Posts Tagged ‘Edmur Mesquita’

Presidente do PSDB de Tatuí na discussão da Região Metropolitana de Sorocaba

abril 4, 2014
Gonzaga esteve presente no Plenário Franco Montoro.

Gonzaga esteve presente no Plenário Franco Montoro.

Na quinta-feira (3), ressaltando a importância da criação da Região Metropolitana de Sorocaba, o presidente da Assembleia, deputado Samuel Moreira, abriu a segunda audiência pública para discutir o PLC 1/2014, enviado à Alesp pelo governador Geraldo Alckmin, em fevereiro. Samuel Moreira cumprimentou as autoridades da mesa coordenadora do evento, elogiou o trabalho do deputado Hamilton Pereira (PT), que desde 2005 defende a criação da RM, e saudou o público presente, formado em sua maioria por prefeitos e vereadores das cidades que comporão a Região Metropolitana. Entre as lideranças municipais estavam presentes o prefeito Ramiro de Campos, de Cesário Lange, e os ex-deputados Luiz Gonzaga Vieira de Camargo (Tatuí) e José Caldini Crespo (Sorocaba).

Mudança de cultura

Como lembrou o secretário de Desenvolvimento Metropolitano em exercício, Edmur Mesquita, a criação da RM de Sorocaba vai promover uma mudança de cultura quanto ao desenvolvimento, que passa de caráter local para regional, reforçando o aspecto de integração entre os municípios. Edmur fez questão de lembrar que, desde a implantação da primeira RM (Baixada Santista), criada pelo então governado Mário Covas, a criação dessas regiões metropolitanas se tornou uma ferramenta para que uma política regional seja implantada.

Edmur Mesquita enumerou as estruturas que serão criadas para o funcionamento da nova RM que, a exemplo das demais já existentes, terá um conselho formado por 26 prefeitos da região de Sorocaba, representantes dos secretários estaduais e representantes do Legislativo, que se reunirão para discussão de metas.

Além do conselho, também serão criados: a Agência Metropolitana de Sorocaba, que dará suporte ao conselho e ajudará a planejar o desenvolvimento da região para o médio e o longo prazo; e o Fundo de Desenvolvimento.

Mesquita disse ainda que a política do governador Alckmin é dar prioridade à criação das RMs e, em seguida, integrá-las às demais. Atualmente há quatro RMs no Estado: a da Baixada Santista, composta por 9 municípios; a de São Paulo, formada por 39 municípios; a do Vale do Paraíba e Litoral Norte, formada por 39 municípios; e a de Campinas, com 20 municípios. O secretário lembrou que a megalópole de São Paulo é a terceira maior do mundo ” perdendo apenas para Nova Delhi e Tóquio, cujo PIB é 32% do PIB nacional.

Integração

Também falou no evento o vice-presidente da Empresa Paulista de Planejamento Metropolitano (Emplasa), Luiz José Pedretti, que disse que a empresa está atravessando uma “época de ouro” na elaboração de projetos. Pedretti ofereceu a experiência da Emplasa para apoiar os passos seguintes à aprovação do PLC 1/2014.

O professor Flaviano Agostinho de Lima, representando o prefeito de Sorocaba, Antonio Carlos Pannunzio, comemorou a audiência como “uma página importante para os 26 municípios que integrarão a RM de Sorocaba”. Ele disse também que a criação da RM de Sorocaba vai dar mais equilíbrio ao sistema metropolitano do Estado, que, segundo ele, “encontra-se um pouco manco do lado Oeste, pois falta-lhe o espírito tropeiro”. O professor disse ainda que a RM proporcionará uma integração muito mais forte de todos os municípios e da população.

Em seguida, o deputado Hamilton Pereira, que substituiu Samuel Moreira na condução dos trabalhos, abriu a palavra ao público. Na análise de Gonzaga, ex-deputado estadual e ex-prefeito de Tatuí, a Região Metropolitana de Sorocaba poderá ser um instrumento importante para se discutir o desenvolvimento regional integrado. “A busca de soluções regionais passa pela discussão dos problemas comuns dos 26 municípios”, diz Gonzaga.


%d blogueiros gostam disto: