Anúncios

Archive for julho \14\UTC 2017

A REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA

julho 14, 2017

Revolu-ção Constitucionalista site

Em 1930, através de um golpe de estado, Getúlio Vargas depôs o presidente Washington Luís do poder e se proclamou presidente da República. Naquele ano,  Júlio Prestes, indicado por Washington Luís para concorrer como seu sucessor, obteve 91% dos votos válidos do eleitorado paulista. Um dos primeiros atos de Getulio foi nomear um interventor que não era de São Paulo para governar o estado. Esta desobediência à Constituição republicana de 1981 levou a população paulista a organizar um movimento armado e este culminou na Revolução Constitucionalista de 1932.

O início do conflito foi quando quatro jovens – Martins, Miragaia, Dráuzio e Camargo – foram mortos como mártires pela forças de Getulio Vargas. Este ato formou a sigla MMDC e culminou com a epopéia de 9 de julho de 1932, data simbólica do movimento. O bravo povo paulista empunhou armas em defesa da restauração da democracia no Brasil

A marcha (francesa) PARIS-BELFORT despertava no coração da gente paulista aquela chama interior que conclamava, com intensidade sempre crescente,  a lutar em prol do nosso País! Para os paulistas, NÃO havia honra maior do que servir ao Brasil, ainda que se expondo ao sacrifício supremo de morrer lutando por um dos mais nobres ideais! A juventude paulista foi solidária nesse sonho e nesse gesto! O reconhecimento de seu sacrifício está hoje gravado com letras de fogo que eternizam, para sempre, nas palavras de Guilherme de Almeida (embora também atribuídas ao jornalista de Espírito Santo do Pinhal, Antonio Benedicto Machado Florence), o alto significado do chamado à luta: “Viveram pouco para morrer bem/Morreram jovens para viver sempre”!

É preciso jamais esquecer o esforço e o sacrifício desassombrados dos paulistas em sua luta  pela redemocratização de nosso País! A sua memória deve ser honrada a cada momento, especialmente no dia 9 de julho, que assinala a eclosão do movimento revolucionário, “data magna do Estado de S. Paulo”, em que se comemora o Dia da Revolução Constitucionalista (Lei estadual n. 9.497/1997)!

Vale rememorar que o Brasão de Armas do Estado de S. Paulo, instituído em 1932 pelo Decreto estadual n. 5.656, editado pelo Governador Pedro de Toledo, abolido pela Ditadura Vargas e restabelecido com a queda do Estado Novo (Lei estadual n. 145/1948), POSSUI, como lema, a seguinte inscrição, epítome do espírito e  do profundo respeito do povo paulista pela nossa Pátria: “PRO BRASILIA, FIANT EXIMIA” (“Pelo Brasil, façam-se as melhores coisas” ou “Pelo Brasil, faça-se o melhor”) !

 

 

Anúncios

Destaques da edição de 15-7-2017

julho 14, 2017

CÂMARA APROVA r$ 4,6 MILHÕES PARA SAÚDE E EDUCAÇÃO

FINEP, BNDES E INOVAÇÃO – MARCOS CINTRA

SONETO – DR. LINCOLN

REVOLUÇÃO CONSTITUCIONALISTA

EXPOSIÇÃO NO CENTRO CULTURAL

SECRETARIA COMEMORA DIA MUNDIAL DO ROCK

NOITE DA SERESTA NO MUSEU

INTEGRAÇÃO NAS EMPRESAS

COLUNA GENTE (FOTOS E FATOS SOCIAIS)

NOVELAS

CANAL 1, NOTAS DE TV POR FLÁVIO RICCO

REUNIÃO OFICIALIZA MICRORREGIÃO TURÍSTICA

PROJETO INSTITUI DIREITOS DA PESSOA DEFICIENTE

EM ANDAMENTO PONTE NO JARDIM JUNQUEIRA

FALECIMENTOS

PREFEITURA RECEBE ÔNIBUS ESCOLAR

SESI PROMOVE CONCURSO DE CULINÁRIA

SEBRAE TREINA PEQUENOS EMPRESÁRIOS

ELEKTRO MUDA CONTA DE LUZ

TATUÍ E SUA HISTÓRIA (17-3-1932)

VARA DO TRABALHO PASSA POR CORREIÇÃO

SINFÔNICA DO CDMCC EM CAMPOS DO JORDÃO

PALAVRAS CRUZADAS

COLUNA DE ESPORTES

COLUNA POLICIAL

JUNINHO FERRAZI NO “MÚSICA NA PRAÇA”

CLASSIFICADOS

MATÉRIAS OFICIAIS

(Editais de Prefeitura de Tatuí, Fórum da Comarca e editais do Cartório de Registro Civil de Tatuí).

PREFEITA MARIA JOSÉ VIEIRA FALA SOBRE SUA ADMINISTRAÇÃO

julho 6, 2017

 

Maria José 1951

 

Na edição impressa deste fim de semana, a prefeita Maria José Vieira de Camargo (PSDB), em entrevista ao Jornal Integração, tece considerações  importantes dos seus seis meses de administração. Veja abaixo a entrevista:

Integração – Quais as mudanças realizadas para melhorar o atendimento no Pronto Socorro?

Maria José – Estamos melhorando os serviços prestados. Implantamos o Pediatra 24h e trocamos a equipe médica. Estamos pintando e sinalizando o prédio, adquirindo novos equipamentos e vamos ampliar o espaço físico do PS, ocupando um leito da Santa Casa que não está sendo aproveitado. Com essa medida vai aumentar  o espaço da Sala de Observação e separar homens e mulheres. Pedi também recentemente ao secretário da Saúde  atendimento mais humanizado no PS. Nos Postos de Saúde da Família aumentamos de 5 para 11 médicos. E está previsto para segundo semestre a realização de concurso para várias especialidades médicas.

Integração – A Santa Casa estava em situação caótica. Após a intervenção da Prefeitura qual foi a melhora no hospital?

Maria José – Os problemas são muitos na Santa Casa. Reabrimos a UTI, com funcionamento 100%. Estamos negociando as dívidas, mas estamos pagando em dia os funcionários e médicos. A novidade é que o pessoal do Abrace Tatuí vai trabalhar na readequação dos leitos da ala de internação, deixando os leitos mais confortáveis para os pacientes e seus acompanhantes.

Integração – Tatuí, como todas as cidades brasileiras, passa por um momento crítico de criminalidade. O que sua administração faz para conter os número de delitos, principalmente roubos e furtos?

Maria José – No sábado (1º ), entregamos  nove viaturas novas e dois micro onibus para o uso da Guarda Civil Municipal. Reativamos a Base Comunitária do Jardim Santa Rita de Cássia e vamos, neste segundo semestre, abrir uma Base Comunitária no Jardim Mantovani. Estamos cobrando do Governo do Estado o aumento do  efetivo policial. Já conseguimos deste o começo do ano duas novas guarnições, com duas viaturas e quatro soldados.

Integração – A falta de entrada em Tatuí é a principal reclamação da população. Qual a previsão para a conclusão das pontes?

Maria José – A ponte do Marapé está com suas obras adiantadas e dentro do cronograma da empresa. Deve ser concluída no final deste mês ou no início de agosto. A ponte do Jardim Junqueira também está dentro do cronograma. Devemos entregá-la entre agosto e setembro. E a ponte do Jardim Paulista a obra foi licitada e aguarda-se a liberação do recurso de R$ 600 mil do Governo Federal para autorizar o seu início da construção.

Integração – Um dos prinicipais problemas deixados pela administração anterior foram os buracos nas ruas e falta de conservação das vias pública. A população ainda reclama dos buracos. O que faz sua administração para solucionar este grave problema?

Maria José – Desde março deste ano, quando cessaram as chuvas,  estamos com várias equipes trabalhando. Já  foi investido mais de R$ 1,5 milhão em operação tapa-buracos, mas existem muitos ainda para serem tapados. Estamos executando esse serviço diariamente e não vamos parar até que todos os buracos estejam tapados. Temos que lembrar que ainda existe uma conta de quase R$ 2 milhões a ser paga com empresas de pavimentação. Esta dívida herdamos da gestão anterior.

Integração – Existem muitas ruas à escura na cidade. Esta é uma forma de combater a criminalidade. O que a Prefeitura tem feito para resolver?

Maria José – Tatuí tem hoje 12 mil lâmpadas nas ruas. Segundo relatório da Elektro,  são cerca de 380 reclamações existentes. Até o fim de julho, a empresa se comprometeu a zerar essas ocorrências e resolver os casos em aberto. Arrecadamos com a CIP (Contribuição de Iluminação Pública) cerca de R$ 120 mil por mês.  O  gasto com a iluminação pública é de cerca de R$ 340 mil mensais. O município é que cobre esse déficit. Hoje, o loteador tem que entregar o empreendimento com a devida infraestrutura, inclusive iluminação. Vamos estudar para o Orçamento de  2018, algum recurso para atender o que ficou para trás.

Integração – O emprego é a grande preocupação da população, principalmente em época de crise. O que faz sua administração para atrair investimentos e indústrias?

Maria José – Através da agência INVESTE SP, do Governo do Estado, estamos negociando com uma empresa multinacional, do ramo automotivo. Mas as tratativas devem ser mantidas em sigilo. De concreto, duas empresas da cidade anunciaram expansão de suas atividades em 2017.  A Santista Têxtil e a Marquespan  devem ampliar a oferta de trabalho em 200 novos empregos. Temos também dois grandes empreendimentos no setor de hotelaria,que devem ser inaugurados neste segundo semestre, o  Ibis e Hotel Del Fiol. Este setor  deve aumentar a oferta de empregos.

Integração – Escoamento agrícola é a grande preocupação para o agronegócio. Como estão as estradas rurais?

Maria José – Desde março deste ano, quando cessou a chuva, foram conservadas as estradas do Guaxingu, Souzas, Boa Vista, Queimador, Campinho, parte dos Mirandas, algumas ruas do Jardim Gramado e do Vale dos Lagos. Está em  andamento a estrada do bairro do Guaraná.

Integração – Consta que a administração anterior deixou dívidas para a atual administração. Como está sendo solucionada esta questão?

Maria José – A dívida da Prefeitura a curto prazo foi reduzida em 50% no primeiro semestre. Dos R$ 51 milhões em dívidas de curto prazo declaradas em janeiro, houve redução para R$ 25 milhões. Há também uma dívida herdada de R$ 9 milhões com o TATUIPREV, que foi parcelada. A dívida total é de cerca de R$ 70 milhões.

Integração – Moradores  dos bairros Jurumirim e Santa Adelaide reivindicam um acesso sem pagar pedágio. Com a vinda do governador Alckmin à Tatuí foi feita uma reivindicação ao Governo do Estado. Houve alguma solução?

Maria José – Recebemos em junho a visita de técnicos da Secretaria da Agricultura, do Programa Melhor Caminho. Eles fizeram as medições das duas estradas. Agora aguardamos a assinatura do convênio, conforme determinação do governador.

Integração – Está em construção em Tatuí um centro de hemodiálise. A prefeitura pretende utilizar estas instalações?

Maria José – Esta construção é um investimento particular. Depois de pronto e equipado, deverá ser formalizado um convênio ou contrato para a realização do serviço do SUS, como um prestador de serviço.

Integração – Como está a questão dos radares na cidade?

Maria José – Temos uma dívida com as empresas de cerca de R$ 300 mil e os radares foram desligados. Estamos realizando um estudo para poder reativar os serviços e vamos ter em breve uma Central de Monitoramento com sede na Guarda Civil Municipal.

Integração – E o monitoramento por câmeras em creche?

Maria José – Estamos concluindo o estudo dos pontos de câmeras e vamos realizar a licitação no início deste segundo semestre, entre julho e agosto.

Integração – No início de sua gestão algumas obras estavam abandonadas. Como estão agora?

Maria José – Visitei a obra da UBS do bairro Jardins de Tatuí na última semana e projetamos realizar uma licitação para podermos concluí-la. Será necessário um investimento aproximado de R$ 200 mil. A licitação deverá ocorrer no início deste segundo semestre. Com relação a UPA (Unidade de Pronto Atendimento), estamos negociando com o Ministério da Saúde um recurso de cerca de R$ 1 milhão para podermos finalizar a obra. A pré-escola do bairro Tanquinho, creche do Congonhal e a UBS do Jardim Santa Luzia são obras que estavam abandonadas ou paralisadas. Tudo leva a crer que devem ser inauguradas neste segundo semestre.

 Integração – Quais são as prioridades  para os próximos meses?

Maria José – Concluir as pontes, tapar os buracos, gerar emprego e melhorar a saúde.

 

 

 

 

Destaques da edição de 8-7-2017

julho 6, 2017

 

FEIRA DO DOCE MOBILIZA CONFEITEIROS DE TATUÍ

CONVÊNIOS BENEFICIAM MUNICÍPIOS DA REGIÃO

PROERD CERTIFICA 336 ALUNOS DO MUNICÍPIO

APOIO AOS NEGÓCIOS EMERGENTES – MARCOS CINTRA

DESARMONIA INSTITUCIONAL – GAUDÊNCIO TORQUATO

DESTAQUES

SONETO – DR. LINCOLN

INFORMATIVO DE COMPRAS

COLUNA GENTE (FOTOS E FATOS SOCIAIS)

NOVELAS

CANAL 1 – NOTAS DE TV POR FLÁVIO RICCO

PREFEITA DE TATUÍ FALA SOBRE SEUS SEIS MESES DE MANDATO

NOTINHAS

FALECIMENTOS

TATUÍ E SUA HISTÓRIA (JORNAL DE TATHUY – 13/3/1932)

NOTAS E NOTÍCIAS

PALAVRAS CRUZADAS

COLUNA DE ESPORTES

COLUNA POLICIAL

CEU DAS ARTES COM PROGRAMAÇÃO DE FÉRIAS

CDMCC DIVULGA VENCEDORES DE MÚSICA DE CÂMARA

CLASSIFICADOS

MATÉRIAS OFICIAIS

(Editais de Prefeitura de Tatuí, Fórum da Comarca e editais de casamentos do Cartório de Registro Civil de Tatuí).


%d blogueiros gostam disto: