento da ADPF 130, ao julgar a Lei de Imprensa editada durante o regime militar incompatível com a Constituição, o STF assentou que a liberdade de manifestação do pensamento é um dos fundamentos do Estado Democrático de Direito.

Para Celso de Mello, a liberdade de expressão assegura ao profissional de imprensa – incluído o jornalismo digital – “o direito de expender crítica, ainda que desfavorável e em tom contundente, contra quaisquer pessoas ou autoridades”. “O interesse social, que legitima o direito de criticar, sobrepõe-se a eventuais suscetibilidades que possam revelar as figuras públicas, independentemente de ostentarem qualquer grau de autoridade”, defende.

A liberdade se estende, também, ao humor e à sátira. “O riso e o humor são expressões de estímulo à prática consciente da cidadania e ao livre exercício da participação política, enquanto configuram, eles próprios, manifestações de criação artística”, afimou ao votar na ADI 4451, na qual o STF afastou dispositivos da Lei das Eleições que impediam a veiculação de programas de humor envolvendo candidatos no período pré-eleitoral. “Por isso mesmo, são transformadores, são renovadores, são saudavelmente subversivos, são esclarecedores, são reveladores. É por isso que são temidos pelos detentores do poder”.

Homofobia

O ministro define o ativismo judicial como “uma necessidade transitória de o Poder Judiciário suprir omissões do Poder Legislativo ou do Poder Executivo que são lesivas aos direitos das pessoas em geral ou da comunidade como um todo”. Para ele, não se trata de transgressão ao princípio da separação dos Poderes, mas da utilização de meios processuais idôneos e adequados que permitem ao Judiciário fazer o controle de constitucionalidade mesmo nos casos de omissão.

Os dois principais instrumentos processuais para essa finalidade são o Mandado de Injunção (MI) e a Ação Direta de Inconstitucionalidade por Omissão (ADO). Foi no julgamento da ADO 26 e do MI 4733 que, no dia 13 de junho deste ano, o Plenário do STF enquadrou a homofobia e a transfobia como crimes de racismo e determinou que assim sejam tipificadas com base na Lei 7.716/1989, até que o Congresso Nacional edite lei sobre a matéria. Para a Corte, a noção de racismo abrange as situações de agressão injusta que resultam de discriminação ou preconceito contra pessoas em razão de sua orientação sexual ou identidade de gênero.

Num voto histórico, o ministro Celso de Mello, relator da ADO 26, salientou que as práticas homofóbicas configuram racismo social. Na sua avaliação, tais condutas são atos de segregação que inferiorizam integrantes do grupo LGBT. “O fato irrecusável no tema em exame é um só: os atos de preconceito ou de discriminação em razão da orientação sexual ou da identidade de gênero não podem ser tolerados, ao contrário, devem ser reprimidos e neutralizados, pois se revela essencial que o Brasil dê um passo significativo contra a discriminação e contra o tratamento excludente que tem marginalizado grupos minoritários em nosso país, como a comunidade LGBT”, afirmou.

Nepotismo

No julgamento da Ação Declaratória de Constitucionalidade (ADC) 12, em agosto de 2008, o STF considerou inconstitucional a prática do nepotismo no Poder Judiciário. O efeito da decisão, entretanto, também alcançou o Legislativo e o Executivo e resultou na edição da Súmula Vinculante 13. “Quem tem o poder e a força do Estado em suas mãos não tem o direito de exercer em seu próprio benefício ou em benefício de seus parentes, cônjuges ou companheiros a autoridade que lhe é conferida pelas leis desta República”, afirmou o ministro em seu voto.

Destaques da edição de 25-8-2019

agosto 22, 2019

MINISTRO COMPLETA 30 ANOS NO STF SEM HOMENAGENS

COMPARTILHAR OFENSAS TAMBÉM É CRIME, DIZ D”URSO

SANTA CASA ENTREGA UTI COM NOVOS EQUIPAMENTOS

COLUNA GENTE

IN MEMORIAM – QUANDO – POESIA DE JOSÉ CELSO DE MELLO

VIOLEIROS DA REGIÃO APRESENTAM-SE NO CONSERVATÓRIO

MOSTRA TEATRAL NO CEU DAS ARTES

BIG BAND DO CONSERVATÓRIO NA PRAÇA DA MATRIZ

CLUBE RESTAURA CARRO HISTÓRICO DE TATUÍ

CINE BOA PRAÇA APRESENTA SESSÕES EM TATUÍ

INTEGRAÇÃO NAS EMPRESAS

CÂMARA APROVA REVISÃO DO PLANO DIRETOR

VEREADORES PARABENIZAM BISPO

PARÓQUIA REALIZA LOUVOR À SAGRADA FAMÍLIA

SEBRAE ABRE INSCRIÇÕES PARA FEIRA DO EMPREENDEDOR

CONSERVATÓRIO APRESENTA SUA PROGRAMAÇÃO SEMANAL

TATUÍ E SUA HISTÓRIA – MARÇO DE 1934

CACAREJOS NO ESTADO-ESPETÁCULO – GAUDÊNCIO TORQUATO

PALAVRAS CRUZADAS

COLUNA DE ESPORTES

COLUNA POLICIAL

FALECIMENTOS

CLASSIFICADOS

NOVELAS

CANAL 1 – NOTAS DE TV POR FLÁVIO RICCO

MATÉRIAS OFICIAIS

(Editais da Prefeitura de Tatuí, Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente _ CMDCA – Fórum da Comarca e editais de casamentos do Cartório de Registro Civil de Tatuí).

SANTA CASA DE TATUÍ REABRE CENTRO CIRÚRGICO

agosto 15, 2019

CENTRO CIRÚRGICO

No sábado (10), a Prefeitura entregou as instalações reformadas do  Centro Cirúrgico da Santa Casa de Misericórdia de Tatuí. A obra  durou cerca de 6 meses e realizada através de emenda parlamentar no valor de R$ 600 mil,  apresentada pelo  deputado federal Samuel Moreira. Esta verba permitiu a compra de novos equipamentos e ampliação do centro cirúrgico, que contava com uma sala para cirurgias  e passa para três unidades.

A entrega contou com a presença da:  prefeita Maria José Vieira de Camargo; vice-prefeito Luiz Paulo Ribeiro da Silva; deputado federal Samuel Moreira; vereadores Antonio Marcos de Abreu, Jairo Martins (Pepinho), João Éder Alves Miguel e Alexandre Grandino Teles; ex-prefeito Luiz Gonzaga Vieira de Camargo; secretários municipais; presidentes de clubes de serviço e o corpo clínico do hospital.  O padre Élcio Roberto de Góes, do Santuário e Paróquia Nossa Senhora da Conceição, celebrou a benção e a oração.

Com novos equipamentos, salas pintadas, portas novas e novos aparelhos de ar condicionado, a Santa Casa de Misericórdia de Tatuí poderá realizar cerca de 200 cirurgias por mês, entre eletivas e de emergência.  O recurso disponibilizado pelo deputado Samuel Moreira possibilitou a compra de novos equipamentos, entre eles: duas mesas cirúrgicas; uma mesa cirúrgica com kit para cirurgia ortopédica; três focos cirúrgicos de teto; um aspirador cirúrgico; dois aparelhos de anestesia; três bisturis elétricos; cinco camas hospitalares; treze mesas auxiliares semicirculares; um módulo de pressão intracraniana; três monitores fisiológicos e um foco cirúrgico móvel de solo.

A prefeita Maria José agradeceu o trabalho  realizado pelo Projeto Abrace a Santa Casa, liderado pela conselheira voluntária  Alessandra Vieira de Camargo Teles; ao corpo clínico, funcionários da Santa Casa e ao deputado federal Samuel Moreira, pelos recursos empenhados na obra. Destacou também que a inauguração da nova UTI, reformada com recursos da Fundação Rotária e clubes rotários, irá acontecer no final deste mês.

Obras na Santa Casa – Em 2017, quando a prefeita Maria José assumiu a gestão, havia greve de funcionários da Santa Casa por falta de pagamento, a UTI estava praticamente desativada, o Banco de Sangue fechado, e os quartos de internação e o Centro Cirúrgico sucateados, sendo o Centro Cirúrgico sem realizar cirurgias há mais de dois meses. E a Pediatria cheia de rachaduras e com sua estrutura abalada.

Ainda no início de 2017 foram pagos os salários, reaberta a UTI e com o apoio do Lions, reaberto o Banco de Sangue. O Projeto Abrace a Santa Casa,  Adote um Quarto, através de  parceiros e voluntários, reformou 33 quartos e 111 leitos da Ala Orlando Bolzan, que atende principalmente o SUS.

Neste ano, com o apoio do Rotary Club Tatuí, foi aberta uma Sala de Acolhimento, para o atendimento das famílias de eventuais doadores de órgãos. Foi realizada ainda a entrega de uma nova pediatria, com 11 leitos e uma nova Brinquedoteca, com apoio do Lions Clube.

 

 

Destaques da edição de 17-8-2019

agosto 15, 2019

TATUÍ COMEMORA 193 ANOS COM DESFILE, SHOW E INAUGURAÇÕES

SANTA CASA DE TATUÍ REABRE CENTRO CIRÚRGICO

FILARMÔNICA CORTEZ NO PROGRAMA MÚSICA NA PRAÇA

CONSERVATÓRIO PREPARA NOVO CONCERTO PARA OS 65 ANOS

UFSCAR INSCREVE PARA CURSO DE EMPREENDEDORISMO

IN MEMORIAM – LUZ – ALEXANDRE MILANI FILHO

DESTAQUES

CORROSÃO DA POLÍTICA – GAUDÊNCIO TORQUATO

COLUNA GENTE

EXPOSIÇÃO MOSTRA DIREITOS DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA

ESCRITOR LANÇA LIVRO EM TATUÍ

BANDA SINFÔNICA APRESENTA-SE NO CONSERVATÓRIO

CEU DAS ARTES SEDIA SEMANA DE PSICOLOGIA

“OS SALTIMBANCOS” COM APRESENTAÇÕES GRATUITAS EM TATUÍ

GRUPOS DO CDMCC NO TATUÍ CLASSIC CAR

PROJETO DISPENSA CARTÃO DO IDOSO EM TRANSPORTE PÚBLICO

FUNDO SOCIAL ENTREGA 26 MIL PEÇAS DE ROUPAS

CONSERVATÓRIO DIVULGA PROGRAMAÇÁO DE ANIVERSÁRIO

TATUÍ E SUA HISTÓRIA – MARÇO DE 1934

PALAVRAS CRUZADAS

ROTARY PRESTA HOMENAGENS

COLUNA DE ESPORTES

BIOMETRIA ELEITORAL PODE SER FEITA NA PREFEITURA

BIBLIOTECA REALIZA ATIVIDADES DE MEDITAÇÃO

BISPO CONVOCA PREGADORES PARA CURSO DIOCESANO

FALECIMENTOS

CLASSIFICADOS

NOVELAS

CANAL 1 – NOTAS DE TV POR FLÁVIO RICCO

MATÉRIAS OFICIAIS

(Decretos Legislativos de Rejeições de Contas Administrativas dos exercícios de 2015 e 2016, Leis, Decretos e Atos da Prefeitura de Tatuí, editais do Fórum da Comarca, edital do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente e editais de casamentos do Cartório de Registro Civil de Tatuí).

UFSCar inscreve para curso de Inovação e Empreendedorismo Tecnológico

agosto 9, 2019
ufscar

Atividade é ofertada em parceria com a Universidade do Porto, de Portugal

A Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) está com inscrições abertas para o curso “Aperfeiçoamento em Inovação e Empreendedorismo Tecnológico”, com início  dia 14 de setembro. O curso tem carga horária de 252 horas e será realizado presencialmente no campus sede da Instituição até dezembro de 2020, com aulas em sábados alternados.

A iniciativa é do Laboratório de Inovação e Empreendedorismo em Tecnologia Assistiva, Esporte e Saúde (Lietec) da UFSCar, em parceria com o mestrado acadêmico em Inovação e Empreendedorismo Tecnológico da Universidade do Porto, em Portugal. A coordenação é do professor José Marques Novo Júnior, do Departamento de Educação Física e Motricidade Humana (DEFMH) da UFSCar.

A disciplina inicial, Introdução ao Empreendedorismo, será ministrada pelo professor Renê José Rodrigues Fernandes, do Centro de Empreendedorismo e Novos Negócios da Fundação Getulio Vargas.

A atividade é voltada a professores das redes pública e privada de ensino, gestores de negócios e empreendedores em empresas de base tecnológica, além de profissionais da Saúde, das Ciências Exatas, das engenharias e de outras áreas que tenham interesse na temática.
A proposta se baseia na transferência de conhecimentos práticos e teóricos e abrange todo o processo de criação de empreendimentos e de ideias inovadoras tanto de base tecnológica quanto social. Na grade curricular há seis disciplinas: Introdução ao empreendedorismo; Gestão e Marketing; Introdução à contabilidade e finanças; Desenvolvimento de novos produtos e serviços; Projeto de identificação de avaliação de oportunidades; e Direito das empresas. Cinco dessas seis disciplinas terão carga horária validada e reconhecida para os alunos que tiverem interesse em prosseguir os estudos no mestrado na Universidade do Porto. A descrição completa do curso está disponível em https://bit.ly/2YlgJF5. Há 50 vagas disponíveis e as inscrições devem ser feitas na plataforma box UFSCar, em www.box.ufscar.br. Dúvidas podem ser esclarecidas pelo e-mail lietec.ufscar@gmail.com.

 

 

TATUÍ COMEMORA 193 ANOS COM DESFILE

agosto 8, 2019

 

DESFILE CÍVICO ANIVERSÁRIO

Neste domingo (11), às 9 horas, na Rua 11 de Agosto, a Prefeitura de Tatuí, através das Secretarias Municipais de Cultura e Turismo e de Educação, promove o tradicional “Desfile Cívico” em comemoração ao aniversário do município, que completa 193 anos. Esta atração está dividida em quatro blocos distintos: Militar, Educacional, Clubes de Serviços e Associações e Cavaleiros.

O desfile terá início com o Hino a Tatuí, seguido pela ala dos militares, com a presença da Polícia Militar, Polícia Militar Rodoviária, Corpo de Bombeiros, Polícia Ambiental, Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) e Banda Regimental da Guarda Civil Municipal.

Em seguida, desfilam na Rua 11 de Agosto a Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE), Educação Infantil Municipal, Escola Ternura, Fundo Social de Solidariedade de Tatuí (Fusstat), Associação Conservadores de Tatuí, Centro Social Arte pela Vida, COSC, Lar Donato Flores e Cordão dos Bichos.

As unidades escolares da Rede Municipal participam do desfile com o tema: “Tatuí – Uma Cidade do Coração”, que busca valorizar a palavra “Ternura”, termo pelo qual a cidade de Tatuí é carinhosamente chamada por seus munícipes, que costumam ser bastante hospitaleiros, permitindo que cada vez mais os turistas se encantem pelas belezas artísticas, culturais e gastronômicas do município.

A ordem de desfile das escolas municipais é esta: EMEF “Prof. Alan Alves de Araújo”, EMEF “Prof. Accácio Vieira de Camargo”, EMEF “Eugênio Santos”, EMEF “Prof. José Galvão Sobrinho”, EMEF “Profª. Eunice Pereira de Camargo”, EMEF “Profª. Magaly Azambuja de Toledo”, EMEF “Profª. Maria da Conceição Oliveira Marcondes”, EMEF “Prof. Firmo Antônio de Camargo Del Fiol”, EMEF “Profª. Maria Helena Machado”, EMEF “Prof. Mauro Antônio Mendes Fiusa”, EMEF “João Florêncio”, NEBAM – Núcleo de Educação Básica Municipal “Ayrton Senna da Silva”, EMEF “Profª. Maria Eli da Silva Camargo”, EMEF “Profª. Sarah de Campos Vieira dos Santos”, EMEF “Prof. José Tomás Borges”, EMEF “Paulinho Ribeiro”, EMEF “Profª. Ligia Vieira de Camargo Del Fiol” e EMEF “Profª. Teresinha Vieira de Camargo Barros”.

Na sequência, desfilam os clubes de serviços, as escolas particulares e associações, na seguinte ordem: Conservatório de Tatuí, Departamento Municipal de Esportes, Duas Rodas MTB Tatuí, ETEC “Sales Gomes”, Lions Clube, Rotary Club de Tatuí, Rotary Club Cidade Ternura, Interact Club de Tatuí, Rotaract Club de Tatuí, Centro Educacional do SESI, Grupo de Escoteiro Goyotin, 3º Grupo de Escoteiros Tupancy, Colégio Objetivo, Fundação Educacional Manoel Guedes, SENAI, Colégio CENEP, Faculdade Santa Bárbara, Clube Aventureiros e Clube de Desbravadores (ambos da Igreja Adventista do Sétimo Dia), Academia Ronin de Artes Marciais, Associação Atlética XI de Agosto, Associação Esporte Clube Judô Pires, Clube de Campo de Tatuí, Moto Clube Tatus do Asfalto e Stilo Rua. O encerramento do desfile será com o Centro de Treinamento Fire Horse, Associação de Cavaleiros e Muladeiros de Tatuí e Amigos Rancho Oliveira.

 

Destaques da edição de 10-8-2019

agosto 8, 2019

 

TATUÍ COMEMORA 193 ANOS COM DESFILE

SERESTEIROS COM TERNURA NA PRAÇA DA MATRIZ

PREFEITA NOMEIA NOVA SECRETÁRIA DA SAÚDE

DESTAQUES

A CULTURA INDIVIDUALISTA – GAUDÊNCIA TORQUATO

IN MEMORIAM – GUARDA TEU CORAÇÃO – LÁZARO LOPES ARRUDA

GOVERNO DO ABRE CONCURSO PARA CONTRATAR SOLDADOS

PALESTRA ABORDA PERCUSSÃO CORPORAL NO MUSEU

OS VENCEDORES DO CONCURSO DE PAULO SETÚBAL

COLUNA GENTE

PREFEITA RECEBE CONSUL DA CHINA

DUPLA ANTONY E GABRIEL EM SHOW NA CONCHA

CAMPANHA RECOLHE SETE MIL EMBALAGENS DE DEFENSIVOS

TATUÍ E SUA HISTÓRIA – MARÇO DE 1934

CONSERVATÓRIO APRESENTA RECITAIS DE CANTO LÍRICO

CORAL DE HORTOLÂNDIA ABRE EXPOSIÇÃO

FUNDO SOCIAL MINISTRA CURSO DE PÃO DE QUEIJO

CENÓGRAFO DO CDMCC MOSTRA SUAS OBRAS

PALAVRAS CRUZADAS

CÂMARA APROVA CRÉDITO DE R$ 1 MILHÃO PARA INVESTIMENTO

TATUÍ SEDIA EXPOSIÇÃO DE CARROS ANTIGOS

FESTIVAL REÚNE GRUPOS DE DANÇA NA PRAÇA DA MATRIZ

CONCERTO DE GALA DA ORQUESTRA SINFÔNICA DO CONSERVATÓRIO

COLUNA DE ESPORTES

NOVELAS

CANAL 1 – NOTAS DE TV POR FLÁVIO RICCO

COLUNA POLICIAL

FALECIMENTOS

PROGRAMA FUTUROS CIENTISTAS AVALIA ALUNOS

CLASSIFICADOS

MOTORISTAS DEVEM USAR CARTÃO PARA ESTACIONAR

MATÉRIAS OFICIAIS

(Leis, decretos e atos da Prefeitura de Tatuí, edital do Fórum da Comarca e editais de casamentos do Cartório de Registro Civil de Tatuí).


%d blogueiros gostam disto: