Anúncios

NOTAS POLÍTICAS

by

JÚNIOR VAZ - POLÍTICAS

MUDOU DE PARTIDO POLÍTICO

O vereador Júnior Vaz (foto), presidente da Câmara Municipal de Tatuí, saiu do PSDB na “janela partidária para deputados” e ingressou no partido “Podemos”. Segundo sua assessoria, seu nome já consta no site da agremiação política e sua pretensão é se candidatar a deputado estadual.

ATAQUES A PRÉ-CANDIDATO

Foi só o ex-prefeito Luiz Gonzaga Vieira de Camargo se afastar do cargo de secretário de Governo e anunciar sua possível pré-candidatura  a deputado estadual que “fake news” começaram os ataques. Para quem pensou que a política de Tatuí foi expurgada na eleição de prefeito está muito enganado. Aqueles que lutam pelo atraso da cidade já estão de arma em punho.

 VAI SOBRAR PARA ALGUÉM

A promotora Luciana Andrade Maia, da Terceira Promotoria de Justiça de Tatuí, pediu a instauração de um processo com serias denúncias contra políticos da cidade. O assunto versa sobre fraude em licitação e as penas mínimas, de acordo com o possível enquadramento no Código Penal e Lei das Licitações, podem chegar a mais de 20 anos de reclusão. Vamos aguardar o desfecho do Poder Judiciário nesta ação penal.

 EM RECUPERAÇÃO DA SÁUDE

Aroldo Rosa da Silva, assessor parlamentar do vereador Joaquim Amado Veio Quevedo, se recupera de uma cirurgia bem sucedida em um hospital de São Paulo. Ele está afastado do Poder Legislativo, mas ligado aos acontecimentos através do celular. Inclusive, na orientação do vereador Quevedo na última sessão da Câmara.

 NOVO TRECHO DA MARGINAL

O vice-prefeito Luís Paulo Ribeiro da Silva informou aos vereadores da base de apoio á prefeita Maria José que um novo trecho da Marginal do Ribeirão do Manduca entra em obras nos próximos dias. Segundo Luís Paulo, a duplicação será entre a Avenida São Carlos e a ponte do Jardim Colina Verde. A obra é uma parceira entre a Prefeitura e empresa BRZ.

 PT É CARO PARA TATUÍ

A representação do Partido dos Trabalhadores (PT) na Câmara Municipal de Tatuí é uma agremiação muito cara para o município. Seu representante e assessoria ficam em R$ 12.575,07 por mês. E a produtividade é muito baixa. Nas quatro últimas sessões legislativas foram apresentadas 72 proposituras, entre indicações, requerimentos e moções. A maioria sem nenhuma repercussão na comunidade. Ao fazer as contas, esta coluna chegou à conclusão que cada propositura custou R$ 174,65 ao contribuinte tatuiano.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: