Archive for the ‘Uncategorized’ Category

Destaques da edição de 23-1-2021

janeiro 28, 2021

TATUÍ  RECEBE PRIMEIRO LOTE DA VACINA DO BUTANTAN

POPULAÇÃO PODE FAZER PRÉ-CADASTRO PARA SE VACINAR

VACINÔMETRP PERMITE ACOMPANHAR NÚMERO DE VACINADOS

OS HORIZONTES TURVOS DA DEMOCRACIA – GAUDÊNCIO TORQUATO

TATUÍ E SUA HISTÓRIA – OUTUBRO DE 1907

GM NOTIFICA ESTABELECIMENTOS POR DESCUMPRIR PLANO SP

REAJUSTE DE PEDÁGIO ALTERA TARIFAS DE LINHAS DE ÔNIBUS

RIR EM TEMPO DE PANDEMIA – JARBAS SOBRAL NETO

FALECIMENTOS

GRUPO INSCREVE PARA MOSTRA DE TEATRO

GOVERNO REGRIDE MAIS SETE REGIÕES DO PLANO SP

SECRETARIA DA EDUCAÇÃO DETERMINA 1/3 DE AULAS PRESENCIAIS

INSTITUTO ORIENTA SOBRE COMPRA DE MATERIAL ESCOLAR

COLUNA GENTE

INFORMAÇÕES SOBRE A VACINAÇÃO DA COVID-19  EM TATUÍ

COLUNA DE ESPORTES

CLASSIFICADOS

COLETIVO JOANAS APRESENTA PROJETO

PREFEITURA EDIFICA CENTRO DE REABILITAÇÃO E CLÍNICA

COLUNA POLICIAL

PALAVRAS CRUZADAS

NOVELAS

CANAL 1 – NOTAS DE TV POR FLÁVIO RICCO

MATÉRIAS OFICIAIS

( Decretos da Prefeitura de Tatuí e editais de casamentos do Cartório de Registro Civil de Tatuí).

TATUÍ EM COLAPSO NA REDE HOSPITALAR

janeiro 21, 2021

Na tarde desta quinta-feira (21), a cidade de Tatuí  entrou em colapso na rede pública de saúde. A municipalidade começa a se preocupar porque todos os leitos de UTI da Santa Casa estão com 100% de ocupação, 45 novas pessoas foram infectadas  e 151 aparecem como suspeitos nas últimas 24 horas. Nesta sexta-feira poderá ser anunciada a situação de emergência e  ser tomada uma medida mais austera para enfrentar a pandemia da Covid-19. Nesta quinta-feira (20), 14h35, a Vigilância Epidemiológica recebeu apenas 1.680 doses da vacina do Butantan e o público alvo são mais 4.500 profissionais que atuam na linha de frente no combate à pandemia. A primeira dose foi aplicada em uma funcionária na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa. Na foto de Renato Pereira de Camargo, a prefeita Maria José Vieira de Camargo recebe o primeiro lote da vacina do Butantan.

ANO MAIS MORTAL DA HISTÓRIA EM SP

A pandemia causada pelo novo coronavírus, que já causou a morte de mais de 210 mil pessoas, transformou 2020 no ano mais mortal da história do Estado de São Paulo. Desde o início da série histórica das Estatísticas Vitais de óbitos do Registro Civil, em 1999, nunca morreram tantos paulistas em um só ano, e nunca houve uma variação anual de óbitos tão grande como a ocorrida na comparação entre 2019 e 2020.

Segundo os dados do Portal da Transparência, no endereço eletrônico: 

https://transparencia.registrocivil.org.br/inicio, plataforma administrada pela Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen/Brasil), os óbitos registrados pelos Cartórios de São Paulo em 2020 totalizaram 356.877, 17,2% a mais que no ano anterior, superando a média histórica de variação anual de mortes no estado que era, até 2019, de 2% ao ano.

E o número de óbitos registrados em 2020 pode aumentar ainda mais, assim como a variação da média anual, uma vez que os prazos para registros chegam a prever um intervalo de até 15 dias entre o falecimento e o lançamento do registro no Portal da Transparência. Além disso, alguns estados brasileiros expandiram o prazo legal para registro de óbito em razão da situação de emergência causada pela Covid-19.

A pandemia trouxe também reflexo em outras doenças que registraram aumento considerável na variação entre 2019 e 2020. Foi, por exemplo, o caso das mortes ocasionadas por doenças respiratórias, que cresceram 27,5% na comparação entre os anos, passando de 125.598 para 160.218. Entre as doenças deste tipo, a Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) “explodiu”, registrando crescimento de 723%, seguida pelas de causas Indeterminadas, que registraram aumento de 26,7%.

Entre os óbitos causados por doenças cardíacas, muitas vezes relacionadas à Covid-19, a comparação entre 2019 e 2020 aponta um aumento de 6,4%, passando de 69.594 para 74.066. Entre as doenças do coração, o registro que apontou maior crescimento foi o de mortes por “Causas Cardiovasculares Inespecíficas”, que cresceu 50% entre os anos. O aumento dos óbitos em domicílio é uma das explicações para o diagnóstico inespecífico das mortes causadas por doenças do coração.

Mortes em domicíliosO receio das pessoas frequentarem hospitais ou mesmo realizarem tratamentos de rotina durante a pandemia, assim como a falta de leitos em momentos críticos da Covid-19 no Brasil, fez com que o número de mortes em domicílio disparasse no Estado de São Paulo quando se comparam os anos de 2019 e de 2020, registrando aumento de 15,3%.

As mortes por SRAG fora dos hospitais cresceram 1.600%. Também aumentaram os óbitos por Septicemia (11,6%) e causas indeterminadas (47,9%). Os registros de óbitos, feitos com base nos atestados assinados pelos médicos, apontam que 1.492 paulistas morreram de Covid-19 em suas casas. Os óbitos por causas cardíacas fora dos hospitais também dispararam em 2020, com registro de aumento de 22,4% na comparação com o ano anterior. Neste tipo de doença, o maior aumento se deu nas chamadas “Causas Cardiovasculares Inespecíficas” (118%), muito em razão de o falecimento ocorrer sem assistência médica, dificultando a qualificação da doença. Também cresceram os óbitos em casa por Acidente Vascular Cerebral (AVC), com aumento de 18,6%.

ONZE MORTES EM TATUÍ POR COVID-19 EM UMA SEMANA

janeiro 14, 2021

O município de Tatuí registrou onze mortes causadas pela Covid-19 em apenas uma semana. Em 6 de janeiro, o boletim oficial sobre a pandemia, da Secretaria Municipal de Saúde, apontava 102 óbitos. O boletim desta quinta-feira (14), mostra 113 falecimentos. E se considerar os treze primeiros dias de janeiro, treze pessoas perderam a batalha contra o vírus em Tatuí neste curto período de tempo, média de uma por dia.

            O número de casos positivos de Covid-19 no mês de janeiro também impressiona. Em apenas treze dias, foram 675 notificações, número maior do que todos os casos registrados em outubro de 2020, quando a doença dava sinais de enfraquecimento. Naquele mês, haviam sido registrados 429 casos. Em novembro, o número subiu para 716, e em dezembro, para 1.049. A média de novos casos positivos no mês que se encerrou foi de quase 34 por dia. Em janeiro, até  esta quinta-feira a média está em 50 por dia.

            O boletim desta quinta-feira (14), informa  que a ocupação da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa de Tatuí por pacientes com Covid-19 ou casos suspeitos é de 85%. Estavam internados na UTI, doze pacientes, com nove positivos e três suspeitos. E o boletim ressalta que “com quadros que inspiram cuidados”. No hospital da Unimed, encontram-se internados treze pacientes. Cinco na UTI, sendo três  positivos e dois suspeitos. Desde o início da pandemia até esta quinta-feira, foram  notificados em Tatuí 5.710 casos positivos e destes 5.498 (96,2%) se recuperaram da moléstia.

É fundamental seguir as regras básicas de combate à pandemia. No entanto, grande parte da população sequer usa as máscaras nas ruas. O Governo do Estado determina que é obrigatório o uso de máscaras sempre que sair de casa para realizar qualquer atividade, higienização frequente das mãos com água e sabão ou álcool em gel e a manutenção do distanciamento social, evitando aglomerações e festas. A Prefeitura de Tatuí baixou um decreto que haverá fiscalização severa e quem descumprir os procedimentos podem ser punidos.

RESPIRADORES – A Santa Casa de Misericórdia de Tatuí adquiriu três novos respiradores para utilização no tratamento e combate à Covid-19. O hospital do SUS recebe na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), além de pacientes de Tatuí também de Cerquilho (a Santa Casa desta cidade não possui nenhum leito de UTI), Itapetininga e Cesário Lange. O investimento  foi de R$ 226 mil (R$ 126 mil de recursos próprios e R$ 100 mil de liberação de recursos do Poder Judiciário – Vara do Juizado Especial Cível e Criminal.

Destaques da edição de 16-1-2021

janeiro 14, 2021

TATUÍ REGISTRA ONZE MORTES POR COVID EM UMA SEMANA

CAMPO DE PROVAS NÃO ENCERRA ATIVIDADES EM TATUÍ

TATUI ENFRENTA COVID-19 E DENGUE

DEUSA DA LIBERDADE COM VERGONHA – GAUDÊNCIO TORQUATO

FALECIMENTOS

RIR EM TEMPÓ DE PANDEMIA – JARBAS SOBRAL NET

TATUÍ E SUA HISTÓRIA – OUTUBRO DE 1927

TATUÍ REGRIDE PARA FASE LARANJA DA COVID-19

ABERTAS INSCRIÇÕES DE OFICINAS CULTURAIS ONLINE

EDUCAÇÃO DE SP DEVE CONTRATAR DEZ MIL PROFESSORES

COLUNA GENTE

COLUNA DE ESPORTES – ROGÉRIO LISBOA

CARTÓRIOS DIVULGAM NOMES MAIS REGISTRADOS NA DÉCADA

GOVERNO DE SP INSCREVE PARA CURSO DE LIBRAS

ORGANIZAÇÕES CIVIS RECEBEM SUPLEMENTOS

COLUNA POLICIAL

PALAVRAS CRUZADAS

PRÊMIO LITERÁRIO DIVULGA RESULTADOS EM FEVEREIRO

SEBRAE LANÇA CURSOS GRATUITO VIA WHATSAPP

NOVELAS

CANAL 1 – NOTAS DE TV POR FLÁVIO RICCO

“DANÇA DAS CADEIRAS” (Nesta edição editais revelam quem fica e quem sai dos Poderes Legislativo e Executivo de Tatuí – Veja na edição impressa nas bancas);

MATÉRIAS OFICIAI

(Editais da Prefeitura de Tatuí, Câmara Municipal de Tatuí, Condomínio Portal das Nogueiras e editais de casamentos do Cartório de Registro Civil de Tatuí). .�Uy�&

PREFEITA CANCELA CARNAVAl E PRIORIZA CONSERVATÓRIO E EMPREGOS

janeiro 7, 2021

Na segunda-feira (4), a prefeita Maria José Vieira de Camargo empossou os  secretários municipais e reuniu-se com sua nova equipe de trabalho, para definir as primeiras metas de 2021. A prefeita afirma que “nosso foco será a geração de empregos” e pediu aos secretários um plano de trabalho em cada área para os primeiros cem dias do novo governo.

            Foi decidida também a suspensão do Carnaval 2021, em razão do atual quadro da pandemia de Covid-19. “Vamos direcionar a administração para a saúde e salvar vidas. Estaremos prontos para  imunizar os grupos definidos como prioritários, quando a vacina estiver disponível”, diz Maria José.

Sobre o Conservatório – Na segunda-feira (4), a prefeita reuniu-se com representantes da Sustenidos Organização Social, nova gestora do Conservatório de Tatuí, e representante da Secretaria de Estado da Cultura e Economia Criativa. Durante a reunião, a prefeita foi enfática e tornou público nas redes sociais seu posicionamento em relação à escola de música. “Reafirmamos o compromisso de não haver cortes de professores e cursos. Fiz questão de pautar a solução deste impasse já no meu primeiro dia de governo, porque o Conservatório é prioridade de Tatuí”, declarou à comitiva.

Na segunda-feira (4), no período da manhã, representantes da Sustenidos Organização Social e  da Secretaria da Cultura reuniram-se com coordenadores do Conservatório e com o ex-diretor Ary Araújo Júnior. Neste encontro foi acertado um período de transição e também que o coordenador do Projeto Guri de Sorocaba deve assumir a direção da escola de música. Questionado pelo Jornal Integração sobre o quadro de coordenação, Ary Araújo Júnior afirma que a Abaçai mantinha apenas três pessoas ligadas à sua OS. Além dele, outros dois são os músicos Pedro Persone e Edson Beltrami. O maestro era diretor artístico, se afastou em junho, mas participava das reuniões pedagógicas, afirma. Segundo Ary, a Abaçai, desde que assumiu em 2018, manteve todo o quadro de professores, administrativo e não houve contratações no Conservatório. E o ex-diretor desabafa: “O contrato vai até 2022. A Secretaria da Cultura descredenciou a Abaçai e afirma que houve irregularidades administrativas. Mas, até agora não apontou nenhuma. Fui muito claro na reunião de segunda-feira que vou acompanhar a transição. Entrei no Conservatório pela porta da frente e quero sair pelo mesmo lugar, com todas estas supostas irregularidades apontadas”.

“SUSTENIDOS” NO CONSERVATÓRIO

Dia 25 de dezembro, o juiz Alessandro Viana Vieira de Paula, do Plantão Judicial de Itapetininga, revogou medida liminar (provisória), concedida em Ação Popular, impetrada pelo vereador Eduardo Dade Sallum (PT) contra a Secretaria de Estado da Cultura. A liminar, concedida no dia 20 de dezembro, no plantão judiciário de Itapetininga, pelo juiz Roberto Brandão Galvão Filho, suspendeu o ato da Secretaria de Estado da Cultura em aprovar a Organização Social “Sustenidos” para administrar o Conservatório de Tatuí a partir de 1º de janeiro.

 A Secretaria da Cultura impetrou Recurso de Agravo de Instrumento e, dia 25 de dezembro, o juiz Alessandro Viana Pereira de Paula, no plantão judicial de Itapetininga, cassou a liminar concedida pelo seu colega e permitiu a mudança proposta pelo Governo do Estado na escola de música de Tatuí

Dia 30 de dezembro, a Secretaria de Estado da Cultura publicou no Diário Oficial  a íntegra da proposta vencedora da Sustenidos Organização Social. Segundo consta, uma exigência feita pela prefeita Maria José Vieira de Camargo para a Secretaria de Estado da Cultura, ficou estabelecido que em 2021, os deputados Samuel Moreira (Federal) e Damaris Moura (estadual), ambos do PSDB, vão repassar R$ 3 milhões em emendas parlamentares para o Conservatório. Este alento financeiro foi para que não se altere o  projeto pedagógico do Conservatório, não dispense os 70 funcionários, como está previsto, não reduza o número de alunos de 2500 para 1590, e não encerre as atividades do Polo do Conservatório em São José do Rio Pardo, como propôs a Sustenidos e que consta da publicação do Diário Oficial.

Destaques da edição de 9-1-2021

janeiro 7, 2021

PREFEITA CANCELA CARNAVAL E PRIORIZA CONSERVATÓRIO E EMPREGOS

LEGISLATIVO E EXECUTIVO TOMAM POSSE NA CÂMARA

TATUÍ REGISTRA MAIS ÓBITOS POR COVID-19

A VIDA É BREVE – GAUDÊNCIO TORQUATO

BISPO ENVIA MENSAGEM OTIMISTA À POPULAÇÃO

IBGE DEVOLVE TAXAS

CÂMARA DEVOLVE QUASE DOIS MILHÕES À PREFEITURA

RIR EM TEMPO DE PANDEMIA – JARBAS SOBRAL NETO

TATUÍ E SUA HISTÓRIA – MAIO DE 1935

FALECIMENTOS

COLUNA GENTE

COLUNA DE ESPORTES

CLASSIFICADOS

COLUNA POLICIAL

DETRAN LIBERA LICENCIAMENTO 2021

PALAVRAS CRUZADAS

NOVELAS

CANAL 1 – NOTAS DE TV POR FLÁVIO RICCO

MATÉRIAS OFICIAIS

(Lei e decretos da Prefeitura de Tatuí e editais de casamentos do Cartório de Registro Civil de Tatui).

JUDICIÁRIO REVOGA LIMINAR E MANTÉM A SUSTENIDOS NO CONSERVATÓRIO

dezembro 25, 2020

Nesta sexta-feira (25), o juiz Alessandro Viana Vieira de Paula, do Plantão Judicial de Itapetininga, revogou medida liminar (provisória) concedida em Ação Popular, impetrada pelo vereador Eduardo Dade Sallum (PT), contra a Secretaria de Estado da Cultura. A liminar, concedida dia 20 de dezembro, no plantão judiciário de Itapetininga, pelo juiz Roberto Brandão Galvão Filho  suspendeu, liminarmente, o ato da Secretaria de Estado da Cultura em aprovar a Organização Social Sustenidos para administrar o Conservatório de Tatuí a partir de 1º de janeiro. O ato do secretário Sá Leitão saiu no Diário Oficial no dia 17 de dezembro. O próprio secretário condiciona a contratação da Sustenidos “à rescisão do Contrato de Gestão 06/2017”, que contratou a Abaçai para administrar o Conservatório até 2022. Na concessão da liminar, o juiz Galvão Filho  “Sustenta o requerente, em apertada síntese que, a Resolução SCEC de 04 de Novembro de 2.020 feriu os princípios da legalidade, moralidade, publicidade e eficiência”.

A decisão que revoga a liminar, O juiz Vieira de Paula sustenta que “Diante da eficiente informação e da vasta documentação trazidas aos autos (…) revogo a tutela de urgência, permanecendo válida a Resolução SCEC no 34/20 que prevê convocação pública para seleção de nova organização social”.

LEIA A ÍNTEGRA DA CASSAÇÃO DA LIMINAR

Juiz(a) de Direito: Dr(a). ALESSANDRO VIANA VIEIRA DE PAULA

Vistos. Trata-se de comunicação da interposição do Recurso de Agravo de Instrumento e de pedido de reconsideração da decisão de fls.388/389.

Compulsando a petição de fls. 407/420 e a vasta documentação trazida à baila, entendo ser o caso de revogação da tutela de urgência concedida, até porque, essa decisão condicionou sua eficácia à informação acerca da data de início do novo contrato de gerenciamento. A Fazenda do Estado de São Paulo justificou a contento o motivo de não ter constado a data do início do contrato no edital, informando que a atual gestora do Conservatório Dramático e Musical de Tatuí (Abaçaí Cultura e Arte) teve prestação de contas rejeitada, havendo indícios de má gestão, estando em andamento procedimento administrativo para rescisão do contrato. Informou, ainda, que estão previstos repasses de recursos até o final do ano de 2020, sendo assim o Governo do Estado pretende que tais valores sejam utilizados pela nova gestora a ser contratada pela Convocação Pública.

Diante da eficiente informação e da vasta documentação trazidas aos autos, bem como para se evitar a solução de continuidade dos serviços públicos prestados pelo Conservatório de Tatuí, revogo a tutela de urgência, permanecendo válida a Resolução SCEC no 34/20 que prevê convocação pública para seleção de nova organização social.

 Comunique-se o Tribunal de Justiça acerca da reconsideração da decisão atacada (fls. 388/389), encaminhando-se cópia desta decisão. Intime-se a Fazenda Pública (funcionalidade do SAJ) e o requerente através de mandado a ser cumprido por Oficial de Justiça. Itapetininga, 25 de dezembro de 2020;

POSSE NA CÂMARA DE TATUÍ NÃO TERÁ PÚBLICO E SERÁ TRANSMITIDA AO VIVO

dezembro 24, 2020

Dia 1º de janeiro, 10 horas,  tomam posse na Câmara Municipal de Tatuí prefeita Maria José Vieira de Camargo (PSDB), vice-prefeito Miguel Lopes (MDB) e os 17  vereadores eleitos dia 15 de novembro. Eduardo Sallum (PT),, o vereador mais votado, preside a sessão e conduz a eleição da nova Mesa Diretora da Câmara para o biênio 2021/2022.  Em decorrência da pandemia de Covid-19, a solenidade será restrita aos empossados, com direito a um acompanhante e  servidores do Poder Legislativo em serviço. A população pode acompanhar a solenidade e a eleição da Mesa Diretora, ao vivo pela “TV Câmara”.

http://camaratatui.tvcamaraaovivo.net/.

 “Estamos preparando uma sessão com todos os cuidados sanitários que a pandemia exige, mas não podemos deixar de observar os princípios constitucionais da publicidade e da transparência”, diz o atual presidente Antonio Marcos de Abreu. Além da prefeita Maria José  Vieira de Camargo e do vice-prefeito Miguel Lopes Cardoso Júnior, pelo Executivo, tomarão posse os vereadores: Eduardo Dade Sallum, Cíntia Yamamoto Soares, Antonio Marcos de Abreu, João Éder Alves Miguel, Gabriela Xavier Mendes Coito, Fábio Antonio Villa Nova, Paulo Sérgio de Almeida Martins, Débora Cristina Machado de Camargo, José Eduardo Morais Perbelini, Valdir de Proença, Maurício Couto, Márcio Antonio de Camargo, Jairo Martins, João Francisco de Lima Filho, Renan Cortez, Micheli Cristina Tosta Gibin Vaz e Cláudio dos Santos.

Destaques da edição de 25-12-2020

dezembro 24, 2020

AÇÃO POPULAR SUSPENDE MUDANÇA NO CONSERVATÓRIO

TATUI REGISTRA QUATRO MORTES POR COVID-19 NA SEMANA

BANCO DE OLHOS DE SOROCABA PREMIADO EM CONCURSO

VIVENDO NA PANDEMIA – GAUDÊNCIO TORQUATO

NOTAS E NOTÍCIAS

TATUÍ E SUA HISTÓRIA – MAIO DE 1935

RIR EM TEMPO DE PANDEMIA – JARBAS SOBRAL NETO

PREFEITA MARIA JOSÉ ANUNCIA MUDANÇA NO SECRETARIADO

CÂMARA APROVA SETE PROJETOS NA ÚLTIMA SESSÃO

SITUAÇÃO DO CONSERVATÓRIO REPERCUTE NA CÂMARA

BISPO PEDE A PADRES FIRMEZA NA MISSÃO EVANGELIZADORA

COLUNA GENTE

CAMPANHA DA PREFEITURA CONTRA A COVID-19

COLUNA DE ESPORTES

CLASSIFICADOS

NOVELAS

CANAL 1 – NOTAS DE TV POR FLÁVIO RICCO

PREFEITURA DE TATUÍ DIVULGA REAJUSTES NOS SERVIÇOS MUNICIPAIS

MATÉRIAS OFICIAIS

(Atos, decretos e leis da Prefeitura de Tatuí, edital do Fórum da Comarca e editais de casamentos do Cartório de Registro Civil de Tatuí).

JORNAL INTEGRAÇÃO NÃO CIRCILA DIA 2/1/2021

NOTA DA SECRETARIA DA CULTURA ELEGE A “SUSTENIDOS”NO CONSERVATÓRIO DE TATUÍ

dezembro 17, 2020

Nesta quinta-feira (17),  Viviane Ferreira, da assessoria de imprensa da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, enviou a Nota Oficial abaixo e a coloca como posicionamento do secretário Sérgio Sá Leite, Claudia Pedrozo (secretaria executiva) e Dennis de Oliveira (diretor de departamento da secretaria), questionados com perguntas enviadas pelo Jornal Integração a respeito da proposta da Sustenidos para administrar o Conservatório de Tatuí, criado por lei estadual de autoria do deputado Narciso Pieroni, em 1951. Se ler com acuidade a “Nota à imprensa”, o texto praticamente coloca como irreversível a contratação da  Organização Social  Sustenidos para administrar o Conservatório. Devemos esclarecer que os questionamentos enviados pelo jornal à Secretaria da Cultura ainda não foram respondidos, após uma série de pedidos de adiamento do setor de comunicação.  As perguntas versam sobre o projeto da Sustenidos de promover demissões e um verdadeiro desmonte nos cursos de excelência ministrados pela melhor escola de música clássica da América Latina.

Nota à imprensa  – O Governo do São Paulo vai melhorar e ampliar os serviços do Conservatório de Tatuí, que infelizmente enfrentou graves problemas com as últimas gestões terceirizadas. O compromisso para 2021 é de um ajuste sério para sanar a grave crise administrativa e financeira da instituição, mas sem nenhum corte de atividades ou prejuízo aos alunos e à comunidade. Em 2022, a meta é abrir mais cursos e vagas, além da contratação de professores. 

O novo parceiro da Secretaria de Cultura e Economia Criativa será contratado ainda este mês, após um rigoroso processo de seleção. O projeto da Organização Social Sustenidos, instituição de bem-sucedida gestão à frente do Projeto Guri, está em fase final de análise. 

O plano de ampliação tem duração de cinco anos e começará em 2021. Entre as ações, está o fortalecimento da linguagem do Choro, com a criação de diversos eventos e práticas, como o Clube do Choro e a criação de um acervo permanente literário e de obras dedicadas ao gênero; a inclusão de novas ferramentas digitais para salas de estudos virtuais, oferta de material didático, avaliações, debates e interações do setor de artes cênicas. 

DEPUTADA PEDE SUSPENSÃO DO EDITAL QUE

MUDA ADMINISTRAÇÃO DO CONSERVATÓRIO

Nesta quinta-feira (17), a deputada estadual Márcia Lia (PT) requereu à Secretaria de Estado da Cultura informações sobre o processo que pretende trocar a administração do Conservatório Dramático e Musical “Dr. Carlos de Campos”, de Tatuí, a uma Organização Social. A abertura dos envelopes foi dia 7 de dezembro, e a única habilitada a participar da licitação foi a Organização Social Sustenidos, responsável pela administração do “Projeto Guri”, que ensina música para crianças.

A deputada também apresentou  moção e pede o apoio da Assembléia Legislativa de São Paulo para que o governo de SP suspenda imediatamente o processo de escolha da nova OS, que está em andamento e a previsão é assumir o Conservatório dia 1º de janeiro.

A petista baseia seu pedido em informações do Jornal Integração, de Tatuí. O semanário enviou perguntas ao Secretário da Cultura sobre a proposta da “Sustenidos,” única OS que está sendo analisada pela pasta da Cultura para administrar a escola de Tatuí. Demissão de 70 funcionários, extinção de conjuntos mantidos pela escola, extinção dos cargos de monitor, fechamento do Pólo do Conservatório em São José do Rio Preto, redução de vagas para alunos, dos atuais 2.500 matriculados para 1500, são as indagações  apresentadas ao Secretário da Cultura pelo jornal de Tatuí

            A deputada Márcia Lia (PT) afirma que “é um edital extremamente delicado para ser publicado menos de um mês antes de iniciarmos o ano previsto para a mudança. O que estão fazendo com a cidade de Tatuí e com o Conservatório é uma falta de respeito à cidade e aos 66 anos de história da escola”. A deputada Márcia Lia, no documento enviado ä Secretaria da Cultura,  pede também a suspensão do processo de escolha pelo governo de São Paulo.

Consta também na Moção apresentada na Assembleia que “a cidade de Tatuí precisa ser ouvida sobre esse desmonte ao qual o Conservatório está sendo submetido. O Conservatório é um orgulho para a população da cidade, da região e Interior Paulista e do Estado de São Paulo. Todo o processo deve ser democrático e transparente. Inadmissível, o governo lançar mão de um edital de tamanha envergadura para analisar a menos de um mês da pretendida mudança.”

            Desmonte do Conservatório – Márcia Lia afirma que “nosso mandato está ao lado das autoridades e da população de Tatuí para buscar, não apenas a reversão desse processo, mas o devido reconhecimento e valor ao Conservatório, aos seus professores, funcionários e alunos. O governador João Dória  promove uma série de desmontes se utilizando da pandemia. De fato, vivemos um momento delicado, mas o governador está aproveitando o momento para “passar sua boiada” e desmontar muito do que foi construído pelo povo de São Paulo. Nós estamos nos opondo e vamos continuar lutando”, finaliza a deputada Márcia Lia. 

CLASSE POLÍTICA SE MANIFESTA

A deputada Márcia Lia se manifesta na Assembleia Legislativa a pedido o vereador Eduardo Sallum (PT), o mais votado dia 15 de novembro para a Câmara Municipal de Tatuí. No início da semana, o deputado estadual Carlos Giannazi (PSOL) também se manifestou na tribuna da Assembleia Legislativa de São Paulo. Ao citar o Conservatório de Tatuí, o parlamentar tece severas críticas ao governador João Dória e ao secretário Sérgio Sá Leite, titular da Secretaria da Cultura. No entanto, não são só os partidos de esquerda que se preocupam com o Conservatório, pelo que ele significa para a cultura, não só para Tatuí, também para o Brasil.

A troca da Abaçai pela Sustenidos para gerenciar o Conservatório de Tatuí foi motivo de reunião. Na segunda-feira (14), a prefeita Maria José Vieira de Camargo (PSDB), munida de documento elaborado pelo chefe de gabinete Christian Pereira de Camargo, encontrou-se com secretário Marco Vinholi (Desenvolvimento Regional) e se posicionou contra mudança na administração do Conservatório. A titular do Poder Executivo tatuiano foi contundente em uma manifestação na sua página na rede social. Maria José foi taxativa que não admite interferências na administração do CDMCC, que prejudique o bom andamento pedagógico e do ensino musical de alto nível ministrado pela escola. Ao tomar esse posicionamento, praticamente ela se coloca contra a intenção do secretário da Cultura e da Sustenidos, que apresenta um projeto para sucatear o Conservatório. Outro a se manifestar, desta vez no Jornal Integração, foi o vereador Antonio Marcos de Abreu (PSDB), presidente da Câmara Municipal de Tatuí. Marcos diz que “as informações apuradas pelo Jornal Integração, através das perguntas enviadas à Secretaria de Estado da Cultura são preocupantes, considerando que as medidas previstas, tais como, demissões, extinções dos cargos de monitores, fechamento de cursos de artes cênicas e dos cursos da área de choro e até o fechamento do Polo de São José do Rio Pardo, afetam não apenas a comunidade local. Da forma em que está colocado, representam um risco iminente à cultura do País, pois desconsideram a importância e a posição de excelência do Conservatório de Tatuí no cenário mundial, diz o presidente da Câmara”.


%d blogueiros gostam disto: