Anúncios

Compra de remédios: FERRAMENTA QUE ECONOMIZA NÃO ATENDE INTERESSE EM TATUÍ

by

 

Uma plataforma de compra de insumos hospitalares e medicamentos que proporcionou uma economia de R$ 8,2 milhões em 2015 para a Prefeitura de Goiânia foi oferecida para a Prefeitura de Tatuí e a resposta foi que este sistema de compras “não atendeu os interesses do município”. A empresa é a Bionexo e seu representante comercial veio à Tatuí, explicou a aplicação e as vantagens oferecidas pela plataforma eletrônica para direção da Secretaria Municipal de Tatuí, mas não conseguiu convencer a atual secretária municipal de Saúde.

O site oficial da Prefeitura de Goiânia, em matéria da jornalista Elizeth Araújo, informa que este município do estado de Goiás economizou 15% na aquisição de insumos hospitalares e medicamentos. Esta ferramenta permite gerenciar o processo de compras de forma clara e transparente e, em Goiânia, reduziu o tempo médio de cotação de 30 dias para 3,6 dias. Renato José Rodrigues Fernandes, economista da Bionexo, ficou perplexo com a posição da Secretaria Municipal da Saúde de Tatuí. Ao comentar o caso com a reportagem do Jornal Integração, sobre a  recusa da plataforma pelo município de Tatuí, questiona: “Se transparência, economia e redução de tempo médio na cotação de remédios não são de interesse do município, quais serão, então?”. Esta observação de Renato reforça a situação precária na aquisição de medicamentos, quando Máximo Machado Lourenço ocupava a titularidade da Secretaria Municipal de Saúde. À época, Maximo revelou à reportagem deste semanário que achou interessante a plataforma eletrônica da Bionexo, em razão não só da economia, mas principalmente pela celeridade para aquisição de remédios pela saúde pública de Tatuí. Ele deixou o cargo em condição excepcional e desde sua saída a situação não mudou nada para favorecer a população. A distribuição de medicamentos aos pacientes atendidos pelo poder público continua precária e até piorou com atual da administração da secretaria. Pelo menos é o que demonstram decisões prolatadas pelo  Poder Judiciário da Comarca, ao determinar a entrega de remédios pelo poder público municipal, através de denúncias apresentadas pelo Ministério Público. E também por denúncias apresentadas à imprensa, por cidadãos que não têm a quem recorrer.

Santa Casa e Pronto Socorro

Em uma edição anterior, o Jornal Integração publicou matéria sobre a celebração de um contrato entre a Bionexo e a Santa Casa de Misericórdia de Tatuí. Este acordo entre as partes foi assinado pelo frei Bento Aguiar, da São Bento Saúde, empresa que administra o hospital tatuiano. Recentemente, frei Bento assumiu também o pronto socorro municipal. No contrato com a Santa Casa, a São Bento Saúde recebe 4%  sobre a arrecadação bruta mensal do hospital que atende pacientes do SUS. Somente com a Santa Casa, a São Bento recebe uma média de R$ 70 mil mensais.

Em novembro, ocorreu um fato inusitado com o contrato firmado entre o frei Bento e a Bionexo. A diretora financeira da Provedoria da Santa Casa, sem nenhuma explicação convincente, se posicionou contra a aquisição da plataforma eletrônica e ordenou o cancelamento da primeira nota fiscal emitida pela Bionexo. Ao assim agir, em tese, tomou uma medida de rompimento unilateral do contrato. A empresa entrou em contato com o administrador Carlos Eduardo Camargo, que administrava a Santa Casa e mediou a celebração do  contrato. Carlos Eduardo informou que, embora estivesse um psicólogo ocupando seu lugar, quem administra a Santa Casa de Tatuí é a São Bento Saúde. O administrador disse ainda  que a diretora financeira não possuía poderes e nem autonomia para tomar decisões administrativas. No entanto, a diretora financeira parece insistir no ato e utiliza o mesmo  argumento oferecido pela Secretaria da Saúde de Tatuí, ou seja, que a ferramenta não atende os interesses do hospital.

Com os melhores hospitais – A Bionexo atende os principais hospitais do país, entre eles o Hospital Israelita Albert Einstein e o Sírio Libanês, ambos em São Paulo. Pela sua reputação e experiência, em 2015 uma equipe de funcionários da empresa atuou na Santa Casa de São Paulo prestando serviços de consultoria em gestão da cadeia de suprimentos quando este hospital estava no auge de sua desestabilização econômica, provocada por má gestão. A Bionexo também presta relevantes serviços à área hospitalar particular no Brasil e em mais quatro países. Com esta experiência em transparência e economia, o foco da empresa agora  se direciona para o poder público. Recentemente, a Secretaria Estadual de Saúde do Piauí adotou o sistema eletrônico de compras. Na região, a gestão do prefeito de Cesário Lange, Ramiro Campos (PSDB), está muito interessada na aquisição da plataforma oferecida pela Bionexo e vem tratando com representantes da empresa para chegar a um acordo.

Há algum tempo, a provedoria da Santa Casa de Tatuí, durante  memoráveis crises administrativas ocorridas no hospital, convocou uma entrevista coletiva com a imprensa. Este fato ocorreu  antes de o frei Bento Aguiar assinar o contrato com a Bionexo. Nesta coletiva, o representante do Jornal Integração questionou a posição da provedora Nanete Walti Lima em relação à aquisição da plataforma eletrônica apresentada pela Bionexo. Na ocasião, a provedora apenas limitou-se a responder que “a Santa Casa estava optando por implantar uma farmácia própria”.

A economia em Goiânia

Dia 28 de dezembro de 2015, a Secretaria Municipal de Saúde de Goiânia, através de seu departamento de comunicação, publicou matéria com o seguinte título “Goiânia economiza R$ 8,2 milhões na compra de medicamentos”.  E na chamada  evidencia: “Economia em dinheiro foi de 15%. Também foi registrado menor tempo para cotações de 30 para três dias”. Leia abaixo, a íntegra da matéria de uma situação econômica que não interessa para a Prefeitura de Tatuí:

“A Prefeitura de Goiânia conseguiu economizar R$ 8.290.000,15 na compra de medicamentos e outros materiais utilizados em suas 143 unidades de saúde no ano de 2015. A economia de 15% se deu graças à utilização da Bionexo, plataforma eletrônica de aquisição de medicamentos, equipamentos médico-hospitalares, materiais médicos e insumos utilizados. De outubro de 2014 a outubro de 2015, foram realizados 69 pregões, com 1.383 itens em 19 categorias de produtos, como equipamentos médicos e cirúrgicos, materiais médicos e odontológicos, materiais de escritório e informática, entre outros. ‘É uma economia muito importante, principalmente, pelo momento vivido pela Prefeitura de Goiânia, que vem trabalhando firme para reduzir despesas’, diz o secretário municipal de Saúde, Fernando Machado, que recebeu o relatório de desempenho da PubliNexo. De acordo com o presidente da Comissão Especial de Licitação  da SMS Goiânia, João Flávio Souza Araújo, além da economia em recursos financeiros, há também a economia de tempo.  ‘Os processos de compras ganharam maior celeridade, já que o tempo médio de cotação caiu de 30,3 dias para 3,6 dias’, explica João Flávio.
Outra vantagem é a ampliação do leque de fornecedores, pois a Bionexo possui mais de seis mil fornecedores em todo o país, o que reduz os preços das cotações dos produtos a serem adquiridos. Mensalmente, a maior economia registrada em valores nas compras em 2015 foi no mês de março, quando houve uma economia de R$ 2.120.142,62. A Bionexo é um sistema de pregão eletrônico em tempo real para compras públicas na área de saúde composta por uma plataforma eletrônica e uma comunidade verticalizada de fornecedores e compradores que registram e gerenciam, de forma clara e transparente, todas as informações do processo de compras. O software possui um banco de preços e cotações previamente autorizadas. Em Goiás e Distrito Federal, 24 hospitais privados utilizam a plataforma. – Elizeth Araújo, da editoria de Saúde – Secretaria Municipal de Comunicação (Secom)”.

 

 

O cidadãp Oseias Plate precisou recorrer à Justiça para conseguir insulina.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: