Anúncios

Primeira Página de 21 de Setembro de 2013

by
– DIRETO DO STF –

MINISTRO CELSO DE MELLO VOTA PELO CABIMENTO DE EMBARGOS INFRINGENTES

Celso de Mello  - Foto Nelson Júnior-SCO-STF.

Celso de Mello – Foto Nelson Júnior-SCO-STF.

O ministro Celso de Mello votou, nesta quarta-feira (18), pelo cabimento do recurso de embargos infringentes contra acórdão (decisão colegiada) condenatório do Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) em ação penal originária. Com isso, formou-se maioria de seis votos a cinco no Plenário da Suprema Corte, que possibilitam a 12 réus na Ação Penal (AP) 470 recorrer de condenações pelos crimes de formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. O recurso somente é cabível naquelas decisões em que os réus tiveram pelo menos quatro votos no sentido da absolvição.

Em seu voto, o ministro Celso de Mello argumentou que o artigo 333, inciso I, do Regimento Interno do Supremo (RISTF) não foi derrogado pela Lei 8.038/90, que instituiu normas para os processos perante o Superior Tribunal de Justiça (STJ) e o STF. Isso porque essa norma não tratou do processamento de recursos na Suprema Corte, limitando-se, segundo o ministro, aos procedimentos cabíveis na fase instrutória desses processos. Leia a matéria completa na página 3.

METRO-SHACMAN APRESENTA PROTÓTIPO QUE SERÁ PRODUZIDO EM TATUÍ

SCHACMAN

De 28 de outubro a 1º de novembro, a Metro-Shacman apresenta na Fenatran 2013, no Anhembi, em São Paulo,  o protótipo do caminhão que será produzido em sua fábrica de Tatuí.

Segundo consta,  boa parte dos fornecedores locais já estão escolhidos e as pretensões da multinacional chinesa não são nada pequenas. “Queremos estar até 2019 entre as cinco primeiras marcas de caminhões pesados vendidos no Brasil e ser uma das três primeiras até 2024”, assegura Marcos Gonzalez, diretor de desenvolvimento de negócios da Metro-Shacman. Ele foi contratado há apenas seis meses, vindo da MWM International.  “Estamos pensando grande”, admite. Segundo Gonzalez, a fórmula para tamanha ambição é oferecer produtos simples, robustos e baratos, na faixa dos R$ 300 mil. “Vamos ganhar mercado com baixo custo, não só de entrada, mas também com robustez e economia”, confia.  Gonzalez ainda avalia que os principais concorrentes nesse segmento serão Ford, International e Iveco. “Certamente não vamos concorrer com modelos Scania e Volvo de R$ 500 mil”, define.

Mas ainda restam dúvidas a esclarecer sobre a operação da Shacman no País. A começar pela formação da rede de concessionários. Estão previstos apenas 10 pontos em operação este ano. Por enquanto, a Metro-Shacman está sozinha no negócio. A empresa, com capital nacional, foi habilitada no Inovar-Auto como investidora, apresentando ao governo seu plano de investir R$ 400 milhões para construir, até o fim de 2014, a fábrica de Tatuí com capacidade de 10 mil unidades/ano. Por isso, ganhou cota de importação livre da sobretaxação de IPI de 2,5 mil caminhões por ano até que a planta fique pronta. No entanto, só foi definido o investimento com capital próprio da Metro-Shacman de R$ 50 milhões, para importar um lote de 100 veículos, montar a sede da empresa no interior paulista e iniciar o desenvolvimento do Shacman nacional e seus fornecedores. Falta definir todo o resto das fontes de recursos.

Segundo a empresa, o projeto ainda não foi formalmente submetido ao BNDES para aprovação de linhas de financiamento. E o possível sócio chinês, a estatal Shaanxi Automobile Group, dona da marca Shacman, ao menos por enquanto não entrou formalmente no empreendimento. Não está definida como será a participação formal da companhia chinesa, se em troca de transferência de tecnologia ou com aporte de capital. “Este mês chegaram os primeiros desenhos e assinamos um contrato de confiden-cialidade para termos acesso a eles, para desenvolver o produto e seus fornecedores com maior precisão”, disse Marcos Gonzalez.

Modelo e fornecedores definidos

Apesar das incertezas quanto à estrutura financeira e societária do negócio, a Metro-Shacman garante que o plano está pronto e em andamento. Já começaram as vendas dos caminhões pesados importados, os cavalos-mecânicos TT nas configurações de tração 6×4 de 420 cavalos e 6×4 ou 4×2 de 385 cv, e o cabine-chassi LT 6×4 de 385 cv. Todos os quatro devem estar no estande de 650 metros quadrados já reservado para a Fenatran. A estimativa de Gonzalez é vender em torno de 700 unidades importadas ao longo dos próximos 12 meses.

Também deve estar no Anhembi o protótipo do cavalo-mecânico TT 6×4 de 440 cavalos, o primeiro Shacman programado para ser produzido em Tatuí. Ao lado serão mostrados os componentes em desenvolvimento por fornecedores instalados no Brasil. Motor, transmissão, embreagem, rodas, pneus, eixos, suspensão e sistema de freios serão todos comprados no Brasil.

300 unidades produzidas em Tatuí já em 2014

O plano é iniciar com a fabricação em Tatuí da linha de pesados da Shacman, tanto cavalos-mecânicos e chassis-cabines. A projeção de produção é de 300 unidades em 2014, ano do início da operação da fábrica, passando para 1,7 mil em 2015 e 2,5 mil em 2016. Na primeira fase do projeto, a planta terá área de 54 mil metros quadrados, em um prédio já construído que antes servia a uma fábrica de cerâmicas. A fase dois prevê a expansão em nova construção para 58 mil m² e até 108 mil m² numa terceira etapa. “Tudo vai depender do desenvolvimento do negócio e estudo de portfólio. A Shacman tem linha completa de caminhões leves e médios que poderemos pensar em fazer no futuro”, explica Gonzalez.

Ele admite, também, que poderão ser usados outros fornecedores de motores além da Cummins, com a qual a Shaanxi tem uma joint venture na China. “Poderemos usar fabricantes já localizados como a MWM ou mesmo a Weichai (empresa controladora da Shaanxi), que pretende instalar fábrica de motores no Brasil”, revela. (Com informações do site Automotive Business)

JORNAL INTEGRAÇÃO NÃO CIRCULA NA PRÓXIMA SEMANA

Comunicamos aos nossos leitores que o Jornal Integração não circula no próximo fim de semana (dia 28). Este semanário volta a circular no dia 4 de outubro.

Anúncios

Tags: , , , ,

Uma resposta to “Primeira Página de 21 de Setembro de 2013”

  1. Destaques de 21 de Setembro de 2013 | Jornal Integração Says:

    […] Jornal Integração – Periódico de Tatuí e Região – Official newspaper publication of Tatuí, São Paulo providing news, community information, local shopping. « Primeira Página de 21 de Setembro de 2013 […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: