Anúncios

TATUIANO ASSUME ORQUESTRA SINFÔNICA DO CONSERVATÓRIO

by
_CDT5496

Edson Beltrami vem com disposição de resgatar o prestígio da Orquestra Sinfônica.

Na quarta-feira (4), o maestro tatuiano Edson Beltrami assumiu a regência da Orquestra Sinfônica do Conservatório de Tatuí. Este projeto musical foi criado em 1985 para dar suporte aos estudantes da área de cordas sinfônicas da instituição. O grupo sempre foi formado por professores e alunos, com o objetivo de oferecer experiência do repertório sinfônico e também uma antevisão de um possível ambiente de trabalho. Em 1996, a orquestra excursionou em turnê por diferentes estados brasileiros através do projeto Banco do Brasil Musical. O grupo acompanhou músicos como Wagner Tiso, Egberto Gismonti e Arthur Moreira Lima no programa “Cenas Brasileiras”.

O músico Edson Beltrami estava afastado do Conservatório desde 2009. Em entrevista concedida à imprensa, ele diz que se sente super animado para assumir a orquestra e confessa estar com muita saudade da escola.

Durante doze anos, Beltrami foi flautista da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo (OSESP) e atualmente é  assistente do maestro João Carlos Martins na Filarmônica Bachiana do Sesi, em São Paulo. Ele explica que chegou esta semana à Tatuí e toma conhecimento da atual estrutura da orquestra. Ao todo é composta por 21 músicos fixos e atinge quase cinquenta somados aos alunos da escola que participam do projeto musical.

O novo maestro afirma que pediu demissão em 2009 e acompanha o desenvolvimento do Conservatório neste período e faz uma observação: “eu sinto o que o Conservatório perdeu de mais precioso foi a sua integração com a comunidade”. E completa que “o que me atraiu a voltar é a nova administração do Conservatório (Abaçai)  e o desafio de resgatar o prestígio da orquestra no cenário nacional e internacional”. O maestro desabafa que “antes a gente trazia pessoas de fora e estas levavam uma boa impressão do Conservatório”.

Excentricidade – Beltrami confessa que maestros são excêntricos e como atuam outros maestros vai imprimir sua personalidade musical na orquestra. Para ele a música tem regras e também tem versões. E o que muda é a personalidade do maestro, mas pondera que “vai melhorar a estrutura de acordo com as condições financeiras da escola”. Edson afirma que os músicos atuais já conhecem seu trabalho e muitos já tocaram com ele quando era maestro da Orquestra Sinfônica Jovem. Em um tom de melancolia, o maestro afirma que “fiquei muito triste com os últimos anos do Conservatório e que seu objetivo é deixar a orquestra em um nível que possa representar a escola”.

Maestro concursado – Após a entrevista, o assessor executivo Pedro Persone informou ao Jornal Integração que o maestro Edson Beltrami assume a Orquestra Sinfônica após enfrentar um processo seletivo com a participação de concorrentes de alto nível. Persone, que acompanhou o processo de seleção, diz que Beltrami se revela como o melhor e mais bem preparado para assumir a orquestra tatuiana.

O flautista, compositor e regente Edson Beltrami é de Tatuí,  formou-se no Conservatório  e por mais de 20 anos foi professor, maestro e coordenador na escola de música. É maestro assistente e flautista solo da Orquestra Filarmônica Bachiana de São Paulo. O tatuiano atuou como professor, regente e compositor em algumas das mais importantes instituições ensino musical do mundo e como solista em  orquestras sinfônicas de diversos países.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: