Arquivo do Autor

FALECE O EX-DEPUTADO GIJO CASTELLANO

abril 15, 2021

Dia 8 de abril, faleceu em São Paulo, aos 95 anos, o ex-deputado estadual José Felício Castellano, conhecido como Gijo Castellano. Ele ocupou cadeira na Assembleia Legislativa de São Paulo no período de 1958 a 1983, por seis mandatos consecutivos. Gijo também foi superintende do Sesi. Durante sua trajetória nesta instituição, seu grande legado para  Tatuí foi a construção do Cat-Sesi, na Avenida São Carlos. Castellano sempre teve boa votação no município, com apoio político de um grupo de amigos.

CONTRA O ARMAMENTO

No início desta semana, o deputado federal Samuel Moreira (PSDB) fez um pronunciamento em sua rede social e se posicionou contra o armamento da população, como preconiza o presidente Jair Bolsonaro. Na segunda-feira (12), a ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), através de medida liminar, invalidou todos os pontos polêmicos dos quatro decretos de Bolsonaro. Estas mudanças abrandavam a Lei do Desarmamento do Brasil. Com essa medida, esta questão somente será discutida quando o presidente Luiz Fux pautar a matéria no  Plenário do STF.

CELSO DEFENDE A VACINA

O ministro aposentado Celso de Mello cumprimentou o presidente Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal (STF), por sua vacinação contra o novo coronavírus. O tatuiano elogiou a postura de Fux ao defender a ciência e ressaltou que, “na situação caótica a que foi irresponsavelmente lançado o Brasil, a vacina significa a “própria exaltação da vida”. “Parabéns por seu gesto que rejeita, de modo expressivo, aos olhos da Nação, práticas negacionistas irresponsáveis e que repudia, com a elevada autoridade do seu cargo de Chefe nominal do Poder Judiciário nacional, o grito necrófilo, desprezível e infame de mentes obscurantistas que absurdamente cultuam a morte em paradoxal detrimento da preservação da saúde e da intangibilidade da vida de nossos cidadãos”.

Destaques da edição de 17-4-2021

abril 15, 2021

TATUÍ RECEBE R$ 750 MIL DO PROGRAMA  “ASFALTO NOVO”

CIDADE EM  SITUAÇÃO DE EMERGÊNCIA PELA DENGUE

OPERAÇÃO LIMPEZA VISA BAIRROS DE TATUÍ

COVID-19 PROVOCA MAIS MORTES EM ABRIL

POPULAÇÃO COLABORA COM O FUNDO SOCIAL

DIOCESE CONFIRMA CELEBRAÇÕES SEM PÚBLICO

REORGANIZANDO NOSSAS VIDAS – GAUDÊNCIO TORQUATO

TATUÍ INICIA VACINAÇÃO CONTRA GRIPE

PREFEITURA REGULAMENTA ATIVIDADES ESCOLARES

MOSQUITO DA DENGUE ATACA PARTES BAIXAS DO CORPO

FALECIMENTOS

NOTAS E NOTÍCIAS

NOTÍCIAS DA CÂMARA MUNICIPAL

TATUÍ E SUA HISTÓRIA – JANEIRO DE 1908

RIR EM TEMPO DE PANDEMIA – JARBAS SOBRAL NETO

COLUNA GENTE

COLUNA DE ESPORTES

CLASSIFICADOS

COLUNA POLICIAL

PALAVRAS CRUZADAS

NOVELAS

CANAL 1 –NOTAS DE TV POR FLÁVIO RICCO

MATÉRIAS OFICIAIS

(Leis, decretos, portarias e atos oficiais da Prefeitura de Tatuí e editais de casamentos do Cartório de Registro Civil de Tatuí).

MOSQUITO DA DENGUE VOA BAIXO

abril 9, 2021

Todos os estudos da contaminação do aedes aegypti, transmissor da dengue, mostram que é mosquito de hábito diurno. O ataque sempre é transmitido pela fêmea e esta voa até 1m20 de altura. Por esta razão, ela pica os pés e as pernas para transmissão do vírus. Difilmente, segundo os estudos, ela ataca a parte alta do corpo humano. A preferência para picar é no período da manhã e no final da tarde. Não é um mosquito de hábitos noturnos, como o pernilongo. Os estudos revelam que cada fêmea produz uma média de 350 ovos. Estes podem ficar dormentes por um ano em quintais e locais propícios para se desenvolver. E aparece com maior incidência na época das chuvas. A água limpa e parada é um promissor criadouro, mesmo nos quintais das casas e terrenos baldios. Em prédios altos, o mosquito pode atingir os andares superiores pela escada e através de elevadores. A vigilância por parte da população é o melhor meio de combate. Tatuí não é a única cidade da região a atingir números assustadores, como ocorrem neste momento. Agentes sanitários descobriram que no Jardim São Paulo, atrás da rodoviária, em duas residências fechadas e com piscinas estavam presentes focos de mosquitos da dengue. Por esta razão, proprietários de casas e barracões, a ser alugadas e fechadas, devem vistoriar seus imóveis. Em 2015, a cidade de Sorocaba também enfrentou uma pandemia de dengue. Dados oficiais revelam que neste ano houve 56 mil casos nesta cidade. Uma ação efetiva das autoridades sanitárias, com a colaboração da população, conseguiu debelar esta pandemia. Neste momento, em que Tatuí passa por este sério problema, seria aconselhável para pessoas que não contrairam a dengue, que protejam melhor a parte baixa dos corpos, com roupas, meias e repelentes. Todo o cuidado é pouco neste momento que a cidade enfrenta a dengue e a Covid-19. As denúncias de irregularidades em Tatui podem ser comunicadas pelos telefones (15) 3259-8428 ou 3259-8463.

Celso defende lockdown como medida sensata e necessária para vencer a Covid

abril 8, 2021

O sucesso de Araraquara (SP), no combate à Covid 19, levou o ministro aposentado do Supremo Tribunal Federal, Celso de Mello, a manifestar, para amigos, seu pensamento a respeito da calamitosa omissão do governo federal, em relação ao quadro caótico vivido pelo país. Segundo o relato, o ministro citou a experiência de Araraquara como “um exemplo notável para o Brasil e para o seu Presidente”. E continuou: “Araraquara, importante município paulista, seguiu as recomendações sensatas e apoiadas em relevantíssima orientação fundada em respeitável conhecimento científico emanadas da OMS (ONU), da Opas, dos EUA, da Itália, da França, da Alemanha, do Reino Unido e de outros países governados por políticos responsáveis que repudiam as insensatas (e destrutivas) teses negacionistas”.

“Hoje, em nosso País, o Presidente da República (que julga ser um monarca absolutista ou um contraditório ‘monarca presidencial”) tornou-se o Sumo Sacerdote de uma estranha religião que desconhece tanto o valor e a primazia da vida quanto o seu dever ético de celebrá-la incondicionalmente!”

A arbitrária recusa de Bolsonaro em decretar o “lockdown” nacional (como ocorreu em países de inegável avanço civilizatório), comentou Celso de Mello, “equivale a um repulsivo e horrendo ‘grito necrófilo’ (que faz relembrar o conflito entre Miguel de Unamuno, reitor da Universidade de Salamanca no início da Guerra Civil espanhola, em 1936, e o General Millán Astray que, seguidor falangista fiel ao autocrata Francisco Franco, “Caudilho de Espanha”, lançou o grito terrível “¡Viva la Muerte; abajo la inteligencia”!).

Ainda segundo o relato, o ex-decano do STF fuzilou “o gesto insensato do Presidente, opondo-se ao ‘lockdown’ nacional, em clara demonstração própria de quem não possui o atributo virtuoso do ‘statesmanship’. De outro lado, essa conduta negacionista torna imputável ao Chefe de Estado, em face de seu inegável despreparo político e pessoal para o exercício das altas funções em que investido, a nota constrangedora e negativa, reveladora daquela ‘obtusidade córnea’ de que falava Eça de Queirós, em 1880, no prefácio da 3ª edição de sua obra ‘O Crime do Padre Amaro’, no contexto da célebre polêmica que manteve com o nosso Machado de Assis“. (Conjur – 7/4/2021).

GOVERNADOR ANUNCIA

 VACINA PARA 65, 66 E 67 ANOS

O Governador João Doria anunciou nesta quarta-feira (7) a ampliação da campanha de vacinação contra COVID-19 para idosos com idade entre 65 e 67 anos ainda em abril. O novo grupo totaliza 1,11 milhão de pessoas. O avanço da campanha depende da chegada das vacinas da Fiocruz ainda nesta semana para êxito no cronograma definido pelo PEI (Plano Estadual de Imunização). O objetivo é iniciar a vacinação de pessoas de 67 anos (350 mil pessoas) no próximo dia 14 de abril. Uma semana depois, no dia 21, outras 760 mil pessoas com 65 e 66 anos poderão receber a primeira dose.
 “Tenho visitado postos de vacinação pela manhã, logo na abertura, e a cada vez fico mais sensibilizado ao ver pessoas de mais idade sendo vacinadas, felizes e alegres. São pessoas que querem viver e estar protegidas com a vacina”, afirmou o Governador.  Agora a vacinação está avançando para as pessoas de 65, 66 e 67 anos e vamos continuar impulsionando o máximo possível, com a vacina do Butantan e outras que puderem ser adquiridas pelo Ministério da Saúde”, reforçou Doria.

TATUÍ REGISTRA 35 MORTES

POR COVID-19 EM OITO DIAS

Nos primeiros oito dias de abril, já foram notificados 657 novos casos de Covid-19 em Tatuí, com o registro de 35 mortes. Desde o início da pandemia, 217 pessoas perderam a batalha para o novo coronavírus no município e foram registrados 9.628 casos positivos. Deste total, 9.045 pacientes se recuperaram da doença, índice de 93,9 %. Até agora, março de 2021 foi o mês mais mortal da pandemia em Tatuí, com 41 óbitos. Mas pelos números registrados nos últimos dias, tudo leva a crer que abril apresenta plenas condições para superar esse doloroso recorde.

De acordo com o boletim epidemiológico da quinta-feira (8), estavam internados 18 pacientes com Covid-19 na UTI da Santa Casa e 42 pacientes no setor de leitos clínicos. A saturação no atendimento persiste, pois a UTI possui capacidade normal para dez leitos e o setor clínico para 22 leitos. No hospital particular de Tatuí, estavam internados 26 pacientes, 16 na UTI e dez nos leitos clínicos.

            As autoridades de saúde apelam à população para obedecer as regras básicas de combate à pandemia, tentar barrar o avanço da Covid-19 e evitar novas infecções, internações e mortes. Enquanto não houver vacina para todos, a única forma de impedir a propagação do novo coronavírus é usar máscara o tempo todo, higienizar as mãos com água e sabão ou álcool em gel e respeitar o distanciamento social, saindo de casa somente para trabalhar ou em caso de necessidade, procurando evitar as aglomerações.

Destaques da edição de 10-4-2021

abril 8, 2021

TATUÍ REGISTRA 35 MORTES POR COVID-19 EM OITO DIAS

CIDADE ADERE À “VACINA CONTRA A FOME”

CASOS DE DENGUE SUPERAM COVID EM TATUÍ

MS PREPARA VACINAÇÃO CONTRA A GRIPE

SANTA CASA E CLUBES EM CAMPANHA PARA OXIGÊNIO

NEM IMPEACHMENT NEM QUARTELADA – GAUDÊNCIO TORQUATO

DESTAQUES – MUDANÇAS NA LEI DE TRÂNSITO

IBGE SUSPENDE PROVAS DO CENSO 2021

FALECIMENTOS

RIR EM TEMPO DE PANDEMIA – JARBAS SOBRAL NETO

TATUÍ E SUA HISTÓRIA – JANEIRO DE 1908

VEREADOR MOBILIZA AÇÃO DE COMBATE À DENGUE

NOTÍCIAS DA CÂMARA MUNICIPAL

NOTAS E NOTÍCIAS

PROJETOR ARBORIZAR RETOMA ATIVIDADES

MINHA HISTÓRIA COM MEUS LIVROS – OLAVO AVALONE FILHO

COLUNA GENTE

COLUNA DE ESPORTES

CLASSIFICADOS

COLUNA POLICIAL

PALAVRAS CRUZADAS

NOVELAS

CANAL 1 – NOTAS DE TV POR FLÁVIO RICCO

MATÉRIAS OFICIAIS

(Leis, decretos e portarias da Prefeitura de Tatuí e editais de casamentos do Cartório de Registro Civil de Tatuí).

PROFISSIONAIS DA EDUCAÇÃO PODEM SE CADASTRAR PARA VACINA DA COVID-19

abril 1, 2021

O secretário da Educação, Rossieli Soares, anunciou nesta quinta-feira (1º) que o site https://vacinaja.sp.gov.br/educacao já está no ar, para os profissionais da educação realizarem o cadastro para receberem a primeira dose da vacina da Covid-19. A primeira etapa da imunização para a Educação terá início no dia 12 de abril, para servidores e funcionários a partir de 47 anos.

“Antes mesmo da divulgação do site já tínhamos pessoas cadastradas, nós pedimos que todas as pessoas se cadastrem, até as que têm menos de 47 anos e não devem ser vacinadas nesta primeira etapa”, explica o secretário Rossieli Soares.

Nesta primeira fase da vacinação, o Governo de SP vai destinar 350 mil doses para imunizar os profissionais da educação com mais de 47 anos atuam nas escolas, desde a creche ao ensino médio, nas redes estadual, federal, municipais e privadas do Estado de São Paulo. A medida visa garantir mais segurança para o retorno das atividades presenciais nas escolas.

Os profissionais devem fazer o cadastro no site https://vacinaja.sp.gov.br/educacao, com número do CPF, nome completo e e-mail. Em seguida, ele receberá um link no email indicado e será necessário validá-lo para dar continuidade ao cadastro. É importante verificar se o email não foi deslocado para a caixa de spam. No passo seguinte, o profissional deve confirmar os dados pessoais e apontar nome da escola, rede de ensino, município e cargo ocupado. Também será necessário anexar os holerites dos meses de janeiro e fevereiro.

UTI DA SANTA CASA DE TATUÍ ESTÁ SATURADA

março 30, 2021

Nesta terça-feira (30), o boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, com os dados sobre a Covid-19 em Tatuí, trouxe uma informação extremamente preocupante.  A Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) da Santa Casa apresenta saturação de 90%, diante do número de leitos que comporta o tratamento por terapia intensiva contra a moléstia. O texto explica que “mesmo com a disponibilidade maior de leitos clínicos e de UTI na Santa Casa de Misericórdia de Tatuí, as taxas de ocupação de leitos clínicos de internados por Covid-19 ou suspeitos supera 81%  e 90% da UTI.

            O mesmo boletim revela que, na terça-feira, estavam internados na Santa Casa 69 pacientes, sendo 19 na UTI e 50 no setor de isolamento, números que superam a capacidade de tratamento em Tatuí. No hospital da Unimed de Tatuí, encontravam-se 27 pacientes, 14 precisando de UTI, e 13 no setor de isolamento. O hospital providencia a construção de mais oito leitos de UTI,  em início da obra. Quem sai do estacionamento da Coop, na Rua Coronel Lúcio Seabra,  depara com uma estrutura de madeira no local onde serão instalados os leitos de Unidade de Terapia Intensiva.

            Somente nas últimas 24 horas, haviam sido notificados 109 novos casos positivos de Covid-19 em Tatuí. E no período de 1º a 30 de março, registraram-se 1.837 casos da doença. Em relação aos óbitos, desde o início da pandemia, até a terça-feira (30), morreram  183 pessoas, dentre eles quatro ainda suspeitos. No período de seis dias as mortes se intensificaram. Em menos de uma semana ocorreram 16 óbitos.

            As autoridades de saúde em todo o País apelam para que a população obedeça as regras básicas de combate à pandemia, para tentar barrar o avanço da Covid-19 e evitar novas infecções, internações e mortes. Enquanto não houver vacina para todos, a única forma de impedir a propagação do novo coronavírus é usar máscara o tempo todo, higienizar as mãos com água e sabão ou álcool em gel e respeitar o distanciamento social, saindo de casa somente para trabalhar ou em caso de necessidade, procurando evitar as aglomerações.

EXÉRCITO SE PREPARA

 PARA A 3ª ONDA

Dia 28 de março,, em entrevista ao jornal Correio Braziliense, o general Paulo Sérgio, responsável pelo setor de Recursos Humanos da Exército, inclusive da área de saúde, acredita que em dois meses (maio) o Brasil enfrentará nova etapa da pandemia, que pode começar por Manaus. Na entrevista, o general fala sobre as ações que evitaram as mortes no Exército. Foram campanhas massivas de distanciamento social e outras ações, como o uso de máscara e higienização das mãos. Com medidas,  como espécie de lockdown, diz o general Paulo Sérgio ao jornalista Renato Souza, o Exército mantém uma taxa de mortalidade pela doença de 0,13%, bem abaixo do índice de 2,5% registrado na população em geral do País.

TATUÍ REGISTRA MIL CASOS DE DENGUE EM TRÊS DIAS

março 29, 2021

Como se não bastasse a evolução da pandemia de Covid-19 na cidade, com mortes diárias causadas pelo novo coronavírus, o mosquito “Aedes Aegypti”, transmissor da dengue, também é um dos “protagonistas” deste momento de grave crise na área de saúde. Em apenas três dias, foram registrados exatos mil novos casos da doença no município. O boletim epidemiológico da quarta-feira (24) apontava 7.411 casos desde o início de 2021. Neste sábado (27), de acordo com o boletim, o número subiu para 8.411.

            A Prefeitura de Tatuí continua a trabalhar em vários bairros, com ações de bloqueio, limpezas e nebulizações (fumacês), para tentar eliminar o mosquito, que procura água parada para depositar seus ovos. Mas a colaboração popular é fundamental nesse sentido. É preciso limpar casas, quintais e terrenos, retirando todos os objetos que possam acumular água, como pneus, baldes, latas, garrafas e vasilhas, por exemplo. É necessário ainda manter vedadas e limpas as caixas d’água, tonéis e cisternas, trocar água das plantas e dos animais de estimação regularmente e limpar piscinas e calhas, deixando-as desobstruídas, para evitar acúmulo de água.

Os entulhos e materiais inservíveis devem ser descartados nos ecopontos disponibilizados na Rua Flávia de Oliveira, próximo ao nº 107, no Bairro Jardins de Tatuí, ou na Rua Victória dos Santos Gomes, s/nº, no Jardim Rosa Garcia II. Os principais sintomas da dengue são febre alta, dor de cabeça, nos olhos e articulações, manchas avermelhadas na pele, náuseas e vômitos. Nos casos mais graves, a doença pode ocasionar hemorragias, levando até ao óbito.

FALECE O EX-VEREADOR “TIO”

março 27, 2021

Neste sábado (27), faleceu o ex-vereador Darcy Ferreira de Camargo, 83 anos, conhecido como “Tio”. Ele é mais uma vitima da Covid-19 e estava internado desde o dia 16 de março na Santa Casa de Misericórdia de Tatui. É pai do jogador Ademar, campeão paulista de futebol pelo São Caetano.

BUTANTAN DESENVOLVE VACINA 100% NACIONAL CONTRA A COVID-19

março 26, 2021

O Governador João Doria anunciou nesta sexta-feira (26) que o Instituto Butantan, ligado ao Governo do Estado de São Paulo, iniciou o desenvolvimento e a produção-piloto da primeira vacina brasileira contra o novo coronavírus. A expectativa é que os ensaios clínicos de fases 1 e 2 em humanos com o novo imunizante comecem já em abril, após autorização da Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária). “Este é um anúncio histórico para o Brasil e para o mundo. A ButanVac é a primeira vacina 100% nacional, integralmente desenvolvida e produzida no Brasil pelo Instituto Butantan, que é um orgulho do Brasil. São 120 anos de existência, o maior produtor de vacinas do Hemisfério Sul, do Brasil e da América Latina e agora se colocando internacionalmente como um produtor de vacina contra a COVID-19”, disse Doria.

A ButanVac será uma vacina desenvolvida e produzida integralmente no Butantan, sem necessidade de importação do IFA (Insumo Farmacêutico Ativo). Os resultados dos testes pré-clínicos realizados com animais se mostraram promissores, o que permite evoluir para estudos clínicos em humanos.

A iniciativa do novo imunizante faz parte de um consórcio internacional do qual o Instituto Butantan é o principal produtor, responsável por 85% da capacidade total, e tem o compromisso de fornecer essa vacina ao Brasil e aos países de baixa e média renda. A produção-piloto do composto já foi finalizada para aplicação em voluntários humanos durante os testes. Para a produção da ButanVac o instituto deverá usar tecnologia já disponível em sua fábrica de vacinas contra a gripe, a partir do cultivo de cepas em ovos de galinha, que gera doses de vacinas inativadas, feitas com fragmentos de vírus mortos.

Segundo Ricardo Palacios, diretor médico de pesquisa clínica do Instituto Butantan, a nova vacina brasileira terá perfil alto de segurança. “Nós sabemos produzir a ButanVac, temos tecnologia para isso, e sabemos também que vacinas inativadas são eficazes contra a COVID-19. Poder entregar mais vacinas é o que precisamos em um momento tão crítico”, explica.

Diretor-presidente do Butantan, Dimas Covas afirma que a tecnologia utilizada na ButanVac é uma forma de aproveitar o conhecimento adquirido no desenvolvimento da CoronaVac, vacina desenvolvida em parceria com a biofarmacêutica Sinovac, já disponível para a população brasileira.

“Entendemos a necessidade de ampliar a capacidade de produção de vacinas contra o coronavírus e da urgência do Brasil e de outros países em desenvolvimento de receberem o produto de uma instituição com a credibilidade do Butantan. Em razão do panorama global, abrimos o leque de opções para oferecer aos governos mais uma forma de contribuir no controle da pandemia no país e no mundo”, afirma. Segundo ele, a parceria com a a Sinovac será mantida, e não haverá nenhuma alteração no cronograma dos insumos vindos da China. O diretor-presidente do Butantan também afirmou que será possível entregar a vacina brasileira ainda neste ano. “Após o final da produção da vacina contra Influenza, em maio, poderemos iniciar imediatamente a produção da Butanvac. Atualmente, nossa fábrica envasa a Influenza e a CoronaVac. Estamos em pleno vapor”, afirma Dimas Covas.

A tecnologia da ButanVac utiliza um vetor viral que contém a proteína Spike do coronavírus de forma íntegra. O vírus utilizado como vetor nesta vacina é o da Doença de Newcastle, uma infecção que afeta aves. Por esta razão, o vírus se desenvolve bem em ovos embrionados, permitindo eficiência produtiva num processo similar ao utilizado na vacina de influenza. O vírus da doença de Newcastle não causa sintomas em seres humanos, constituindo-se como alternativa muito segura na produção. O vírus é inativado para a formulação da vacina, facilitando sua estabilidade e deixando o imunizante ainda mais seguro.

A pesquisa clínica em humanos do novo imunizante será realizada em conformidade com altos padrões internacionais éticos e de qualidade. Os resultados vão determinar se a vacina é segura e tem resposta imune capaz de prevenir a COVID-19.


<span>%d</span> blogueiros gostam disto: