Anúncios

Avanço da dengue na região deixa autoridades em alerta

by

Cartilha-Dengue

Veja a cartilha completa sobre a dengue

O número de casos da dengue está crescendo em toda a região e deixa as autoridades da área de saúde em alerta. Na vizinha cidade de Sorocaba, já foram registrados mais de quatro mil casos desta doença, transmitida pelo mosquito “Aedes Aegypti”. Uma morte foi registrada naquela cidade na semana passada, em razão de complicações causadas pela dengue.

A situação é alarmante e o secretário municipal de Saúde de Sorocaba, Francisco Antonio Fernandes, revelou em entrevista à imprensa, que ainda no primeiro semestre, a prefeitura estima que até 10% da população sorocabana possa contrair a dengue, o que representa cerca de 60 mil pessoas.

A dengue avança também nos municípios de Votorantim e Iperó. Em cada cidade, já foram registrados mais de 200 casos da doença. Boituva já notificou 128 casos no ano de 2015 e Cerquilho registrou 23 casos. Em Tatuí e Itapetininga, até o mês de fevereiro, haviam sido registrados 17 casos em cada município.

Sintomas da doença

O mosquito “Aedes Aegypti”, transmissor da dengue, caracteriza-se pelas manchas brancas no corpo, deposita seus ovos em água limpa e parada, e costuma picar as pessoas durante o dia. Os principais sintomas da dengue são febre alta, dor de cabeça, dor atrás dos olhos e no corpo, indisposição e surgimento de manchas vermelhas na pele. Em caso de suspeita da doença, a pessoa deverá procurar imediatamente o serviço de saúde, a fim de receber atendimento médico adequado. Se não tratada, a dengue pode levar o paciente à morte.

Prevenção

As principais recomendações e cuidados para evitar a proliferação do mosquito da dengue são: eliminar água acumulada em ralos, calhas, pratos, vasos de plantas, pneus e garrafas, trocar a água dos animais de estimação diariamente, manter as caixa d’água, tonéis e reservatórios bem fechados, não descartar lixo em terrenos baldios e manter a lata de lixo sempre bem fechada, tratar a água das piscinas com cloro e retirar a água das piscinas desativadas. Recomenda-se ainda o uso de repelente para afastar o mosquito. A população pode ajudar muito na prevenção, realizando, pelo menos uma vez por semana, uma vistoria em seu imóvel, para extinguir possíveis criadouros.

Anúncios

Tags: , , , , ,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: