Posts Tagged ‘CRÔNICA’

Página 2 de 16 de Novembro de 2013

novembro 15, 2013

CERTAMENTE UM NOVO MUNDO

Por JOSÉ RIGOLÃO

Devo lembrar que nosso encontro semanal acontece nas quintas-feiras, às 20 horas, no bar do Abud, na última mesa à esquerda. Encontro esse que traz nas costas o peso de uma tradição de décadas e que a poeira do tempo batizou de “berço da cultura”. Quem iniciou o papo foi o Chico: – Certamente vocês dirão que estou atropelando a lógica e estou com um pé no terreno da adivinhação! Mas, na verdade, vocês estão é com medo de encarar a consequência daquilo que já é realidade e está chegando…

O Zeca pisou fundo: – Para mim, Chico, você está lendo demais livros de ficção científica…

Chico: – E para mim, Zeca, o que você diz só confirma seu medo de encarar algo novo, que já bate às nossas portas.

Dr. Machado: – Acho que, para chegarmos a um lugar onde a lógica será respeitada, seria conveniente utilizar menos veemência e mais qualidade nos argumentos. (more…)

Anúncios

Página 2 de 2 de Novembro de 2013

novembro 4, 2013

31 DE OUTUBRO

Crônica de J. Rigolão

É difícil alguém não manter vivo na memória um fato tão marcante, que se torna inesquecível para o resto da vida. Aconteceu comigo e o Dario, no dia 31 de outubro, esqueçamos o ano. Naquele dia assistíamos a uma convenção mundial sobre transportes. O transporte é necessidade básica do homem, e desde a época dos Caldeus até hoje, torna-se tema constante para controvérsias. Do cavalo à roda, do carro de boi ao foguete espacial, a polêmica continua. A saga dos transportes é apaixonante.

Esta convenção abordava todos os tipos de transporte: aéreo, fluvial, marítimo, terrestre e espacial, além, é claro, dos tipos de propulsão: eólico, motores a combustão, reatores nucleares, tração animal, etc. E nesse mercado não existem amadores, cada um quer defender seu quinhão. Os chineses, por exemplo, destacavam a milenar tecnologia do “riquixa”, como melhor veiculo de tração humana existente. Os venezianos, por sua vez, insistiam que em termos náuticos, nada superava as gôndolas, com seu romantismo não poluente. A maioria dos países exaltava as bicicletas. Os finlandeses enalteciam os trenós e cães siberianos, imbatíveis no gelo. O grupo brasileiro defendia os jegues como melhor sistema de “transporte misto”, que engloba indivíduos e cargas. Algumas nações da Ásia e África insistiam nas vantagens dos elefantes e os árabes  não abriam mão dos camelos. Eu e o Dario nos sentamos ao lado de duas curiosas personagens e tivemos a oportunidade de ouvir o que falavam. A conversa começou assim:

– Eu não disse a você que não seriamos ouvidos? Ninguém está mais interessado em coisas antigas, que funcionam, mas não podem ser patenteadas, nem fabricadas em série. As palavras foram ditas por um velho com cara de andarilho, vestido com turbante vermelho e colete dourado.

– Você pode desistir, mas eu não! Vamos fazer uma demonstração e deixar todo esse pessoal com cara de bobos!, retrucou a mulher de meia idade, bonita, que usava um longo branco.

Como algo aparentemente ensaiado, lado a lado, as duas figuras levantaram-se e atravessaram o salão, em meio aos participantes do congresso, provocando curiosidade. O homem subiu em um tapete, que havia deixado na porta de entrada. A mulher subiu em uma vassoura. E de repente, para espanto de todos, ambos saíram voando, acenando adeus, com olhares marotos de despedida, na direção do céu azul. Um silencio sepulcral tomou conta do salão. Antes de começar um previsível tumulto, se ouviu claramente, no fundo, alguém dizendo: – Yo no creo em brujas! Pero que las hay, las hay…

Retornando da convenção, eu e Dario, ainda incrédulos, tivemos longa conversa sobre o ocorrido. Concluímos que nossa vida é mesmo repleta de incertezas, mistérios, enganos, fatos que não podemos ou não conseguimos entender ou explicar. São tantas as variáveis, que poderíamos até mesmo concluir que o dito espanhol seria perfeito, se também considerasse a existência das fadas. Porque não? “Yo no lo creo ni en brujas, ni en fadas, pero graças a Dios, que las hay, las hay…”.

DESTAQUES ECONÔMICOS

Por Antônio J. Martins

CONCURSO PARA DOCENTE DA SECRETARIA DE EDUCAÇÃO DE SÃO PAULO TEM 322,7 MIL INSCRITOS – Para 59 mil vagas. Salário inicial para uma jornada de 40 horas semanais de R$ 2.257,00. Nosso comentário: é um salário irrisório para um professor do mais rico estado da federação. Seria mais rentável vender “hot dog” na Rua 25 de Março. Vamos valorizar mais o professor, minha gente!

ANTECIPAR HERANÇA A FILHOS EVITA BRIGAS E REDUZ IMPOSTO – Transferir patrimônio aos filhos, aos poucos, não é somente uma maneira de ajudar no futuro financeiro deles. Desde que bem planejadas, as doações garantem eficiência tributária e evitam as brigas entre os herdeiros. (more…)

Página 2 de 26 de Outubro de 2013

outubro 25, 2013

OS MISTERIOSOS “BLACK BLOCS”

Por Rigolão

As cenas de violência que estamos assistindo, com os “black blocs” agindo nas ruas brasileiras, lembram as cenas de filmes de ação em outros países. Para nós, esse tipo de manifestação, com violência indiscriminada, é um fato novo. Será que teremos que incluir este tipo de ação à nossa realidade?

Nós, brasileiros, temos o direito garantido às manifestações públicas, desde que com civilidade e de maneira pacífica, exatamente o oposto do que anda ocorrendo. Os “black blocs” acompanham os manifestantes pacíficos e, inesperadamente, iniciam uma onda de violência, um “quebra-quebra” indiscriminado. Seus participantes, mascarados, comportam-se como se estivessem impulsionados por uma raiva universal, contra tudo e todos. Tentei encontrar, na mídia, algum indício ou caminho que pudesse me indicar de onde eles vem e o que pretendem. Mas nada achei. (more…)

Página 2 de 19 de Outubro de 2013

outubro 18, 2013

COLUNA POLICIAL

ASSALTANTES LEVAM VEÍCULO NA VIA PÚBLICA – Dia 13 de outubro, 22h45, dois indivíduos, ocupando uma motocicleta e armados de revólver, assaltaram um motorista na Rua 11 de Agosto, próximo ao Jardim São João, em Tatuí. O marginal que estava na garupa da moto apontou uma arma para a vítima e a obrigou a parar seu Astra, placas HEJ-0538. Em ato contínuo ocupou o volante e roubou o carro. O fato foi registrado no plantão do delegado Paulo Cezar Tolentino.

ACIDENTE DE MOTO PROVOCA MORTE EM ESTRADA – Dia 13 de outubro, 19h45, Maria de Lourdes de Paula, 38 anos, morreu em um acidente de motocicleta na estrada do Bairro Guaraná, município de Quadra. Segundo consta, a vítima estava na garupa da moto quando o condutor perdeu o controle do veículo. A moto chocou-se em um palanque e caiu em um barranco. A vítima foi socorrida pelo carro resgate mas não resistiu aos ferimentos. O caso foi registrado no plantão do delegado Paulo Cézar Tolentino.

PM DETÉM PRESIDIÁRIOS ASSALTANDO EM TATUÍ – Dia 11 de outubro, 17h20, policiais militares detiveram dois indivíduos, suspeitos da prática de uma tentativa de assalto nas proximidades do Mercado Municipal, em Tatuí. Segundo consta, a dupla tentou roubar um boné e foram detidos pelos agentes. Na delegacia eles negaram a tentativa de roubo e informaram que eram presidiários em Campinas. A dupla disse ainda ao delegado Hélio Momberg de Camargo que estavam “de saidinha” do presídio, referindo-se à liberdade dada aos presos para visitarem seus familiares no feriado do Dia das Crianças. (more…)

Página 6 de 21 de Setembro de 2013

setembro 20, 2013
– REGIÃO EM SINTONIA –

BOITUVA TERÁ NOVO FÓRUM

Marcusso e Camarez 1769

Na segunda-feira (16), o prefeito Edson Marcusso e o deputado estadual João Caramez foram recebidos na Secretaria Estadual da Justiça pela secretária Eloísa de Souza Arruda. Na pauta, a construção de um novo Fórum para Boituva.  No sábado (14), o Diário Oficial do Estado de São Paulo trouxe a publicação do Edital da Concorrência Pública do novo prédio, que está orçado em R$ 10,4 milhões. A abertura dos envelopes irá acontecer no dia 18 de outubro, às 10h, em São Paulo.

LEI NOMEIA COMPLEXO VIÁRIO NA CASTELLO

No sábado (14), o Diário Oficial do Estado de São Paulo trouxe a publicação da Lei nº 15.114, de autoria do deputado estadual Campos Machado (PTB), sancionada no dia anterior pelo governador Geraldo Alkmin, que dá o nome de “Francisco Lopes” ao Complexo Viário localizado no km 156,990 da Rodovia Castello Branco, no município de Quadra.  Francisco Lopes foi motorista de ônibus e um dos entusiastas da emancipação política do município, em 1993. Faleceu em 1998, aos 68 anos. Era casado com Maria José de Oliveira Lopes, com quem teve os filhos: José Antonio, José Vanderlei, José Onivaldo, José Valdir (prefeito de Quadra entre os anos de 1996/1999) e Márcio.

HOMENAGEM DA ALESP

PAULORIBEIRO 1767

No sábado (14), o Diário Oficial do Estado de São Paulo  publicou a Lei Estadual nº 15.119, de autoria do deputado estadual Samuel Moreira (PSDB), com a sanção  do governador Geraldo Alckmin, denominando de “Paulo Ribeiro” ao Viaduto na SP-141 (Rodovia Senador Laurindo Dias Minhoto), no Km. 26,100. (more…)


%d blogueiros gostam disto: