Anúncios

Posts Tagged ‘jornal’

Prefeitura lança publicação semanal

fevereiro 5, 2015

Foto site 7-2-2015

O Departamento de Comunicação de Prefeitura de Tatuí informa que a partir desta quinta-feira (5), a municipalidade passa a contar com uma publicação oficial semanal, com 10 mil exemplares e distribuição gratuita. Alexandre Scalise, diretor do departamento responsável pela edição do jornal, informa que “todo cidadão terá, a partir de agora, a oportunidade de conferir as leis, decretos e demais publicações oficiais, sem falar nos balancetes com receitas e despesas do Executivo, do Legislativo e também das autarquias integradas ao Poder Público, como no caso o Tatuíprev e Fundação Educacional ‘Manoel Guedes’. Além disso, serão também veiculadas matérias de interesse público”. Esclarece ainda o diretor que “a criação do Diário Oficial é uma orientação do Tribunal de Contas do Estado de São Paulo. Tatuí é uma das únicas cidades do Estado com mais de 100 mil habitantes que ainda não dispunha dessa ferramenta. Na região, apenas duas ou três cidades ainda não têm o seu jornal. Sorocaba tem o seu desde 1979. Itapetininga desde 2007”.

O prefeito José Manoel Correa Coelho (Manu), de acordo com a nota oficial do Departamento de Comunicação, expediu um decreto municipal no dia 4 de fevereiro, regulamentando uma lei autorizativa criando o jornal oficial, aprovada em 2012, de autoria do então vereador Vicente Menezes (PT), hoje vice-prefeito. No texto oficial Manu “lembra que com o jornal toda população terá mecanismos para acompanhar e fiscalizar de perto, passo a passo, a administração municipal. Tatuí inaugurou em 1º de janeiro de 2013 um novo modelo de gestão. Agora, ética e transparência são palavras de ordem, exercitadas no dia-a-dia como compromisso à população e seus anseios”.

Na nota explicativa, Alexandre Scalise justifica “que em 2014, foram gastos R$ 592 mil com publicações oficiais, em 2015, com o Diário, passaremos a R$ 270 mil, cumprindo também o princípio da economicidade”. No entanto, o gasto de R$ 592 mil apresentado pelo diretor de Comunicação, para justificar a impressão do novo jornal, está bem acima do valor das publicações dos atos oficiais obrigatórios nos jornais locais no ano passado. De acordo com o Portal da Transparência da Prefeitura de Tatuí, em 2014 as publicações oficiais obrigatórias da Prefeitura, em todas as publicações locais, totalizaram R$ 169.516,00, assim distribuídos: Jornal Tatuiense: R$ 9.255,00, É Notícia: R$ 47.630,00, Jornal Integração: R$ 43.791,00 e O Progresso de Tatuí: R$ 68.840,00.

No caso específico do Jornal Integração, o semanário é autorizado legalmente a publicar os atos oficiais através de licitação pública, com preços cobrados por centímetro/coluna obedecendo rigorosamente o valor licitado, como consta em todas as notas fiscais empenhadas pela Contabilidade da Prefeitura. Tudo leva a crer que esta publicação semanal da Prefeitura de Tatuí, como está definida no comunicado oficial do Departamento de Comunicação, em tese, contraria normas contratuais entre a municipalidade e a empresa jornalística Integração O Jornal do Povo Ltda.. Até o momento, este semanário – prestador de serviço e devidamente cadastrado no Setor de Compras da Prefeitura – ainda não recebeu nenhum comunicado oficial do rompimento unilateral do contrato de publicações oficiais com a municipalidade.

Nota da Redação – Débitos da Prefeitura de Tatuí com o Jornal Integração: Novembro de 2012 (publicação obrigatória de Relatório de Gestão Fiscal): R$ 2.995,20. Editais publicados sem pagamento no período de agosto a dezembro de 2014: R$ 14.137,20. Editais publicados sem pagamento de janeiro e fevereiro de 2015: R$ 6.373,30.

Anúncios

Destaques de 21 de Junho de 2013

junho 21, 2013

Exclusivo Online

FAMÍLIA PADILHA DOA MAIS UM JORNAL PARA O ACERVO DO “INTEGRAÇÃO”

Jornal antigo Comarca de Tatuhy

A família do jornalista João Padilha, profissional que militou na imprensa tatuiana na primeira metade do século XX, doou mais uma coleção de jornais para o acervo do Jornal Integração. A doação foi feita pelas suas filhas Esther e Lygia Padilha, residentes em Tatuí. A nova aquisição é o jornal “Comarca de Tatuhy”, de propriedade de Laurindo Dias Minhoto. A primeira edição foi lançada em Tatuí no dia 2 de outubro de 1907, com circulação semanal até 5 de fevereiro de 1911.

Na edição de número 1, a publicação mostra o tom combativo do jornal e o editor afirma que “a necessidade de um saneamento moral na administração pública e de repressão aos desatinos consequentes determinou o nosso aparecimento, como é geralmente sabido”. E, na mesma página, com o título “Aguenta Povo!…”, o “Comarca de Tatuhy” questiona o posicionamento político de seu concorrente, o jornal “Cidade de Tatuhy”, que defende as ideias de outro grupo político na cidade.

O jornalista João Padilha militou na imprensa por mais de trinta anos, sendo fundador de três jornais que circularam na cidade entre os anos de 1920 e 1940. Com participação ativa nos veículos de comunicação e sendo proprietário de uma gráfica, ao longo dos anos colecionou jornais que circularam nessa época em Tatuí. Com sua mudança para São Paulo, para trabalhar na Secretaria de Estado da Fazenda, o jornalista guardou este rico acervo histórico em sua residência, no Bairro Previdência, próximo ao Caxingui. Após sua morte, a Família Padilha, muito ligada aos familiares do jornalista José Reiner Fernandes, resolveu doar este rico acervo histórico ao Jornal Integração. A coleção, toda encadernada pelo artesão Fábio Caresia, compõem-se dos jornais “Cidade de Tatuhy”, “Comarca de Tatuhy”, “Ridendo”, “O Commercio” e “Jornal de Tatuhy”. Depois dessas aquisições, a direção do Jornal Integração ainda conseguiu as edições completas dos jornais “Frente Popular” e “A Verdade”, de grande importância histórica e que circularam em Tatuí no final da década de 50 e início de 1960.

JORNAIS ANTIGOS DE TATUÍ

Jornal “Cidade de Tatuhy”

Fundação: 10 de janeiro de 1899 (dez anos após a Proclamação da República). Os proprietários eram A. Porto e A. Pereira. Este jornal teve um grande período de circulação. Com 1407 edições, circulou até 13 de julho de 1924. Neste ano, seu diretor-gerente era Antonio Pereira Fiúza e o jornal se posicionava como “Órgão do Partido Republicano Oposicionista local”.

Jornal “Comarca de Tatuhy”

Fundação: 2 de outubro de 1907. Era seu redator-proprietário o dr. Laurindo Dias Minhoto, advogado militante na Comarca. O último número, em poder do Jornal Integração, é o 173, datado de 5 de fevereiro de 1911. Nesta edição, na primeira página, Manoel Guedes Pinto de Mello e outros signatários recomendavam o dr. Laurindo Dias Minhoto para deputado estadual, nas eleições de 24 de fevereiro de 1911.

Jornal “Ridendo”

Fundação: 1º de janeiro de 1923. A gerência era de Alfredo Vanni e tinha como redator o jornalista João Padilha. A última edição, de número 127, de 9 de agosto de 1925, é dedicada inteiramente à Santa Casa de Misericórdia. Nesta edição, o jornal classifica uma apreciação do dr. Ulysses Barbuda como “opinião valiosa pela prática do dr. Ulysses em matéria hospitalar”. Em outra página, da mesma edição, consta o Projeto da Santa Casa e uma citação relevante a Carlos Orsi. Diz o jornal “é a Carlos Orsi que nós devemos quase inteiramente a construção da Santa Casa”.

Jornal “O Commercio”

Fundação: 1º de janeiro de 1927. O diretor é o jornalista João Padilha e o jornal circulou semanalmente até 18 de dezembro de 1927, com 48 edições. Esta publicação, em seu último número, faz campanha em prol do Asilo São Vicente de Paulo. E o jornalista João Padilha, em seu editorial, afirma: “Compete, finalmente, à Diretoria do Asilo empregar seus esforços no sentido de cooperar com a boa vontade do povo na obra de reerguimento da querida associação de Tatuhy”.

“Jornal de Tatuhy”

Fundação: 3 de novembro de 1929. O redator era João Padilha e o diretor Pedro Voss Filho. Na primeira edição, o jornal dá destaque ao “Dever da Imprensa”. Em matéria assinada por Chichôrro Netto, o articulista lembra que “A imprensa deve ser a verdade que dissolve a máscara doirada de valores falsos e lança o cautério da crítica severa em todas as chagas que não permitam à nossa Terra e à nossa Gente o envolver tranquilo e forte para a máxima grandeza moral, intelectual e material, fastígio de perfeição, preciosa esperança de Tatuhy”. Este semanário circulou até 26 de julho de 1931. Antes de sua derradeira edição, no número 74, de 3 de maio de 1931, o “Jornal de Tatuhy”ostenta a manchete: “Com imponentes festas foi inaugurado oficialmente o Ginásio do Estado em Tatuhy”. E, no canto superior da página, a publicação enaltece: “A imprensa local foi um grande baluarte na realização do sonho tatuiense, sendo justo que se destaquem os nomes de João Padilha, Sílvio Azevedo, Oscar Mota, Pedro Voss Filho, Camilo Vanni, Florindo Vanni, Lázaro Maria da Silva”. Este jornal circulou até 19 de maio de 1935, sob a direção do jornalista João Padilha e  redator Oscar Augusto Silveira da Mota. E uma discreta nota de pé de página, revela: “Prefeitura – Em substituição ao sr. João Gandara Mendes foi nomeado prefeito de Tatuhy o sr. Firmo Vieira de Camargo”.

Jornal “Frente Popular”

Fundação: 2 de novembro de 1958. O proprietário é Pedro de Campos Camargo e na sua equipe de redatores constam José Coelho de Almeida, José Tomaz Borges e Francisco Garcia Bittencourt. Na primeira edição, uma nota revela que “Desligado do Jornal de Iperó, sai hoje, com nova feição o nosso jornal “Frente Popular”, movimento de renovação política, fundado em 27 de dezembro de 1954”. Esta publicação defendia a liderança do ex-prefeito Olívio Junqueira. Este político ocupou a prefeitura por dois mandatos, entre 1957/1960 e 1977/1982. Na última gestão de Junqueira, o Jornal Integração, fundado em 24 de dezembro de 1975, posicionou-se como ferrenho opositor ao modelo de gestão implantado no município pelo então inquilino do “Palácio das Mangueiras”.

Jornal “A Verdade”

Fundação: 20 de agosto de 1959. O diretor-responsável era o professor Francisco Roedas e redator Pedro de Alcântara Kalume. Na época, o município de Tatuí era dividido em distintas alas políticas, compostas pelo junqueirismo e lisboismo. Em suas primeiras edições, a publicação mostra a intenção de apoiar João Lisboa para prefeito de Tatuí. “A Verdade” não possuía periodicidade regular. João Lisboa vence a eleição de 1959, com um combativo quadro de redatores formado por Alcir Menezes da Silva, Maria José Pascoal, Paulo Ribeiro, Waldomiro Bosso e Pedro de Alcântara Kalume. Este último é advogado trabalhista militante e, atualmente, defende professores do Conservatório em ações que tramitam na Vara do Trabalho. Na derradeira edição, número 48, de 13 de agosto de 1961, “A Verdade” estampa a manchete: “Encampação da Cia. Luz e Força de Tatuí”. O texto informa que o município de Tatuí, através do Decreto 50.122, assinado pelo Ministro Senador Barros de Carvalho, passa a ser servido pela USELPA. Na época, a falta de energia elétrica foi a bandeira política de João Lisboa para se eleger prefeito de Tatuí.

Principais notícias desta edição

JORNAL INTEGRAÇÃO NÃO CIRCULA NA PRÓXIMA SEMANA

INTEGRAÇÃO RECEBE MAIS UM JORNAL PARA SEU ACERVO

TATUÍ NO PROJETO DA REGIÃO METROPOLITANA DE SOROCABA

MARCHA PARA JESUS

PREFEITO ANUNCIA RETOMADA DE OBRAS DO ANEL VIÁRIO

SECRETÁRIA DA EDUCAÇÃO DEMITE-SE DO CARGO

LEI  DENOMINA COMPLEXO VIÁRIO DE “LIONS CLUBE DE TATUÍ”

 

GOVERNADOR LIBERA RECURSOS PARA RECONSTRUÇÃO DA PONTE

 

ATÉ ONDE VAMOS CHEGAR, Crônica – J. Rigolão

 

DESTAQUES ECONÔMICOS, Antônio José Martins

 

TATUÍ E SUA HISTÓRIA, Jornal Ridendo, de 21 de junho de 1925

 

COLUNA POLICIAL

 

PREFEITURA LANÇA PROGRAMA DE PARCELAMENTO DE DÍVIDA ATIVA

 

MUNICÍPIO INCENTIVA DESCARTE CORRETO DE LIXO ELETRÔNICO

 

VEREADORES CRITICAM DEMORA NO AGENDAMENTO DE CONSULTAS

 

COBAT QUER AUXILIAR NA RESOLUÇÃO DE PROBLEMAS DE TRÂNSITO

 

COLUNA FILATÉLICA, Carlos Roberto Favarão

 

FALECIMENTOS

 

VEREADOR REVELA DADOS SOBRE GRIPE H1N1 EM TATUÍ

 

“CQC” FICA COM SAXOFONE DO PREFEITO DE TATUÍ

 

CONCERTO APRESENTA OBRAS DO GRUPO “THE BEATLES”

 

PROERD FORMA 900 ALUNOS

 

DELEGADO DE TATUÍ ATUA CONTRA TRÁFICO HUMANO EM SÃO PAULO

 

SAÚDE ABRE SINDICÂNCIA PARA APURAR SUPOSTO ABUSO SEXUAL

 

FESTA JUNINA ARRECADA FUNDOS PARA SANTA CASA

 

DOCUMENTÁRIO FALA SOBRE VIDA E OBRA DE ARTISTA TATUIANO

 

CONCURSO SELECIONA PROFESSOR

 

GENTE (Fotos e fatos sociais)

 

CANAL 1 e BATE REBATE

 

ESPORTES

 

PALAVRAS CRUZADAS

 

ACERVO DE JORNAIS ANTIGOS DE TATUÍ

 

JUNTA MILITAR ENTREGA CERTIFICADOS DE DISPENSA

 

LANÇAMENTO DE LIVRO NA IGREJA ADVENTISTA DE TATUÍ

 

SESI ABRE INSCRIÇÕES PARA O PROJETO “SUPER FÉRIAS”

 

NOTAS E NOTÍCIAS

 

NOVELAS

 

VEREADOR PREOCUPADO COM CEROL

 

INTEGRAÇÃO NAS EMPRESAS

 

MATÉRIAS OFICIAIS

Seção Livre, editais da Prefeitura de Tatuí e editais de casamento do Cartório de Registro Civil de Tatuí.


%d blogueiros gostam disto: