Anúncios

Destaques de 7 de Setembro de 2013

by

Exclusivo Online

– MÍDIA SOB CONTROLE –

PREFEITURA DE TATUÍ CONTRATA EMPRESA PARA MONITORAR IMPRENSA

Impressao de Tela

O “Portal da Transparência” mostra que a  Prefeitura de Tatuí contratou uma empresa, com dispensa de licitação, no valor de R$ 7.920,00, “para prestação de serviços de monitoramento de informação nos meios de comunicação de matérias de interesse no município de Tatuí”.

 De acordo com a Lei das Licitações, a contratação de empresas sem atos licitatórios, somente pode ser feita até  o valor de R$ 8.000,00. Acima deste valor, ou seja,  até R$ 80 mil, as contratações de prestação de serviços públicos são apenas permitidas, através de carta-convite, com a participação de, no mínimo, três empresas, se estas existirem no mercado local.

Pelo valor da contratação desta empresa de rastreamento de informações, estampado no “Portal da Transparência”, o Departamento de Compras, como se diz no jargão popular, “conseguiu bater na trave”. Por apenas R$ 7.920,00, é bom ressalvar que o preço mínimo para exigência da carta-convite é R$ 8 mil, conseguiu contratar um serviço para que o Departamento de Comunicação fique bem informado sobre as notícias relativas ao município, sejam estas negativas ou positivas, em relação à cidade e aos atuais inquilinos do Paço Municipal.

Este, que parece ser um sofisticado meio de coleta de informações, com valor que consome o equivalente a quase um ano de salários de um funcionário municipal, poderia sair bem mais barato para a municipalidade. Hoje, sem muita dificuldade, qualquer criança, com apenas um clique no “Google”, pode conseguir serviço semelhante, a custo zero para a Prefeitura de Tatuí. O Jornal Integração possui em seus computadores e utiliza esta ferramenta do maior site de busca da internet. E o Executivo municipal poderia valer-se, gratuitamente, do sistema do “GOOGLE ALERT” para receber notícias específicas sobre TATUÍ, qualquer que fosse a região do Mundo de onde elas se originassem!

 “Prefiro o barulho da imprensa”

No Brasil, quando se fala em rastreamento de informações publicadas pela imprensa, principalmente pelo poder público, não lembra apenas a singela e inocente coleta de informações. E, ao analisar a situação em um contexto histórico, vem à baila, em nossas mentes, acontecimentos de triste memória. Um exemplo é ditadura militar, que castigou a palavra livre durante 21 anos. E outro, mais recente, é a regulamentação e o controle da mídia, uma infeliz ideia do PT. Este foi um tema frequente nas campanhas eleitorais, quando Dilma Rousseff venceu as eleições presidenciais. Logo ao assumir, a presidente da República frustrou as vozes mais radicais do seu partido, ao proferir a célebre frase, que deveria pautar seu governo pelo exercício democrático e livre do pensamento: “Prefiro o barulho da imprensa, ao silêncio da ditadura”. No entanto, apesar deste pronunciamento da presidente da República, o assunto ainda não está estagnado. Vozes radicais ainda almejam dar um “cala boca, jornalista”. A Agência Brasil informa que, no final de junho, o Fórum Nacional pela Democratização da Comunicação (FNDC) começou a colher assinaturas em todos os estados a fim de apresentar, ao Congresso Nacional, um projeto de iniciativa popular para a regulação da mídia. Esta informação foi do  representante do FNDC, José Sóter, em audiência pública sobre a liberdade de imprensa na Comissão de Ciência e Tecnologia da Câmara dos Deputados. “O Congresso vai ter que receber, e aí eu quero ver se o Executivo vai ter mais força que essas assinaturas”. disse Sóter. E ainda acusou o governo federal de engavetar a proposta de um marco regulatório para os meios de comunicação do país.

A ideia de fazer um novo marco regulatório para a mídia brasileira surgiu ainda no governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e era coordenada pelo então ministro da Secretaria de Comunicação Social, Franklin Martins. A proposta foi debatida na Conferência Nacional de Comunicação (Confecom), ocorrida em dezembro de 2009, mas ainda não saiu do papel. Os representantes das empresas de comunicação presentes à audiência defenderam argumentos contrários ao estabelecimento de regras de regulação da mídia. O diretor executivo da Associação Nacional de Jornais (ANJ), Ricardo Pedreira, disse que a Constituição Federal de 1988 já traduz as aspirações da sociedade em relação à liberdade de imprensa. “Ninguém pode determinar a quem quer que seja o que falar, o que escrever, como se expressar. Não se admite nenhum controle nem condicionamento prévio sobre esse direito, mas existe sempre a possibilidade de punições resultantes de eventuais calúnias e difamação. É assim em todas as democracias”, argumentou Pedreira.

Na segunda-feira (9), no artigo “Síndrome da Censura”, no jornal O Estado de São Paulo,  o jornalista Carlos Alberto Di Franco foi enfático ao afirmar que “o combate à corrupção e o enquadramento de históricos caciques da vida pública só tem sido possível graças à força do binômio da democracia: jornalismo livre e opinião pública informada”. E Di Franco conclui: “a censura, aberta ou disfarçada, é sempre um tiro na democracia”.

Principais notícias desta edição

TATUÍ CONTA COM 114 MIL HABITANTES, SEGUNDO O  IBGE

FISCAIS DO TCE ELOGIAM OBRAS DO COMPLEXO DA POLÍCIA CIVIL

UMA HOMENAGEM A ARESKY

DESTAQUES ECONÔMICOS – Antônio José Martins

O MERCADO MUNICIPAL – Crônica de Nina Leoni

OITO CHAVES PARA RESGATAR A POLÍTICA – Marcos Cintra

“NINGUÉM ME REPRESENTA (2)” – Prof. Clodoaldo Rodrigues Nunes

CÂMARA APROVA REPASSE À SANTA CASA

CÂMARA RECEBE PROJETO DO PLANO PLURIANUAL

VEREADORES RECLAMAM DE BURACOS NAS RUAS

TV APARECIDA VOLTA AO AR EM TATUÍ

FALECIMENTOS

GALERIAS

INÍCIO DE OBRA

ESCULTURAS PARA MÚSICOS

PROMOÇÃO DE OFICIAIS DA PM

COMISSÃO DE EMPREGO

PROGRAMA RADIOFÔNICO

ÔNIBUS INFANTIL

REUNIÃO DO COBAT

TATUÍ E SUA HISTÓRIA – Jornal “O Commércio”, número 1, de 1/1/1927

COLUNA FILATÉLICA – Carlos Roberto Favarão

MUNÍCIPE RECLAMA DE ALTERAÇÕES NO TRÂNSITO

BAZAR DA ECONOMIA

YAKISSOBA BENEFICENTE

ADOÇÃO DE CÃES E GATOS

BAZAR BENEFICENTE PELOS ANIMAIS

SINFÔNICA NA PRAÇA DA MATRIZ

CONSUMISMO, CRÔNICA – J. Rigolão

NOVELAS

CANAL 1 – Notas de TV por Flávio Ricco

TJ MANTÉM DECISÃO DE REVERTER IMÓVEL PARA ENTIDADES

CAMPANHA ARRECADA BRINQUEDOS EM TATUÍ

NOVO CURSO SOBRE TURISMO

EXPOSIÇÃO SOBRE LIVROS INFANTIS

PALAVRAS CRUZADAS

ESPORTES

COLUNA POLICIAL

PREFEITURA INAUGURA CENTRO ESPORTIVO EM BOITUVA

MARCUSSO JANTA COM O GOVERNADOR E PEDE ESTRADA

ITAPETININGA CONSTRÓI SEIS NOVAS ESCOLAS DE ENSINO INFANTIL

MINISTÉRIO DA JUSTIÇA ENTREGA 70 FURGÕES EM TATUÍ

FESTA DA MANDIOCA NA  SAGRADA FAMÍLIA

PRIMAVERA DANÇANTE

INTEGRAÇÃO NAS EMPRESAS

COLUNA GENTE (Fotos e fatos sociais)

MATÉRIAS OFICIAIS (Editais do Fórum de Tatuí e editais de casamentos do Cartório de Registro Civil de Tatuí).

Anúncios

Tags: , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: