Anúncios

Archive for maio \30\UTC 2013

Destaques de 31 de Maio de 2013

maio 30, 2013

Exclusivo Online

– LIBERDADE DE IMPRENSA –

STF MANTÉM SENTENÇA FAVORÁVEL AO JORNAL INTEGRAÇÃO

Ministra Cármen Lúcia - foto Carlos Humberto, STF.

Ministra Cármen Lúcia – foto Carlos Humberto, STF.

Dia 2 de maio, em decisão prolatada no Supremo Tribunal Federal (STF), a ministra Carmen Lúcia negou seguimento a um recurso impetrado por Henrique Autran Dourado, diretor do Conservatório de Tatuí, e manteve sentença favorável ao Jornal Integração e ao jornalista José Reiner Fernandes, exarada no Colégio Recursal de Itapetininga.

Dr. José Rubens do Amaral Lincoln, professor de Direito Constitucional, defendeu a garantia da liberdade de imprensa ao Jornal Integração, desde a inicial, em Tatuí, até o Recurso Extraordinário, no STF, em Brasília.

Dr. José Rubens do Amaral Lincoln, professor de Direito Constitucional, defendeu a garantia da liberdade de imprensa ao Jornal Integração, desde a inicial, em Tatuí, até o Recurso Extraordinário, no STF, em Brasília.

No Juizado Especial Cível de Tatuí, o jornal e o jornalista foram condenados a pagar R$ 18.600,00 por supostas ofensas ao diretor do Conservatório. Este episódio ocorreu quando o maestro Antonio Carlos Neves Campos foi demitido, por telefone, do cargo de Diretor Artístico da instituição e antigos professores, que mantinham a boa tradição musical da escola, perderam seus cargos.

No corpo do acórdão do Recurso Extraordinário Com Agravo 647.749, a ministra Carmen Lúcia transcreve a decisão prolatada no Colégio Recursal de Itapetininga, com a íntegra dos votos favoráveis ao Jornal Integração, dos juízes Aparecido Cesar Machado e Marcelo Haddad. Esta decisão cassou a sentença do juiz Marcelo Nalesso Salmaso, do Juizado Especial Cível de Tatuí.

Relata o acórdão, publicado no dia 16 de maio, no site do Supremo Tribunal Federal, que “o recorrido é Diretor Executivo da entidade que administra o Conservatório Dramático de Musical ‘Dr. Carlos de Campos’ de Tatuí, instituição internacionalmente reconhecida pela excelência de seus trabalhos, prestados a toda a população. Para tanto, gere verbas públicas repassadas pela Secretaria de Estado da Cultura. Nesse papel, com a devida vênia, não há como se negar que exerce função pública de alta relevância para a coletividade, sujeita à fiscalização de toda a sociedade, inclusive dos órgãos de imprensa, a quem são assegurados o direito à crítica, desprovida do ânimo da calúnia, difamação e injúria”. Segue ainda o acórdão que “fica claro nos textos destacados que os recorrentes preferiam que continuasse à frente da Instituição um tatuiano, assim como que permanecessem em seus cargos antigos professores. Esta opinião, a despeito do caráter legitimamente cívico ou meramemente bairrista e pessoal, não implica em atingimento à honra do recorrido, nascido em outra cidade”.

A ministra Carmen Lúcia sentencia que “Examinados os elementos havidos no processo, DECIDO. Razão jurídica não assiste ao Agravante (Henrique Autran Dourado)”. E a ministra fundamenta o Recurso Extraordinário com acórdãos da relatoria dos ministros Luiz Fux, Ellen Gracie, Joaquim Barbosa, Cesar Peluso, três acórdãos de sua própria relatoria, artigo 544, parágrafo 4º, Inciso I, do Código de Processo Civil e artigo 21, parágrafo 1º, do Regimento Interno do Supremo Tribunal Federal. A decisão transitou em julgado e não cabe mais nenhum recurso ao diretor executivo do Conservatório.

Principais notícias desta edição

STF MANTÉM DECISÃO FAVORÁVEL AO JORNAL INTEGRAÇÃO

MORREM DOIS ÍCONES DE LIBERDADE DE IMPRENSA

GRIPE H1N1: SECRETÁRIOS CONFIRMA NOVOS CASOS EM TATUÍ

NA ESCURIDÃO, UMA LUZ SE ACENDE, CRÔNICA DE JOSÉ RIGOLÃO

DESTAQUES ECONÔMICOS, POR ANTONIO JOSÉ MARTINS

COLUNA FILATÉLICA, POR CARLOS ROBERTO FAVARÃO

PALAVRAS CRUZADAS

TATUÍ E SUA HISTÓRIA (JORNAL RIDENDO 7-6-1925)

VEREADORES APROVAM CRÉDITO SUPLEMENTAR DE TRÊS MILHÕES

GONZAGA E MOREIRA DISCUTEM DESENVOLVIMENTO REGIONAL

VEREADOR COMEMORA PROIBIÇÃO DE RODEIOS EM ITAPETININGA

CÂMARA APROVA REAJUSTE DO FUNCIONALISMO PÚBLICO

PALESTRA DO SEBRAE ORIENTA SOBRE CAPITAL DE GIRO

PROJETO “TOM NATURAL” RETOMA APRESENTAÇÕES EM TATUÍ

ESCOLA SELECIONA PROFESSORES

FALECIMENTOS

JOVENS DE TATUÍ SE PREPARAM PARA JORNADA DA JUVENTUDE

EUROPARK ORGANIZA FESTA DE LOUVOR A SANTO ANTONIO

COMUNIDADES PROMOVEM FESTAS A SÃO JOÃO BATISTA

SESI DE TATUI MINISTRA CURSO DE RECEITAS JUNINAS

TATUIANO LANÇA LIVRO DE EMPREENDEDORISMO

COLUNA GENTE (FOTOS E FATOS SOCIAIS)

COLUNA POLICIAL

CANAL 1, NOTAS DE TV POR FLÁVIO RICCO

COLUNA DE ESPORTES

PARCERIA E INVESTIMENTOS, ARTIGO DE MARCOS CINTRA

GÁS NATURAL DEVERÁ INVESTIR EM TATUÍ

GUARDIN ANUNCIA NOVA UNIDADE NO MUNICÍPIO

FUNDO SOCIAL GANHA NOVO KIT PARA PADARIA ARTESANAL

CONVÊNIO PREVÊ CONSTRUÇÃO DE FOSSAS BIODISGETORAS

PREFEITURA CONCLUI REFORMAS NA UBS DO BAIRRO CONGONHAL

ASSANTANTES FAZEM “ARRASTÃO” EM RESTAURANTE EM TATUÍ

NOVELAS

NOTAS E NOTÍCIAS

CLASSIFICADOS

MOSTRA DE ARTES CÊNICAS MOVIMENTA A QUADRA

SINDICATO RURAL CADASTRA PRODUTORES PARA COMBATER JAVALIS

INTEGRAÇÃO NAS EMPRESAS

MATÉRIAS OFICIAIS (Editais da Prefeitura de Tatuí, Fórum da Comarca, balancetes da Casa de Apoio ao Irmão de Rua São José e Associação Recanto Betel e editais de casamentos do Cartório de Registro Civil de Tatuí.)

Anúncios

Destaques de 23 de Maio de 2013

maio 23, 2013

Exclusivo Online

STF DEFINE SE GUARDA MUNICIPAL PODE FAZER POLICIAMENTO PREVENTIVO

guarda_municipal-tatui

O Supremo Tribunal Federal (STF), através do Recurso Extraordinário 608.588, deverá decidir se as Guardas Municipais, criadas pelos municípios brasileiros, podem realizar policiamento preventivo. O ministro relator do processo, na ementa de sua decisão, assegura que existe “a necessidade de fixação de parâmetros objetivos e seguros para nortear a atuação legislativa municipal de matéria e por haver ausência de precedente específico e de alcance geral”. Para o ministro “existe necessidade de definição do plenário e a repercussão geral está configurada” no Recurso Extraordinário proposto ao STF.

Esta decisão, a ser prolatada pelo plenário do STF, atinge também a Guarda Municipal de Tatuí e outras da região, porque o interesse jurídico da questão, “alcança diversas municipalidades que mantêm idêntica disciplina”, assegura o ministro relator.

 O RE 608.588 discute decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo que, por maioria de votos, declarou a inconstitucionalidade de artigo de lei do Município de São Paulo, que autoriza a Guarda Civil Metropolitana a “exercer o policiamento preventivo e comunitário, promovendo a mediação de conflitos e o respeito aos direitos fundamentais do cidadão”.

 O acórdão do TJSP, com 21 votos favoráveis e três contrários, declara inconstitucional a atribuição de policiamento preventivo autorizado por lei à Guarda Civil Metropolitana. Esta decisão do colegiado paulista, contestada através de um Recurso Extraordinário, coloca em discussão no plenário do STF os limites e alcance da reserva legal contida em artigo constitucional que preceitua que “Os Municípios poderão constituir guardas municipais destinadas à proteção de seus bens, serviços e instalações, conforme dispuser a lei”.

Prevenção: PM ou GM?

A Constituição Federal assegura que “A segurança pública, dever do Estado, direito e responsabilidade de todos, é exercida para a preservação da ordem pública e da incolumidade das pessoas e do patrimônio”. E que “Às polícias militares cabem a polícia ostensiva e a preservação da ordem pública; aos corpos de bombeiros militares, além das atribuições definidas em lei, incumbe a execução de atividades de defesa civil”.

A controvérsia contida no Recurso Extraordinário, a ser apreciado pelo STF, coloca em discussão as verdadeiras atribuições das guardas municipais. Vai colocar também em discussão se sua atuação é licita quando atua de forma investigativa e preventiva. Para o desembargador Ivan Sartori, voto vencido declarado no TJSP, “a expressão policiamento preventivo e comunitário”, contido na lei municipal de São Paulo, “deve ser interpretada em consonância com a CF, de modo a entender-se que esse policiamento se restringe à proteção dos próprios municipais ou a eventual prisão em flagrante por qualquer delito, faculdade esta atribuída a todo cidadão pelo Código de Processo Penal”. Por derradeiro, em seu voto, o ministro relator do STF assegura que a matéria impõe a intervenção da Corte, para que os municípios, em sua atuações legislativas, fixem as reais competências de suas Guardas Municipais.

Amicus Curiae

Neste Recurso Extraordinário que tramita no STF, o município de Tatuí, através do Departamento Jurídico da Prefeitura Municipal, pode atuar como “Amigo da Corte”. Trata-se de intervenção assistencial em processos de controle de constitucionalidade por parte de entidades que tenham representatividade adequada para se manifestar nos autos sobre questão de direito pertinente à controvérsia constitucional. Não são partes dos processos; atuam apenas como interessados na causa. Plural: Amici curiae (amigos da Corte).

Principais notícias desta edição

SUPREMO DEFINE SE GM PODE FAZER POLICIMENTO PREVENTIVO

MULHER MORRE COM SUSPEITA DE GRIPE H1N1 EM TATUÍ

HOJE ACORDEI NO PASSADO, CRÔNICA DE JOSÉ RIGOLÃO

MUNICÍPIO PODE LEGISLAR SOBRE GRATUIDADE DE TRANSPORTE

DESTAQUES ECONÔMICOS, POR ANTÔNIO JOSÉ MARTINS

COLUNA FILATÉLICA, POR CARLOS ROBERTO FAVARÃO

TATUÍ E SUA HISTÓRIA (JORNAL RIDENDO – 31-5-1925)

PALAVRAS CRUZADAS

VEREADORES APROVAM MAIS DEZ CARGOS NA PREFEITURA

CÂMARA VOTA AUMENTO DO FUNCIONALISMO MUNICIPAL

VEREADOR PROPÕE FEIRA LIVRE NA PRAÇA PAULO SETÚBAL

FALECIMENTOS

EMPREITEIRA PARALISA OBRA DA DELEGACIA DE POLÍCIA

PREFEITO DESTACA O CRESCIMENTO DE BOITUVA

TATUÍ ENFRENTA CIDADE BAIANA NO DIA DO DESAFIO

COLUNA GENTE (FOTOS E NOTAS SOCIAIS)

COLUNA POLICIAL

NOTAS E NOTÍCIAS

CANAL 1, NOTAS DE TV POR FLÁVIO RICCO

CLASSIFICADOS

INTEGRAÇÃO NAS EMPRESAS

NOVELAS

COBAT PARTICIPA DE REUNIÃO SOBRE TRÂNSITO

ETEC SALLES GOMES ABRE INSCRIÇÕES PARA CONCURSO

MATÉRIAS OFICIAIS (Relatório de Gestão Fiscal, lei e decretos da Prefeitura de Tatuí, Aviso de Audiência Pública da Câmara Municipal de Tatuí, editais do Fórum da Comarca e editais de casamentos do Cartório de Registro Civil de Tatuí).

Destaques de 17 de Maio de 2013

maio 17, 2013

Exclusivo Online

PREFEITO DESTACA O CRESCIMENTO DE BOITUVA

Edson Marcusso e prefeitos da região.

Edson Marcusso e prefeitos da região.

Na quarta-feira (15), o atual contexto e as novas tendências da economia regional, ações e investimentos do poder público para alavancar o desenvolvimento dos municípios da região, foram alguns dos temas abordados pelo prefeito Edson Marcusso, de Boituva, em palestra realizada no I Encontro de Gestores de Viagens.

O evento, no Mavsa Resort, em Cesário Lange, reuniu mais de 50 profissionais de gestão de viagens coorporativas, provenientes de grandes empresas do estado de São Paulo. Neste encontro, o Grupo “É Ouro” procurou promover uma reflexão entre os participantes, em relação das oportunidades e crescimento que poderão impactar o setor de gestão de viagens corporativas.

“Nossa região vive um momento histórico. Concentramos a quinta cidade do interior do País em potencial de consumo e com PIB, per capta, de vinte e quatro mil reais. Este número  equivale ao de cidades importantes, como Rio de Janeiro e Curitiba, se comparando ao Vale do Ruhr, que é a região mais populosa da Alemanha e um dos principais polos industriais da Europa”, disse Marcusso. “O desenvolvimento gera desenvolvimento e novas oportunidades para nossa economia”, fala o prefeito de Boituva. Marcusso também deu destaque aos esforços realizados para o fortalecimento da infraestrutura da cidade, dos serviços e ampliar o ‘trade’ turístico de Boituva. “Queremos criar um ambiente empreendedor na cidade, o que é interessante para todos”, disse. Além de Marcusso, outros dois prefeitos da região também contribuíram com informações para o evento: Ramiro de Campos (Cesário Lange) e Emerson Motta (Torre de Pedra).

CINCO DICAS PARA REVOLUCIONAR SUA PEQUENA EMPRESA

Com o título acima, a revista “Exame” publicou matéria em seu site, onde dois especialistas, um deles o tatuiano Renê José Rodrigues Fernandes, listam recomendações para que um pequeno empresário profissionalize o seu negócio. De acordo com o texto, um dos principais erros que os empreendedores cometem é não perceber quando a empresa precisa de recursos para crescer. “O empreendedor, na essência, é uma pessoa que corre riscos, pensa e faz acontecer, mas não sabe necessariamente gerir um negócio”, explica José Augusto Figueiredo, presidente no Brasil da consultoria LHH/DBM na América Latina. Para Renê José Rodrigues Fernandes, gerente de projetos do Centro de Empreendedorismo e Novos Negócios (FGVcenn) da Escola de Administração de Empresas de São Paulo da Fundação Getulio Vargas (FGV-EAESP), às vezes, o empresário tem várias informações sobre a empresa nas mãos, mas não sabe como utilizar de forma estratégica. Veja abaixo cinco recomendações de Fernandes e Figueiredo, para profissionalizar sua pequena empresa.

  1. Tenha um plano de negócios – Uma das principais ferramentas para gerenciar uma empresa, o plano de negócios não é somente necessário no começo da empresa. “É um controle ou uma fotografia de como a empresa está”, afirma Fernandes. Informações sobre o mercado, finanças e operações são importantes para montar esse documento. Se o empresário fizer a constante revisão, poderá usar como base para decisões estratégicas.
  2. Aprenda a delegar – Uma atitude inteligente que um empresário deve tomar é refletir sobre a maneira como faz a gestão de sua equipe de funcionários. “Ele precisa perceber se confunde competência com confiança”, afirma Figueiredo. Ao descentralizar algumas decisões, o empreendedor poderá contar com uma equipe mais confiante e preparada para lidar com situações inesperadas.
  3. Separe as contas da empresa – Um erro comum e grave cometido por pequenos empresários é o de misturar gastos pessoais com os do negócio. Além disso, a separação deve ser estendida para todas as áreas da empresa e não só a financeira. “Se a esposa do sócio pede algo para um funcionário da empresa, tem desvio não só de dinheiro, mas de função”, explica Fernandes. Por isso, separar bem as questões pessoais e profissionais é essencial.
  4. Reúna um conselho de administração – Dependendo do nível de amadurecimento da empresa, não é recomendado que as decisões fiquem somente nas mãos do dono. Ao buscar pessoas de fora para participar do conselho, o empreendedor pode agregar profissionais com uma visão macro do mercado.Para Fernandes, poucas empresas têm e muitas que teriam potencial para ter este conselhor estão desperdiçando essa oportunidade.
  5. Busque ajuda especializada – Recorrer a consultorias jurídicas e contábeis é recomendável para tomar determinadas decisões em relação ao negócio, como tributos e leis trabalhistas. Para certos negócios, Fernandes explica que o auxílio de auditores externos é importante. Pode se tornar uma grande vantagem para quando a empresa estiver pronta para receber um aporte de uma venture capital, por exemplo. (Camilan Lam, da Exame.com 10/5/2013)

Principais notícias desta edição

ASILO PREPARA FESTA DA CARIDADE

SEGURANÇA BALEADO MORRE EM SOROCABA

LITAC É DECLARADA DE UTILIDADE PÚBLICA

MÉDICOS ESTRANGEIROS NO BRASIL, POR JOSÉ RIGOLÃO

COLUNA FILATÉLICA, POR CARLOS ROBERTO FAVARÃO

TATUÍ E SUA HISTÓRIA (JORNAL RIDENDO – 31-5-1925)

PALAVRAS CRUZADAS

CÂMARA APROVA PROJETO PARA AGILIZAR CAIXAS EM SUPERMERCADO

HOMENAGEM AO “BARÃO DE SURUÍ”

VEREADOR REIVINDICA CRECHE ESPECIAL

PARLAMENTAR QUE SABER DE PONTE QUEBRADA

TOQUE DE ACOLHER É TEMA DA TRIBUNA LIVRE NA CÂMARA

MALUF ANUNCIA R$ 200 MIL PARA SANTA CASA DE TATUÍ

CRIAÇÃO DO MD ALTERA FORMAÇÃO PARTIDÁRIA NO LEGISLATIVO

FALECIMENTOS

NOTAS E NOTÍCIAS

NOTAS SOCIAIS

ENCONTRO DE ADOÇÃO DE ANIMAIS

COLUNA GENTE (FOTOS E NOTAS SOCIAIS)

COLUNA POLICIAL

COBAT ELEGE NOVA DIRETORIA

SEBRAE AUXILIA GESTÃO DE NEGÓCIOS EM TATUÍ

CANAL 1, NOTAS DE TV POR FLAVIO RICCO

COLUNA DE ESPORTES

DENGUE AVANÇA EM TATUÍ E REGIÃO

TATUÍ SEDIA ENCONTRO DE FUNDOS SOCIAIS

AUDIÊNCIAS DEFINEM NOVA REGIÃO METROPOLITANA DE SOROCABA

NOVELAS

CLASSIFICADOS

CINCO DICAS PARA REVOLUCIONAR SUA PEQUENA EMPRESA

INTEGRAÇÃO NAS EMPRESAS

PREFEITURA ENTREGA NOTEBOOKS EM ESCOLAS RURAIS

MATÉRIAS OFICIAIS (Editais da Prefeitura de Tatuí, Aviso de Audiência Pública da Secretaria da Fazenda, editais de chamamentos da Prefeitura de Tatuí e editais de casamentos do Cartório de Registro Civil de Tatuí).

Destaques de 10 de Maio de 2013

maio 10, 2013

Exclusivo Online

CÂMARA NÃO TEM COMPETÊNCIA PARA APRECIAR PROJETO “TOQUE DE ACOLHER”

Vereador Jorge Sidnei Rodrigues da Costa.

Vereador Jorge Sidnei Rodrigues da Costa.

No Brasil, o “toque de recolher (ou acolher)”, denominado “Curfew” pelos americanos, só pode ser validamente determinado por legislação editada pela União Federal, por intermédio do Congresso Nacional. Trata-se de matéria sujeita à competência privativa da União Federal e regida pelo postulado da reserva constitucional de lei formal. Nem mesmo o Juiz da Infância e da Juventude dispõe desse poder, como reiteradamente tem decidido o Superior Tribunal de Justiça à luz dos princípios estabelecidos no Estatuto da Criança e do Adolescente.

Em abril, a Câmara Municipal de Tatuí, através de requerimento assinado por sete vereadores e encabeçado pelo vereador Jorge Sidnei Rodrigues da Costa (PMDB), sugeriu ao prefeito José Manoel Correa Coelho que informe sobre a possibilidade de elaborar, em conjunto com o Juizado da Infância e da Juventude e Conselho Tutelar, uma lei municipal que institua em Tatuí o “Toque de Acolher”, para menores de 16 anos, sem a presença do responsável legal ou acompanhantes, entre 23 e 5 horas da manhã.

Embora imbuído do maior espírito público e de uma iniciativa louvável, o vereador Jorge Sidnei Rodrigues Rodrigues da Costa não vai conseguir implantar esta medida em Tatuí, através de uma lei municipal. No entanto, não significa que não haja uma solução. Há um projeto de lei 4590/12, de iniciativa do deputado Roberto de Lucena (PV-SP), em tramitação na Câmara dos Deputados, disciplinando a questão “toque de recolher”. Por tratar-se de matéria pertinente ao direito infanto-juvenil, é da União Federal, a competência constitucional para legislar, com exclusividade, sobre esse tema. Isso significa que o município não dispõe, no sistema de repartição constitucional de competências, de atribuição para legislar, validamente, sobre essa questão (CF, arts. 21,22, 23, 24, 25 e 30, por exemplo). Portanto, qualquer lei municipal que assim o faça refletirá situação de frontal inconstitucionalidade formal, por usurpação ilegítima de competência privativa da União Federal.

O projeto de lei 4590/12, de iniciativa do deputado Roberto de Lucena, pauta pela mesma  iniciativa proposta pelo vereador Jorge Sidnei, na Câmara de Tatuí. Lucena, representante do PV paulista, através da nova lei, visa  restringir a permanência de crianças e adolescentes em bares, restaurantes, lanchonetes ou qualquer local público, após as 22 horas. A proposta, que altera o Estatuto da Criança e do Adolescente (Lei 8.069/90), encarrega o juiz da Vara da Infância e da Juventude de, justificadamente, restringir essa permanência caso a criança ou o adolescente esteja desacompanhado dos pais ou responsáveis. Lucena lembra que vários municípios já adotaram a medida. Na avaliação do deputado, o direito à liberdade, conferido a crianças e adolescentes pelo próprio estatuto, não pode ser confundido com o “perdimento” da infância e da adolescência.

— Não se pode falar em ferir direitos dos jovens, quando um bem maior deve ser preservado: a sua dignidade, a sua segurança e o seu bem-estar, argumenta Lucena.

Principais notícias desta edição

CÂMARA NÃO TEM COMPETÊNCIA PARA APRECIDAR “TOQUE DE ACOLHER”

MUNDO COMEMORA DIA DA VITÓRIA NA SEGUNDA GUERRA

MINISTRO SÓ SE MANIFESTA NOS AUTOS

DESTAQUES ECONÔMICOS, POR ANTONIO JOSÉ MARTINS

A MENTIRA TEM PERNAS CURTAS, CRÔNICA DE J. RIGOLÃO

PALAVRAS CRUZADAS

QUALIDADE DA SAÚDE MOTIVA DEBATE NA CÂMARA DE TATUÍ

PSDB COM REPRESENTANTE NO DIRETÓRIO ESTADUAL

FALECIMENTOS

PLANOS DE SANEAMENTO

VAGAS PARA O ENSINO FUNDAMENTAL

CENTRO DE ASSISTÊNCIA SOCIAL

CURSO TÉCNICO DE MÚSICA

CONFERÊNCIA DAS CIDADES

VAGAS REMANESCENTES NO CONSERVATÓRIO

FESTA DO TRABALHADOR EM BOIUTVA

DIA DO LIVRO INFANTIL NO OBJETIVO

JANTAR GAÚCHO EM TATUÍ

ROMEIRO ANDA MAIS DE 3 MIL QUILÔMETROS

ORDEM DEMOLAY COM SESSÃO ESPECIAL NA CÂMARA

APCD ELEGE NOVA DIRETORIA

GENTE (NOTAS SOCIAIS E FOTOS)

TATUÍ E SUA HISTÓRIA (RIDENDO – 31-5-1925)

COLUNA POLICIAL

CANAL 1, NOTAS DE TV POR FLÁVIO RICCO

NOTAS E NOTÍCIAS

NOVELAS

CLASSIFICADOS

INTEGRAÇÃO NAS EMPRESAS

MATÉRIAS OFICIAIS (Editais da Prefeitura de Tatuí, Fórum da Comarca e editais de casamentos do Cartório de Registro Civil de Tatuí).

Destaques de 3 de Maio de 2013

maio 3, 2013

Exclusivo Online

FUNDO SOCIAL ENTREGA ENXOVAIS PARA 58 GESTANTES

Prefeito Manu participa da entrega dos “kits” de enxovais na Vila Esperança.

Prefeito Manu participa da entrega dos “kits” de enxovais na Vila Esperança.

Na quinta-feira (25), no centro de capacitação da Vila Esperança, o Fundo Social de Solidariedade de Tatuí (Fusstat) entregou enxovais a 58 gestantes, que realizam exames e participam do programa pré-natal na rede municipal de saúde, com acompanhamento de uma equipe multidisciplinar. “As futuras mamães recebem todas as informações e dicas sobre gestação e parto e as mudanças que a mulher apresenta até a chegada do bebê e o estágio do aleitamento materno”, esclarece a enfermeira Ariane de Campos Barros Souza.

Os enxovais, compostos por manta, casaquinho e calça, são confeccionados pelas alunas do curso de tricô à máquina do Fusstat. Esta foi a primeira entrega de enxovais do ano, que contou com a presença do prefeito José Manoel Corrêa Coelho (Manu) e sua mulher, Ana Paula Cury Coelho, presidente do Fundo Social, além de vereadores e convidados.

Ana Paula destacou que a entrega dos enxovais serve de incentivo, para que as mulheres cumpram todas as etapas do programa pré-natal e realizem os exames. “Foi um momento emocionante reunir as conselheiras, professoras, enfermeiras, voluntárias e as futuras mamães, que dão a verdadeira dimensão deste projeto de indiscutível abrangência social”, completou.  (Foto: Evandro Ananias PMT).

Principais notícias desta edição

SHACMAN DEVERÁ INVESTIR R$ 400 MILHÕES EM TATUÍ

PADRE ÉLCIO ASSUME IGREJA MATRIZ DE TATUÍ

NOVAS INDÚSTRIAS INSEREM TATUÍ NO “CORREDOR ASIÁTICO”

CHEGANDO A HORA, CRÔNICA DE JOSÉ RIGOLÃO

DESTAQUES ECONÔMICOS, POR ANTÔNIO JOSÉ MARTINS

POLÍTICA ERRÁTICA, ARTIGO DE MARCOS CINTRA

COLUNA FILATÉLICA, POR CARLOS ROBERTO FAVARÃO

PALAVRAS CRUZADAS

CÂMARA RECEBE PROJETO DA LEI DE DIRETRIZES ORÇAMENTÁRIAS

PROJETO REGULAMENTA FEIRAS ITINERANTES EM TATUÍ

VEREADORES AUTORIZAM CONVÊNIO PARA PAGAMENTO DE MÉDICOS

CÂMARA INSTALA CEI DA TELEFONIA

VEREADOR PEDE REFORMA DO CENTRO ESPORTIVO

BOSSOLAN AFIRMA QUE RODEIO ATRAPALHA O COMÉRCIO

FALECIMENTOS

TATUÍ E SUA HISTÓRIA (JORNAL RIDENDO – 24-5-1925)

COLUNA GENTE (FOTOS E NOTAS SOCIAIS)

CRIANÇAS MORREM EM INCÊNDIO NO BAIRRO AMERICANA

COLUNA POLICIAL

CANAL 1, NOTAS DE TV POR FLÁVIO RICCO

COLUNA DE ESPORTES

NOTAS CURTAS

EX-ESTUDANTE DO CONSERVATÓRIO É BLUE MAN

PREFEITO DÁ O PRIMERO PASSO PARA IMPLANTAR HEMODIÁLISE

TATUÍ INSCREVE ARTISTAS NO MAPA CULTURAL PAULISTA

MUSEU APRESENTA EXPOSIÇÃO SOBRE CULTURA INDÍGENA

NOVELAS

CLASSFICADOS (IMÓVEIS, VEÍCULOS E OUTROS)

MUSICAL INFANTIL ABORDA IMPORTÂNCIA DA ÁGUA

INTEGRAÇÃO NAS EMPRESAS

MATÉRIAS OFICIAIS (Editais da Prefeitura de Tatuí, Fórum da Comarca e editais de casamentos do Cartório de Registro Civil de Tatuí).


%d blogueiros gostam disto: