Anúncios

FUNCIONÁRIOS DA SANTA CASA NÃO RECEBEM O 13º SALÁRIO

by
Nesta quinta-feira (24), funcionários da Santa Casa de Misericórdia de Tatuí se postaram com cartazes na frente do hospital para protestar pacificamente contra o descaso que a direção da entidade trata seus problemas salariais. Na segunda-feira (21), um grupo (foto) protestou na entrada do hospital, em razão de não haver recebido o 13º salário até aquela data. Os manifestantes reclamavam ainda que não ocorre o recolhimento do INSS há dois anos e os empréstimos consignados não foram pagos aos bancos, deixando seus nomes “sujos”. Indignados, os funcionários empunhavam cartazes e vestiam narizes de palhaço. Na quarta-feira (23), o presidente Wladmir Saporito comunicou oficialmente que a Câmara de Tatuí antecipou e devolveu à Prefeitura R$ 200 mil, parte da sobra de seu duodécimo (recurso para manutenção da Câmara no ano de 2015). Saporito informa ainda que “até o fim do ano, poderemos devolver mais, pois é necessário fechar o ano fiscal. Espero que este recurso seja aplicado na Santa Casa de Misericórdia de Tatuí, que tanto precisa. Nosso Legislativo dá sua parcela de contribuição”. Prefeito diz que repassou verba Na semana passada, para tentar evitar uma greve no único hospital público de Tatuí, o prefeito José Manoel Corrêa Coelho (Manu) informou nas redes sociais que, “após estudarmos e nos debruçarmos sobre o nosso orçamento e nossas possibilidades financeiras, conseguimos, com talento e esforço administrativo, mais uma vez estender as mãos à nossa Santa Casa. Acabamos de fazer o adiantamento do repasse dos recursos do SUS do mês de janeiro, no valor de R$ 593 mil, para garantir o pagamento dos salários e cestas básicas atrasadas aos funcionários do nosso único hospital”. E disse ainda que “até o final de 2015, a Santa Casa terá recebido R$ 20 milhões, o maior repasse”. Esta informação do prefeito parece não se coadunar com a realidade da situação da Santa Casa de Tatuí. O que ficou demonstrado no início da semana, é que o difícil problema da falta de pagamento dos funcionários ainda não havia sido solucionado. Na quarta-feira (23), a reportagem deste jornal esteve no hospital e foi informado que nenhuma parcela do 13º salário ainda havia sido depositada. Uma pessoa ligada ao hospital mostra a parede da entrada e diz: “é só ver os cartazes para entender nossa situação”.

Funcionários da Santa Casa, que se dedicam a cuidar de enfermos com carinho e abnegação, passam pelo dissabor de não receber o que lhes é de direito.

Nesta quinta-feira (24), funcionários da Santa Casa de Misericórdia de Tatuí se postaram com cartazes na frente do hospital para protestar pacificamente contra o descaso que a direção da entidade trata seus problemas salariais. Na segunda-feira (21), um grupo (foto) protestou na entrada do hospital, em razão de não haver recebido o 13º salário até aquela data. Os manifestantes reclamavam ainda que não ocorre o recolhimento do INSS há dois anos e os empréstimos consignados não foram pagos aos bancos, deixando seus nomes “sujos”. Indignados, os funcionários empunhavam cartazes e vestiam narizes de palhaço.

Na quarta-feira (23), o presidente Wladmir Saporito comunicou oficialmente que  a Câmara de Tatuí antecipou e devolveu  à Prefeitura R$ 200 mil, parte da sobra de seu duodécimo (recurso para manutenção da Câmara no ano de 2015). Saporito informa ainda que  “até o fim do ano, poderemos devolver mais, pois é necessário fechar o ano fiscal. Espero que este recurso seja aplicado na Santa Casa de Misericórdia de Tatuí, que tanto precisa. Nosso Legislativo dá sua parcela de contribuição”.

Prefeito diz que repassou verba

Na semana passada, para tentar evitar uma greve no único hospital público de Tatuí, o prefeito José Manoel Corrêa Coelho (Manu) informou nas redes sociais que, “após estudarmos e nos debruçarmos sobre o nosso orçamento e nossas possibilidades financeiras, conseguimos, com talento e esforço administrativo, mais uma vez estender as mãos à nossa Santa Casa. Acabamos de fazer o adiantamento do repasse dos recursos do SUS do mês de janeiro, no valor de R$ 593 mil, para garantir o pagamento dos salários e cestas básicas atrasadas aos funcionários do nosso único hospital”. E disse ainda que “até o final de 2015, a Santa Casa terá recebido R$ 20 milhões, o maior repasse”. Esta informação do prefeito parece não se coadunar com a realidade da situação da Santa Casa de Tatuí. O que ficou demonstrado no início da semana, é  que o difícil problema da falta de pagamento dos funcionários ainda não havia sido solucionado. Na quarta-feira (23), a reportagem deste jornal esteve no hospital e foi informado que nenhuma parcela do 13º salário ainda havia sido depositada. Uma pessoa ligada ao hospital mostra a parede da entrada e diz: “é só ver os cartazes para entender nossa situação”.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: