Archive for fevereiro \25\UTC 2016

GONZAGA REVERTE DECISÕES NO TJ-SP E AFIRMA QUE PODE SAIR CANDIDATO

fevereiro 25, 2016
gonzaga 1886.JPG

Gonzaga esclarece sobre ações movidas contra ele no Poder Judiciário.

 

O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJ/SP) publicou no dia 17 de fevereiro, dois acórdãos favoráveis ao ex-prefeito Luiz Gonzaga Vieira de Camargo, de processos que lhe foram movidos pela Prefeitura Municipal, através de sindicâncias propostas a partir de 2013, na gestão do prefeito José Manoel Correa Coelho.

Uma das decisões publicadas foi da 12ª Câmara de Direito Público do Tribunal de Justiça de São Paulo. Os desembargadores deram provimento ao recurso do ex-prefeito e invalidaram a sentença da juíza da 3ª Vara Cível da Comarca, Lígia Ligia Cristina Berardi Ferreira, e o absolveu de acusações que lhe foram impostas. Neste processo, em primeira instância, em decisão prolatada em 2 de abril de 2014, Gonzaga havia sido condenado a suspensão dos direitos políticos, multa civil e proibição de contratar com o Poder Público. O motivo que levou à ação civil foi o parcelamento de uma dívida com a empresa Proposta Ambiental. A acusação era que o ex-prefeito, ao término de sua gestão, deixou dívidas a saldar sem recursos para pagá-las. A votação pela reforma da sentença foi unânime entre os desembargadores, baseando-se em parecer do Tribunal de Contas do Estado, do ano de 2012, que apontou a existência de disponibilidade financeira para pagamento das despesas contraídas no final do mandato.

Outro acórdão prolatado pela  12ª Câmara de Direito Público do TJ-SP refere-se a um “suposto” desvio de recursos para a construção do CEMEM (Centro de Especialidades Médicas). Segundo a decisão, ficou comprovado nos autos que o recurso foi aplicado para o pagamento de folha salarial e foi afastada a multa civil. Não houve dano ou prejuízo ao erário, o que foi reconhecido já em sentença em primeira instância.

Em 2015, o TJ/SP, através da 13ª Câmara de Direito Público, na análise da ação que questionou o “suposto” desvio de recursos na reforma da Delegacia de Polícia do Município, decidiu que “não há de se impor ressarcimento, sanção descabida”. E ainda, relatam os desembargadores no acórdão: “além disso, situações há, como aqui, em que não se pode falar em dano patrimonial, por não ser provado prejuízo à Municipalidade de Tatuí”.

Outras sindicâncias e processos

O ex-prefeito Luiz Gonzaga Vieira de Camargo está sendo defendido nos tribunais pelo advogado Marino Pazzaglini Filho, especialista em Direito Público e de Empresa e Procurador de Justiça aposentado do Ministério Público de São Paulo. As ações civis públicas movidas contra o ex-prefeito têm como base sindicâncias realizadas pela Prefeitura de Tatuí, a partir de 2013. Algumas dessas ações não prosperaram em primeira instância.  Em 2015, o juiz Rubens Petersen Neto, da 2ª Vara Cível da Comarca de Tatuí, absolveu Gonzaga e julgou improcedente uma ação civil pública proposta pela MP que questionava o parcelamento de uma dívida da gestão passada com a empresa Sanson Pavimentos e Obras Ltda., para a construção da primeira etapa do anel viário, saindo da SP-129 até a estrada “Moisés Martins”, entre o Jardim Lírio e o Distrito de Americana. Na análise da matéria, o juiz  levou em consideração o parecer do Tribunal de Contas do Estado, do ano de 2012, que apontou a existência de disponibilidade financeira para pagamento das despesas contraídas no final do mandato.

Segundo o ex-prefeito Luiz Gonzaga Vieira de Camargo, não existe condenação que o deixe inelegível para as eleições de 2016. “Não fui condenado pelo colegiado do TJ/SP em artigos que configurem caracterizar a violação da Lei da Ficha Limpa. Já conversei sobre este assunto com o dr. Marino e analisando tecnicamente minha situação política, hoje não há restrições se eu decidir sair candidato a prefeito nas eleições de outubro”.

Gonzaga ainda destacou que todas as ações civis públicas abertas a partir das sindicâncias formuladas pela Prefeitura de Tatuí serão rebatidas a partir da apresentação do parecer favorável do Tribunal de Contas de São Paulo (TCE/SP), sobre as contas de 2012, último ano de sua gestão.

No TCE/SP, Gonzaga foi defendido pelo escritório do advogado Marcelo Palavéri, especialista em direito municipal. Os advogados do ex-prefeito puderam comprovar aos membros do TCE/SP alguns números importantes das contas municipais em 2012, que embasaram a aprovação das contas: o Município aplicou 25,69% da receita de impostos no Ensino e 61,53% dos recursos advindos do Fundeb (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação) no pagamento de profissionais do Magistério (atendendo desta forma o que dispõe  o artigo 212 da Constituição Federal). Segundo Gonzaga,  a prefeitura atendeu as disposições legais aplicando 28,81% da receita de impostos nas ações e serviços públicos de saúde. Neste exercício, as despesas com pessoal atingiram 48,60%, estando em acordo com o artigo 20 de Lei de Responsabilidade Fiscal.  Foi suficiente em 2012 o pagamento de precatórios judiciais; no que se refere aos pagamentos à Câmara Municipal, os repasses deram-se de forma regular, de acordo com o limite previsto na Constituição Federal. Os recolhimentos dos encargos sociais foram efetuados regularmente e atendeu aos artigos 42 e 41, parágrafo único, ambos da lei de Responsabilidade Fiscal (onde determina-se que em dezembro/2012 não poderia haver uma dívida maior que a existente em abril/2012).

Nas discussões das contas de 2012, foram esclarecidas todas dúvidas dos conselheiros, com relação ao Fundeb, resultado da execução orçamentária (deficit primário), despesas com publicidade propaganda oficial (gastos acima da média do triênio anterior) e atrasos nos recolhimentos das contribuições previdenciárias ao Regime Próprio de Previdência Social local (Tatuiprev).

Novos esclarecimentos

Gonzaga anunciou que seus advogados estão prestando todas as informações sobre outras ações civis públicas impetradas a partir das sindicâncias realizadas pela atual gestão. Em primeira instância, com relação ao parcelamento das contribuições do Tatuiprev, será juntado o parecer o TCE/SP pela procedência da ação realizada pelo ex-prefeito em 2012 e parecer do Ministério Público Estadual pelo arquivamento em denúncia semelhante, proposta pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais em 2013. Outro assunto que será discutido judicialmente é respeito de “suposta” transferência de parte de recursos da merenda escolar para o uma conta movimento, que já estão em discussão em outra ação civil pública. Gonzaga garante que uma perícia deverá comprovar a legalidade de suas ações. (Com informações da assessoria de imprensa do ex-prefeito)

 

 

Anúncios

Destaques da edição de 27-2-2016

fevereiro 25, 2016

VEREADORES TROCAM DE PARTIDOS NA “JANELA PARTIDÁRIA”

GONZAGA REVERTE DECISÕES  E AFIRMA QUE PODE SER CANDIDATO

PREFEITURAS E CÂMARA ABREM CONCURSOS PÚBLICOS

FESTA DO MILHO VERDE NA PARÓQUIA SAGRADA FAMÍLIA

DESTAQUES (ÓVNIS EM TATUÍ?)

GOVERNO DESMORALIZADO – MARCOS CINTRA

O PERFIL DO POLÍTICO QUE O BRASIL QUER – GAUDÊNCIO TORQUATO

TROVAS – DR. LINCOLN

COLUNA GENTE (FOTOS E NOTAS SOCIAIS)

NOVELAS

CANAL 1 – NOTAS DE TV POR FLÁVIO RICCO

VEREADOR PEDE DEVOLUÇÃO DE ESTAÇÃO FERROVIÁRIA

BANDA SINFÔNICA APRESENTA-SE NO CONSERVATÓRIO

VEREADOR PEDE INFORMAÇÕES SOBRE CORTE DE LINHAS TELEFÔNICAS

FUNDAÇÃO COLETA SANGUE EM TATUÍ

FALECIMENTOS

NOTAS E NOTÍCIAS

TATUÍ E SUA HISTÓRIA (JORNAL DE TATHUY – 17-12-1930)

TATUÍ VOLTA NO PROGRAMA MUNICIPIO VERDE AZUL

PALAVRAS CRUZADAS

PÁGINA DE ESPORTES (RODINEI NO FLAMENGO)

VOTO VENCIDO DE MINISTRO PRESERVA PRESUNÇÃO DE INOCÊNCIA

COLUNA POLICIAL

PARÓQUIA EM VIGÍLIA PELO ANO SANTO DA MISERICÓRDIA

CLASSIFICADOS

PREFEITO PRETENDE RECUPERAR RUAS DE TATUÍ

PREFEITURA INAUGURA CRECHE

VAZAMENTO PROVOCA DANO EM LATERAL DE VIADUTO

INTEGRAÇÃO NAS EMPRESAS

MATÉRIAS OFICIAIS

(Edital do Recanto do Bom Velhinho Vale da Lua, edital da Cooperativa dos Plantadores de Cana da Região de Capivari e editais de casamentos do Cartório de Registro Civil de Tatuí).

TATUÍ É O MUNICÍPIO QUE MAIS TEVE AÇÕES DE IMPROBILIDADE ADMINISTRATIVA

fevereiro 18, 2016

Anuário da Justiça São Paulo 2016.JPG

De cada dez municípios de São Paulo, quatro tiveram seus prefeitos condenados por improbidade em um ano. Foram 266 condenações de prefeitos e ex-prefeitos — de novembro de 2014 a outubro de 2015. O levantamento, feito pelo Anuário da Justiça São Paulo 2016, baseou-se na análise de 402 apelações julgadas no mérito em ações de improbidade administrativa contra prefeitos no período. Constatou-se que 66% das ações terminaram com a condenação do acusado. Na maioria dos casos de absolvição (34%), a falta de provas ou a presença de dolo na irregularidade apontada fundamentam os acórdãos. O presidente do TJ-SP, Dimas Mascaretti, afirmou que, diante das inúmeras ações contra agentes públicos e contra aqueles que se beneficiam da improbidade administrativa, os juízes “têm um compromisso claro e diuturno no combate a todo e qualquer crime, principalmente os crimes contra a administração pública”.

Tatuí foi o município que mais teve ações de improbidade administrativa no período pesquisado. Só o ex-prefeito Ademir Signori Borssato respondeu a sete processos. Foi condenado em cinco ações e em outras duas, absolvido. As condenações foram por pagamento a empresa sem que o serviço fosse prestado; processos licitatórios fraudulentos e contratação de empresas sem licitação. O Anuário da Justiça São Paulo 2016 é uma publicação da revista eletrônica Consultor Jurídico e será lançado no dia 24 de fevereiro, no Tribunal de Justiça de São Paulo, às 18h.

 Informatização total

A Justiça de São Paulo inicia 2016 com o processo eletrônico totalmente implantado em todas as suas instâncias e pronta para enfrentar seus 20 milhões de ações em tramitação. É o que aponta o Anuário da Justiça de São Paulo 2016, que será lançado no dia 24 de fevereiro. O trabalho, que é desenvolvido pela equipe de jornalistas da revista eletrônica Consultor Jurídico, mostra desde dezembro de 2015, novas ações são aceitas apenas pelo Sistema de Automação da Justiça (SAJ), a versão do Processo Judicial Eletrônico (PJe) do Tribunal de Justiça de São Paulo. Quase 15% dos 20 milhões de casos em tramitação em São Paulo foram recebidos em formato digital ao longo da implantação do sistema. A nova era dos processos judiciais reduz drasticamente a burocracia. Estima-se que o processo eletrônico reduz em 70% o tempo da tramitação. Entre os tribunais de Justiça, o TJ paulista –  com suas 1.480 varas, 2 mil juízes, 358 desembargadores e 337 fóruns – foi o primeiro de grande porte a completar a instalação do processo eletrônico. O Anuário traz um raio-X completo do funcionamento da maior corte do país e demais entidades ligadas à Justiça paulista.

O Anuário da Justiça de São Paulo traz também um levantamento sobre as 685 ações diretas de constitucionalidade julgadas pelo Tribunal de Justiça de São Paulo em 2015. Foi constatado que do total de ações analisadas, cerca de 1/3 (188) diz respeito a leis ou falta de leis que autorizam a contratação de servidores públicos sem concurso. E, desse subtotal, 31 referem-se à contratação de assessor jurídico para prefeitura sem concurso público, o que é inconstitucional.

Outro fato alarmante levantado nesta edição do Anuário da Justiça de São Paulo é que de cada dez municípios do estado, quatro tiveram seus prefeitos condenados por improbidade em um ano. Os principais motivos para as 266 condenações de prefeitos e ex-prefeitos de São Paulo por improbidade administrativa, de novembro de 2014 a outubro de 2015, foram: contratações sem licitações, fraudes a licitações, dispensa de concurso público, uso indevido de verbas públicas, uso da máquina para propaganda pessoal e nepotismo. (Jornalista Vivian Nappi – assessoria de imprensa).

Serviço: Anuário da Justiça de São Paulo 2016 – Lançamento: 24 de fevereiro de 2016 – Local: Tribunal de Justiça de São Paulo – Endereço: Praça da Sé, s/nº – Salão dos Passos Perdidos – São Paulo, SP – Horário: 18h

 

 

 

 

 

Destaques da edição de 20-2-2016

fevereiro 18, 2016

JORNAL INTEGRAÇÃO REVELA CASO DE ZIKA VÍRUS EM TATUÍ

MUNICÍPIO CONDENADO POR DANOS CAUSADOS POR ENCHENTE

RIBEIRÃO DO MANDUCA AINDA OFERECE RISCOS À POPULAÇÃO

TATUÍ É “CAMPEÔ ESTADUAL DE IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA

DESTAQUES

LOBBY, DEMOCRACIA E CORRUPÇÃO – GAUDÊNCIO TORQUATO

TROVAS – DR. LINCOLN

FROUXIDÃO FISCAL – MARCOS CINTRA

COLUNA GENTE (FOTOS E NOTAS SOCIAIS)

NOVELAS

CANAL 1 – NOTAS DE TV POR FLÁVIO RICCO

FALECIMENTOS

VEREADOR CRITICA ABANDONO DA PISCINA MUNICIPAL

FUNDO SOCIAL INSCREVE PARA CURSOS GRATUITOS

PARLAMENTAR QUER INFORMAÇÕES SOBRE OBRAS

REFORMA DE POSTO DEVERÁ SER ENTREGUE EM MARÇO

SINDICATO PROMOVE CURSO DE ELETRICISTA

NOTAS E NOTÍCIAS

TATUÍ E SUA HISTÓRIA (JORNAL DE TATHY – 30/11/1930)

OBRAS INTERDITAM TRECHOS DA SP-127

PALAVRAS CRUZADAS

PÁGINA DE ESPORTES

TSE- INTERPRETAÇÃO ERRÔNEA CAUSA POLÊMICA

COLUNA POLICIAL

FERIADO DE CARNAVAL REGISTRA UMA MORTE NA ESTRADA

BOITUVA COMEMORA SUCESSO DO CARNAVAL DE RUA

POUPATEMPO OFERECE COLETA BIOMÉTRICA PARA RG

MATÉRIAS OFICIAIS

(Edital do Fórum da Comarca, Edital do Clube de Campo de Tatuí e editais de casamentos do Cartório de Registro Civil de Tatuí).

 

 

Vigilância Epidemiológica confirma caso de zika vírus em Tatuí

fevereiro 13, 2016
IMG_3831

Rosana Lopes confirma caso de zika vírus em Tatuí.

Nesta sexta-feira (12), em palestra na sede do Lions Clube de Tatuí, Rosana Lopes, técnica da equipe de Vigilância Epidemiológica, confirmou a existência de um caso de  zika vírus  atendido em Tatuí. A representante da saúde pública informou ainda que em 2015 foram registrados 593 casos de dengue no município, entre autóctones e importados. Em 2016, a reportagem apurou que foram confirmados três casos autóctones de dengue e que o caso de zika vírus, anunciado na reunião do Lions, ocorreu em novembro. A paciente, uma mulher, foi tratada na cidade e contraiu a doença ao visitar familiares no Mato Grosso. Rosana Lopes, de forma didática, explicou o perigo do vírus aedes aegypti na transmissão de dengue, zika vírus e chikungunya. Apesar de os sintomas  serem semelhantes existem algumas diferenças e as três doenças são causadas pela picada do mosquito Aedes Aegypti.  O vírus de cada uma delas se manifestam de formas diferentes e possuem duração e complicações também diferenciadas.

Dia D Nacional – Neste sábado (13), Tatuí fez parte do “Dia D” do Ministério da Saúde para combater o mosquito aedes aegypti. O objetivo da campanha nacional é conscientizar sobre a gravidade das doenças e de uma possível epidemia que preocupa autoridades sanitárias. A campanha aconteceu na Praça da Matriz e a organização foi da Prefeitura de Tatuí, através das secretarias de Saúde e de Esporte, Lazer e Juventude. Agentes de combate à dengue  percorreram os estabelecimentos comerciais da região central para realizar a fiscalização e controle de criadouros. Na praça, uma equipe informou a população sobre os cuidados que devem ser tomados para impedir a proliferação do mosquito, com distribuição de cartilhas e panfletos informativos para a população.

Recomendações – As principais recomendações para evitar a proliferação do mosquito são eliminar água acumulada em calhas, ralos, vasos de plantas e pneus, além de manter caixas d’água sempre bem fechadas. Se for viajar o cuidado deve ser redobrado. Antes de deixar a residência, o morador deve verificar se não está abandonando recipientes que possam acumular água e servir como criadouro para as larvas do mosquito. É recomendado prestar atenção em espaços  como vasos de plantas, ralos,  inclusive nos coletores de água da geladeira e do ar condicionado. A população deve estar também atenta aos sintomas da dengue que são febre alta, dor de cabeça, dor atrás dos olhos, dores no corpo e o aparecimento de manchas vermelhas pelo corpo. Na presença de alguns desses sintomas é importante procurar imediatamente o serviço de saúde e nunca se automedicar. O serviço de saúde está apto para oferecer tratamento adequado e acompanhamento médico gratuito.

 

 

Futebol com alegria e irreverência

fevereiro 11, 2016

Durante o carnaval, dois importantes clubes de Tatuí promoveram o tradicional “Futebol das Bonecas”, amistoso onde os atletas se vestem com trajes femininos e proporcionam lances e jogadas inusitadas, que fazem o público dar boas risadas. O resultado principal desses amistosos não se traduz pelo placar, mas pela manutenção de uma tradição esportiva de muitos anos no carnaval de Tatuí, onde deve sempre prevalecer alegria, amizade e confraternização.

No domingo (7), o Clube de Campo organizou a partida e recebeu torcedores e familiares nas arquibancadas do Estádio “Itatibão”. O jogo festivo teve inclusive a participação do novo presidente do clube, João Francisco de Lima, o “João do Sindicato”, que demonstrou, assim como os demais jogadores, bom humor e espírito carnavalesco. Na segunda-feira (8), foi a vez dos sócios da Associação Atlética XI de Agosto organizar o “Futebol das Bonecas” no Estádio “Dr. Gualter Nunes”. Nem mesmo o intenso calor diminuiu a animação dos sócios do clube que participaram do evento carnavalesco.

bolarede_boneca4

Destaques da edição de 13-2-2016

fevereiro 11, 2016

FOLIÕES PARTICIPAM DO CARNAVAL

OPINIÃO – MOMO DESTRONADO EM TATUÍ

SEM APOIO, CORDÃO DO BICHOS DESFILA  NA PRAÇA

BANDA DO BONDE ANIMA CARNAVAL

VEREADOR PARABENIZA OS QUARENTA ANOS DO INTEGRAÇÃO

CORTE DE DESPESA E CPMF – MARCOS CINTRA

TROVAS – DR. LINCOLN

COAÇÃO, COERÇÃO E DELAÇÃO – GAUDÊNCIO TORQUATO

COLUNA GENTE – FOTOS E FATOS SOCIAIS

NOVELAS

CANAL 1 – NOTAS DE TV POR FLÁVIO RICCO

CDMCC AGENDA FORMATURA

CÂMARA INSTALA PAINEL ELETRÔNICO

FALECIMENTOS

TATUÍ E SUA HISTÓRIA – JORNAL DE TATHY – 23-11-1930

QUADRILHA ASSALTA INDÚSTRIA

VEREADOR REIVINDICA CEMITÉRIO PARA ANIMAIS

CIIE RECRUTA ESTAGIÁRIOS PARA O TER

PÁGINA DE ESPORTES

ATENDENTES DO SAMU PARTICIPAM DE CURSO

CARNAVAL COM ROCK NA PRAÇA

CRECHE PASSA A ATENDER ALUNOS DE PRÉ-ESCOLA

COLUNA POLICIAL (Santa Casa suspende cirurgia de bebê anestesiado)

FALTA DE DEFENSORIA PÚBLICA EM TATUÍ REPERCUTE NA MÍDIA

CLASSIFICADOS

INTEGRAÇÃO NAS EMPRESAS

MATÉRIAS OFICIAIS

(Editais de casamentos do Cartório de Registro Civil de Tatuí)

 

Opinião – Tatuí não conta com Defensoria Pública

fevereiro 3, 2016

A Comarca de Tatuí  consta de um Diagnóstico da Defensoria Pública no Brasil como uma das unidades jurisdicionais existentes no estado de São Paulo que não conta com Defensoria Pública. Em todo o estado, das 1604 unidades jurisdicionais, existem apenas 43 unidades em funcionamento.

De acordo com o relatório, para lidar com essa questão, desde 2004, vem sendo realizado o Diagnóstico da Defensoria Pública no Brasil, que levanta dados sobre o funcionamento dessas instituições em todo o território nacional. Esse esforço tem permitido mapear os avanços alcançados, os desafios e as diferenças existentes nas Defensorias da União, do Distrito Federal e dos Estados. O Diagnóstico integra o Projeto Fortalecimento do Acesso à Justiça no Brasil, firmado entre o Ministério da Justiça, o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud) e a Agência Brasileira de Cooperação. Nesta publicação, são apresentados os principais resultados da pesquisa, de forma relativamente sintética, visando a uma comunicação mais ampla. Ao mesmo tempo, optou-se por construir uma peça analítica, capaz de indicar pontos relevantes sobre a situação das Defensorias Públicas do país, a fim de que contribuam efetivamente para o entendimento dos desafios e para a proposição de possíveis caminhos para a ampliação do acesso à Justiça no país e garantia de direitos.

A Lei 1.060, de 5 de fevereiro de 1950,  estabelece normas para a concessão de assistência judiciária aos necessitados. Em seu artigo 1º, a legislação determina que  “os poderes públicos federal e estadual, independente da colaboração que possam receber dos municípios e da Ordem dos Advogados do Brasil, – OAB, concederão assistência judiciária aos necessitados nos termos da presente Lei”.

O direito fundamental à orientação jurídica e à assistência judiciária gratuita, reconhecido a quem não dispõe de condições financeiras adequadas para contratar um Advogado particular, mostra-se tão relevante a ponto de haver sido proclamado pela própria Constituição da República (art. 5º, inciso LXXIV, e art. 134 e seus parágrafos). Trata-se, portanto, de um direito de natureza CONSTITUCIONAL instituído em favor do cidadão!  Tatuí precisa reivindicar a vinda, em caráter permanente, para a nossa Comarca, de Defensores Públicos estaduais, para que a declaração constitucional de direitos, como o de assistência jurídica aos necessitados,  NÃO se converta em mera  (e VAZIA) proclamação retórica!

Está na hora de os políticos de Tatuí, e os futuros candidatos, também, preocupados com a população necessitada de seu direito fundamental ao beneficio da gratuidade e acesso à orientação jurídica, bem assim as nossas autoridades, de pressionar o Poder Executivo Estadual (Governador e Secretário da Justiça) e o Defensor Público Geral do Estado a proverem os cargos de Defensor Público na Comarca de Tatuí.

 

Destaques da edição de 6-2-2016

fevereiro 3, 2016

CLUBES PROMOVEM CARNAVAL EM TATUÍ

TATUÍ NÃO CONTA COM DEFENSORIA PÚBLICA

TATUIANO NO INICÍO DO ANO JUDICIÁRIO NO STF

MEDALHISTA OLÍMPICO DE JUDÔ VISITA TATUÍ

PROJETO PARA ENFRENTAR A CRISE – MARCOS CINTRA

DESTAQUES

TROVAS – DR. LINCOLN

A CONSCIÊNCIA SOBRE DIREITOS – GAUDÊNCIO TORQUATO

COLUNA GENTE – FOTOS E FATOS SOCIAIS

NOVELAS

CANAL 1 – NOTAS DE TV POR FLÁVIO RICCO

PROFESSORES PROTESTAM PELA NÃO PAGAMENTO DO FUNDEB

PREFEITURA TENTA EXPLICAR NÃO PAGAMENTO DE BÔNUS

GOVERNO ESTADUAL CONFIRMA DUPLICAÇÃO DA SP-129

GRUPO DE JOVENS COMEMORA QUINTO ANIVERSÁRIO

FALECIMENTOS

NOTAS E NOTÍCIAS

DENGUE – MP PERMITE ENTRAR EM IMÓVEIS ABANDONADOS

PALAVRAS CRUZADAS

TATUÍ E SUA HISTÓRIA – JORNAL DE TATHUY – 16-11-1930

P;AGINA DE ESPORTES

CÓRDÃO DOS BICHOS E BLOCOS APRESENTAM-SE NO CARNAVAL

EMPRESAS E PREFEIITURAS INVESTEM R$ 47 MILHÕES EM 2915

SPVIAS REPASSA R$ 29 MILHÕES PARA MUNICÍPIOS

COLUNA POLICIAI

CLASSIFICADOS

BISPO CELEBRA MISSA DE CINZAS EM TATUÍ

CAMPANHA DA FRATERNIDADE ABORDA SANEAMENTO BÁSICO

“PRAÇA DO BARÃO” ÀS ESCURAS

MATERIAIS OFICIAIS

(Edital do Fórum da Comarca e editais de casamentos do Cartório de Registro Civil de Tatuí).

 

Destaques da edição de 30-1-2016

fevereiro 1, 2016

INDÚSTRIA FECHA 1055 POSTOS DE TRABALHO EM TATUÍ

BURACOS NAS RUAS CAUSAM PREJUÍZOS

ERROS NA POLÍTICA COMERCIAL – MARCOS CINTRA

DESTAQUES

O DESERTO DE NOSSAS ESPERANÇAS – GAUDÊNCIO TORQUATO

TROVAS – DR. LINCOLN

COLUNA GENTE – FOTOS E FATOS SOCIAIS

NOVELAS

CANAL 1 – NOTAS DE TV POR FLÁVIO RICCO

LEI GARANTE MAIORES DIREITOS PARA DEFICIENTES

PREFEITURA INAUGURA AMPLIAÇÃO DE CRECHE

CORTE DE ÁRVORE DANIFICA MONUMENTO À BÍBLIA

FALECIMENTOS

PALAVRAS CRUZADAS

TATUÍ E SUA HISTÓRIA – JORNAL DE TATHUY – 9/11/1930

NOTAS E NOTÍCIAS

ALUNA DE TATUÍ APROVADA NA UNIVERSIADE DE COIMBRA

PALESTRA ABORDA REVOLUÇÃO CÓSMICA

COLUNA DE ESPORTES

SINDICATO ABRE INSCRIÇÕES PARA NOVOS CURSOS

CONCESSIONÁRIA INTERDITA TREVO DA SP-127

SINAL ANALÓGICO SERÁ DESLIGADO EM TATUÍ

PROTETORES DE ANIMAIS DENUNCIAM CÃES E GATOS ABANDONADOS

COLUNA POLICIAL

PIT BULL PULA MURO E ATACA MENINO DE TRÊS ANOS

CLASSIFICADOS

FALTA DE MANUTENÇÃO INVIABILIZA BANCO DE SANGUE

PREFEITURA RECUA E BAIXA O IPTU DE 2016

INTEGRAÇÃO NAS EMPRESAS

MATÉRIAS OFICIAIS

(Editais do Fórum da Comarca, Edital da Prefeitura de Cesário Lange, Edital do Cartório de Registro Civil de Boituva e editais de casamentos do Cartório de Registro Civil de Tatuí).


%d blogueiros gostam disto: