Arquivo do Autor

CRISE ECONÔMICA LEVA LOPESCO A ENCERRAR ATIVIDADES EM TATUÍ

janeiro 11, 2020
CHRISTIAN PEREIRA

Jornalista Christian Camargo comenta situação de Tatuí.

Na segunda-feira (6), a empresa Lopesco Indústria de Subprodutos de Origem Animal, instalada em Tatuí na década de 1970 na Via Municipal Antonio Lopes, 603, encerrou suas atividades no município. Os empregados foram surpreendidos após voltar de férias coletivas. A Lopesco faz parte do grupo Adeste – Indústria de Produtos Animais Ltda. Em comunicado oficial foi notificado, em poucas palavras e sem nenhuma explicação, o encerramento de suas atividades. Segundo consta, em razão desta medida, mais de 300 funcionários serão dispensados de suas funções.

A empresa emitiu comunicado e informa que “encerrou hoje (dia 6) as atividades produtivas da unidade industrial situada em Tatuí – São Paulo (Lopesco), responsável pela produção de envoltórios naturais”. Esta decisão foi tomada “com base em análises de mercado, que revelaram a inviabilidade de manutenção da operação, em função do cenário econômico global que impacta o setor”. Na nota oficial, a direção “aproveita a oportunidade para agradecer aos que fizeram parte desta longa história” e salienta que “está oferecendo o suporte necessário a todos”.

A Prefeitura de Tatuí reproduziu a nota em sua página oficial na internet e informa que “segundo consta, recentemente o grupo empresarial encerrou atividades em outros estados brasileiros, nas cidades de Colmeia (TO), Mirassol d’Oeste (MT), Carapicuiba (SP), Araguari (MG) e Rio Brilhante (MS) e estaria dirigindo seus investimentos para unidades do Mercosul, como o Paraguai”. E que, segundo funcionários da Lopesco, “os diretores da empresa comunicaram que seus direitos trabalhistas serão pagos”.

No início, empresa polêmica

No início de suas atividades em Tatuí, a Lopesco tornou-se uma empresa polêmica e que gerava muitas reclamações de moradores, principalmente em seu entorno. Por industrializar produtos de origem animal, um forte odor incomodava as pessoas e a empresa teve que suportar denúncias na Cetesb. Com o passar dos anos, houve maior controle através de aprimoramento de seus equipamentos e a Lopesco passou a ter uma convivência pacífica e harmônica com a população.

Dia 23 de dezembro de 2018, antevéspera de Natal, tudo correu dentro da normalidade e os empregados se confraternizaram em uma grande festa. No decorrer de 2019, o mercado ficou difícil e inviabilizou a manutenção da unidade de Tatuí. A empresa se dedicava ao beneficiamento de tripas bovinas, suínas, eqüinas e ovinas, Durante o processo de produção, no início de suas atividades no Brasil, e usou a tecnologia para a criação de fios cirúrgicos de sutura e entrou no mercado da saúde.

CHEFE DE GABINETE SE MANIFESTA

A crise econômica brasileira, com os indicadores de crescimento de 2019, gera um desalento e qualquer perda de empregos no mercado de trabalho é motivo de preocupação. Na segunda-feira (6), o jornalista Christian Pereira de Camargo, chefe de gabinete da Prefeitura, manifestou sua opinião a respeito do fechamento da Lopesco. Diz o assessor que “Após ler muita bobagem na internet, resolvi me posicionar sobre o assunto. É uma opinião pessoal. E estou aberto ao diálogo – de bom senso. A questão do emprego é um desafio para o Brasil. Dados revelam que o País tem hoje aproximadamente 13 milhões de desempregados. Em Tatuí, não é diferente. Há muitos desempregados e hoje tivemos a triste notícia do fechamento da Lopesco, empresa de subprodutos de origem animal, que está direcionando seus negócios para o Paraguai. Mas, o que tem sido feito pela Prefeitura de Tatuí? Essa pergunta merece resposta e reflexão.

Tatuí tem uma Lei de Incentivos Fiscais e Tributários (a Pró Tatuí), que tem produzido bons resultados nos últimos três anos (depois de ficar engavetada 4 anos). É através dessa lei que novos investimentos ganham o “reforço” do incentivo fiscal e tributário. Quem foi beneficiado desde então? As empresas Hubell Delmar, Marquespan e Santista – para expansão de suas atividades – e Yazaki do Brasil (que viveu uma grande crise devido à queda econômica no setor automotivo), para superar o déficit da unidade local – são algumas delas. Também através dessa lei, alguns pequenos e médios empresários fizeram negócios e geraram empregos. Vide a expansão do Hotel Del Fiol e as instalações do Mc Donald´s e do Hotel Ibis, alguns exemplos. A boa notícia é que no final de dezembro/2019, empresários de origem espanhola compraram uma área de 3 hectares – próximo à SP-127, para a construção de um grande empreendimento comercial. Pagaram pela área algo em torno de R$ 8 milhões. É sinal que não estão para aventuras, mas para gerar negócios, após uma séria pesquisa de mercado. Certamente, no momento que o projeto do novo empreendimento estiver concluído, farão uso da Lei Pró Tatuí. É justo, pois irão gerar renda e emprego (em torno de 500, diretos e indiretos).

Não vamos esquecer os números nesta manifestação. Os oficiais, segundo informações do CAGED (Cadastro de Empregados e Desempregados), do Ministério do Trabalho e Emprego (hoje Ministério da Economia). Importante lembrar que em Tatuí na gestão do ex-prefeito Gonzaga foram gerados mais de 10 mil empregos formais, isto é, com carteira assinada. Foi na gestão do Gonzaga que se instalou a Guardian (a maior indústria geradora de tributos do Município), a Sadia comprou a Big Foods; a FBA se expandiu e outras empresas médias e pequenas (Llamada, Gralha Azul, etc). Depois, entre 2013 e 2016, na desastrosa gestão do ex-prefeito Manu (pontes no chão, “churrasqueira” e outras “lambanças”), foram fechados mais de 5 mil postos de trabalho. Chegamos ao presente – na gestão da prefeita Maria José, que herdou o caos instalado. Em 2019, Tatuí fechou até novembro (os números de dezembro não foram ainda lançados pelo CAGED), com 552 novos empregos formais. Não é o ideal, mas é o recomeço. Tenho a certeza, que se o Brasil voltar a crescer, Tatuí irá gerar mais empregos e teremos mais indústrias e grandes empresas. A Lei do Pró Tatuí será um dos vetores do nosso desenvolvimento, assim como o novo Plano Diretor de Desenvolvimento, recém aprovado pela Câmara de Vereadores.

MINISTRO ADIA CIRURGIA DO QUADRIL

janeiro 11, 2020

Celso

A cirurgia do quadril do ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal (STF), marcada por ele para o dia 10 de janeiro foi adiada e deverá ser marcada uma nova data para o procedimento cirúrgico. A informação foi dada nesta quinta-feira (9), pelo próprio ministro ao Jornal Integração. Nesta sexta-feira ele estava em um shopping em São Paulo e se locomovia através de uma cadeira elétrica, em razão de a sua falta de mobilidade atingir o limite. Há oito anos com o problema de desgaste ósseo, a situação se complica e somente uma cirurgia pode resolver seu problema. Ao ligar para o editor do Jornal Integração, Celso de Mello diz que a intervenção cirúrgica acontecerá e sua recuperação o levará ao afastamento da Suprema Corte durante o mês de fevereiro. A notícia publicada pelo Jornal Integração repercutiu nos altos escalões da República, depois que a revista eletrônica Jota divulgou a informação confirmada pelo  ministro.

Destaques da edição de 11 de Janeiro de 2020

janeiro 11, 2020
  • LOPESCO ENCERRA ATIVIDADES EM TATUÍ
  • XI DE AGOSTO ABRE CAMPEONATO DE FUTEBOL
  • IN MEMORIAM – CONTRASTES – ALEXANDRE MILANI FILHO
  • DESTAQUES
  • COLUNA GENTE
  • EQUIPE DE RUGBY DISPUTA PARTIDA NESTE DOMINGO
  • PREFEITA ANUNCIA EDITAL PARA GERENCIAMENTO DA UPA
  • PREFEITURA INAUGURA DUAS CRECHES NO PRIMEIRO SEMESTRE
  • APLICATIVOS DEVEM GERENCIAR VAGAS DE ESTACIONAMENTO
  • CONSERVATÓRIO SEDIA CONCURSO DE CORDA
  • INTEGRAÇÃO NAS EMPRESAS
  • PREFEITURA AUXILIA MUNÍCIPES PARA INSCRIÇÕES NO CDHU
  • PALESTRA ABORDA IMPACTO DO EMPREENDEDORISMO
  • CÂMARA APROVA PROJETO QUE PROIBE USO DE CEROL
  • LEGISLATIVO DEVOLVE R$ 349 PARA A PREFEITURA
  • CONSELHO REVISA PLANO DE DESENVOLVIMENTO TURÍSTICO
  • PARÓQUIA SAGRADA FAMÍLIA PROGRAMA FESTA DO MILHO VERDE
  • TATUÍ E SUA HISTÓRIA – AGOSTO DE 1934
  • NOMES MAIS REGISTRADOS NOS CARTÓRIOS PAULISTAS
  • PALAVRAS CRUZADAS
  • FALECIMENTOS
  • COLUNA DE ESPORTES
  • JOGADOR DE BEISEBOL DE TATUÍ ATUA NO JAPÃO
  • FERIADOS COM TRÊS VÍTIMA FATAIS NAS ESTRADAS DA REGIÃO
  • COLUNA POLICIAL
  • CLASSIFICADOS
  • NOVELAS
  • CANAL 1 – NOTAS DE TV POR FLÁVIO RICCO
  • MATÉRIAS OFICIAIS (Leis e decretos da Prefeitura de Tatuí, Classificação do processo seletivo interno da Guarda Municipal de Tatuí, edital do CDHU e editais de casamentos do Cartório de Registro Civil de Tatuí).

Destaques da edição de 5 de Janeiro de 2019

janeiro 4, 2019
  • GONZAGA ASSUME MANDATO DE DEPUTADO ATÉ MARÇO
  • CONSERVATÓRIO ABRE INSCRIÇÕES PARA NOVOS ALUNOS
  • DESTAQUES
  • O LEGADO DE MICHEL – GAUDÊNCIO TORQUATO
  • SONETO – DR. LINCOLN
  • SONHO DE UMA NOITE DE VERÃO – FIAMMETTA EMENDABILI
  • COLUNA GENTE
  • TATUÍ CERTIFICADA NO PROGRAMA MUNICÍPIO VERDE AZUL
  • EXPOSIÇÃO KARIBU EM CARTAZ NO MUSEU
  • DUAS MORTES NAS ESTRADAS DA REGIÃO NESTE FIM DE ANO
  • INFORMATIVO DE COMPRAS
  • VEREADORES APROVAM ORÇAMENTO DE R$ 353,1 MILHÕES
  • CONCURSO ELEGE MISS E MISTER AFRO 2018
  • TATUÍ E SUA HISTÓRIA – ANO DE 1933
  • PALAVRAS CRUZADAS
  • COLUNA DE ESPORTES
  • COLUNA POLICIAL
  • FALECIMENTOS
  • CLASSIFICADOS
  • NOVELAS
  • CANAL 1 – NOTAS DE TV POR FLÁVIO RICCO
  • MATÉRIAS OFICIAIS (Atos da Câmara Municipal de Tatuí e editais da Prefeitura Municipal de Tatuí).

GONZAGA ASSUME COMO DEPUTADO ATÉ MARÇO

janeiro 4, 2019

posse de gonzaga site

Na quinta-feira (3), o ex-prefeito Luiz Gonzaga Vieira de Camargo assumiu uma cadeira na Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo até 15 de março, quando encerra o mandato da atual legislatura.. Gonzaga ocupava a primeira suplência nas eleições de 2014. A posse de Gonzaga foi na sala de reuniões da Presidência da Assembleia, conduzida pelo deputado estadual Cauê Macris, presidente da ALESP. Estavam presentes a prefeita Maria José Vieira de Camargo;  presidente da Câmara vereador Antonio Marcos de Abreu (PR),  vereador Alexandre Grandino Teles (PSDB), deputados estaduais e o deputado federal Samuel Moreira (PSDB).

Segundo sua assessoria, apesar de as sessões legislativas iniciarem em fevereiro, Gonzaga, como deputado representando Tatuí e região, terá agenda com o governador João Dória, vice-governador Rodrigo Garcia, reuniões com deputados estaduais e visitas às secretarias de governo. Nesta oportunidades, serão apresentadas as demandas e reivindicações.  Gonzaga deverá priorizar a construção de uma escola de Ensino Médio para a região do Jardim Santa Rita de Cássia, aprovação do projeto da nova entrada e saída de Tatuí, a partir do trevo que une as rodovias SP-127 e SP-129 e recursos para a área de saúde.

Manchetes da edição de 19 de Março de 2016

março 19, 2016
  • COLETA DE LIXO: EMPRESA NÃO TEM RECURSOS PARA PAGAR DIREITOS TRABALHISTAS AOS FUNCIONÁRIOS
  • ROMEIROS DE TATUÍ SEGUEM A PÉ PARA PIRAPORA
  • CORAL APRESENTA-SE NA ABERTURA DA SEMANA SANTA NA IGREJA MATRIZ
  • DESTAQUES: Itapetininga na RM de Sorocaba – 400 Bilhões em Impostos – Carteiras para Passageiros Especiais – Mais cultura na região
  • PREFEITURA ENTREGA MATERIAL ESCOLAR PARA ALUNOS DA REDE MUNICIPAL
  • IGUAL MAS DIFERENTE (Marcos Cintra)
  • UM NOVO CICLO POLÍTICO? (Gaudêncio Torquato)
  • TROVAS – Dr. Lincoln
  • COLUNA GENTE (FOTOS E NOTAS SOCIAIS)
  • NOVELAS
  • CANAL 1 – NOTAS DE TV POR FLÃVIO RICCO
  • NOTAS POLÍTICAS
  • PREFEITURA PEDE AUXÍLIO PARA RECONSTRUIR PONTE
  • NOTAS DE FALECIMENTOS
  • PELO LIONS: Reunião de Serviço e Combate ao Aedes Aegypti
  • TATUÍ E SUA HISTÓRIA (JORNAL DE TATUÍ DE 21/12/1930)
  • PALAVRAS CRUZADAS
  • BOLA NA REDE (PÁGINA DE ESPORTES)
  • EDITAIS DE CASAMENTOS DO CARTÓRIO DE REGISTRO CIVIL DE TATUÍ
  • NOTAS E NOTÍCIAS
  • TATUÍ RECEBE CAMPANHA DE DOAÇÃO DE SANGUE
  • EDITAIS
  • SANTA CASA INAUGURA AMBULATÓRIO DE ORTOPEDIA
  • CLASSIFICADOS
  • NOTAS POLICIAIS
  • VÍTIMA DE TATUÍ: COLISÃO ENTRE CAMINHÕES DE TIJOLOS MATA UMA PESSOA NA CAPITAL
  • NA REGIÃO: CRIANÇA CAI EM BURACO DE DOIS METROS DE PROFUNDIDADE
  • EMPRESAS
  • COMUNICADE CATÓLICA INICIA CELEBRAÇÕES DA SEMANA SANTA
  • TATUIANOS SE MANIFESTAM CONTRA A CORRUPÇÃO
  • QUADRA COMEMORA VINTE ANOS E PROGRAMA DIVERSAS ATRAÇÕES

EMPRESA NÃO TEM RECURSOS PARA PAGAR DIREITOS TRABALHISTAS AOS FUNCIONÁRIOS

março 19, 2016
Coleta de Lixo

Coleta-de-Lixo

A crise na coleta do lixo doméstico em Tatuí ganhou novos capítulos na última semana. O serviço de coleta deixou de ser executado no último dia 3 de março pela empresa Proposta Engenharia Ambiental, que alega um “calote” da Prefeitura de Tatuí de mais de R$ 6 milhões, referentes a um contrato vigente. Segundo a Proposta, há oito meses o Poder Executivo não paga pelo serviço à empresa e 50 trabalhadores serão dispensados no fim deste mês, após o cumprimento do aviso prévio. Estes trabalhadores, segundo relato da empresa, não estão com os salários atrasados, mas podem ficar sem o pagamento dos direitos trabalhistas após a rescisão de seus contratos. A Proposta alega não ter recursos para pagá-los.

Na segunda-feira (14), o impasse gerou uma reunião de conciliação no Ministério do Trabalho e Emprego, chamada de “mediação” e provocada a pedido do Sindicato dos Empregados em Turismo e Hospitalidade de Sorocaba e Região. O responsável pela agência do MTE, Antonio Carlos de Morais, atuou como mediador. Dois diretores e representantes da Proposta Ambiental estiveram presentes, mas a negociação não vingou, porque a Prefeitura não enviou representantes. Na ata lavrada após a reunião, registra-se: “A Prefeitura, embora tenha sido convocada a participar da reunião, deixou de comparecer, prejudicando assim as negociações”.

Durante a reunião, os diretores da Proposta, engenheiros Fernando Henrique de Almeida Brunhari e Luis Guilherme de Barros, disseram que a empresa não tem recursos para honrar as rescisões com os trabalhadores, no valor estimado em R$ 500 mil. Relataram não saber da rescisão do contrato de prestação de serviços por parte da Prefeitura com a Proposta e disseram ainda que o Poder Executivo foi comunicado previamente da paralisação e a empresa espera ainda um acordo amigável para poder retomar seus serviços. Segundo os diretores da Proposta, a dívida da Prefeitura com a empresa é de R$ 6.227.331,11. Após a reunião de conciliação sem sucesso, os funcionários da Proposta Ambiental dirigiram-se à Prefeitura de Tatuí, mas não foram recebidos pelo prefeito José Manoel Correa Coelho (Manu).

Por outro lado, com a paralisação dos serviços executados pela Proposta, a Prefeitura de Tatuí alugou caminhões de uma empresa de coleta de lixo de Iperó. Segundo consta, o recolhimento do lixo está sendo feito por funcionários municipais da Secretaria de Infra-estrutura. Depois de coletados, os detritos estariam sendo depositados no aterro da empresa que alugou os caminhões, no Distrito de George Oetterer, em Iperó. Na Internet, ainda são registradas muitas reclamações da população em relação à coleta, com fotos de sacos de lixos amontoados, principalmente na área periférica do município.

Ministério Público abre IC

Na segunda-feira (7), foi dada publicidade nos meios oficiais da abertura de um Inquérito Civil pelo Ministério Público Estadual, para apurar a situação da coleta do lixo doméstico em Tatuí. Quem irá analisar a situação e apurar eventuais responsabilidades é a promotora Ana Cândida Silveira Barbosa, da 5ª Promotoria Pública de Tatuí. São partes no procedimento a Prefeitura de Tatuí e a Proposta Engenharia Ambiental.

EDITORIAL: OS DOIS LADOS COM A RAZÃO?

março 12, 2016

 

A política e a interpretação jurídica, em alguns momentos entram em conflito, principalmente quando está em jogo o poder. Aqueles que conquistaram um lugar ao Sol – ou que estão na sombra e água fresca, em um verdadeiro “dolce far niente” – não querem perder seu espaço. E os que pretendem o comando têm que se preparar para enfrentar a máquina administrativa e se assessorar para conseguir ocupar o posto mais alto do município na esfera do Poder Executivo.

Nos últimos dias, leitores de jornais de Tatuí se surpreenderam ao ver manchetes conflitantes, em diferentes publicações,  em relação à situação política do ex-prefeito Luiz Gonzaga Vieira de Camargo.

Em uma publicação local, que está sob  inspiração e orientação  “ideológica” do prefeito Manu, a candidatura do ex-prefeito Gonzaga está completamente descartada. Ele está “inelegível pelos três próximos anos”, em decorrência de decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo. Esta decisão, em segunda instância, demonstra que a administração anterior pagou funcionários públicos com o dinheiro apurado na venda do prédio da CIRETRAN e esta verba deveria ser destinada à construção do CEMEM – Centro de Especialidades Médicas.

Por outro lado, em matéria divulgada pela assessoria do ex-prefeito Gonzaga, jornais de Tatuí, inclusive o Jornal Integração, publicaram informações, com afirmações do advogado Marino Pazzaglini Filho, de que a candidatura de Luiz Gonzaga Vieira de Camargo (PSDB) a prefeito ainda é viável. A decisão da segunda instância ainda comporta recursos nas esferas do Superior Tribunal de Justiça (STJ) e Recurso Extraordinário no Supremo Tribunal Federal (STF). Com certeza, o advogado Marino deverá fundamentar seu futuro recurso eleitoral, caso a candidatura seja realmente questionada, se valendo do artigo 1º, Inciso I, letra “l” da Lei Complementar 64/1990, a Lei da Ficha Limpa. Ou seja, que Gonzaga foi condenado à suspensão dos direitos políticos por órgão colegiado, mas não “por ato doloso de improbidade administrativa que importe lesão ao patrimônio público e enriquecimento ilícito”. E para sustentar sua tese,  deverá pedir a aplicação do Art. 26-C, que assim define a possível situação:  “O órgão colegiado do tribunal ao qual couber a apreciação do recurso contra as decisões colegiadas a que se referem as alíneas d, e, h, j, l e n do inciso I do art. 1º poderá, em caráter cautelar, suspender a inelegibilidade sempre que existir plausibilidade da pretensão recursal e desde que a providência tenha sido expressamente requerida, sob pena de preclusão, por ocasião da interposição do recurso”.

As eleições se aproximam e os ânimos se acirram nos bastidores da política. Na versão “jornalística” distribuída pela assessoria de imprensa da Prefeitura, a decisão prolatada  pelo desembargador Venício Salles, relator da  Ação por Improbidade Administrativa em discussão, o impedimento da  candidatura de Gonzaga está definida e teria selado o destino da oposição a Manu, colocando o ex-prefeito como “inelegível por três anos”.  A decisão do TJ-SP realmente enquadra Gonzaga nesta  situação. A única falácia cometida pelo Departamento de Comunicação da Prefeitura foi o desrespeito a um princípio ético em jornalismo. O de ouvir também a parte contrária, ou seja, a defesa de Gonzaga. Como Direito não é ciência exata e depende de interpretações já pacificadas em tribunais superiores (STF, STJ e TSE), na ótica do advogado Marino Pazzaglini Filho, defensor de Gonzaga,  a sua candidatura está viva e o ex-prefeito poderá tranquilamente enfrentar  Manu. E, para Pazzaglini Filho, a decisão prolatada pelo TJ-SP – que Manu e seus assessores comemoram como vitória antecipada – é o último empecilho para que Gonzaga se habilite como candidato a prefeito de Tatuí nas próximas eleições municipais.

Devemos ficar atentos que,  durante o processo eleitoral que se avizinha, tentar confundir a opinião pública com informações pouco esclarecedoras pode ter sérias consequências. Cair no descrédito, motivado pelo eficiente e múltiplo sistema de informação presente em nossos dias, que não permite a manipulação da  população. Riscos de que fatos não se repitam, como o que ocorreu na eleição de 2014. Marcos Quadra; aspirante a deputado federal e atual secretário municipal,  passou pelo péssimo dissabor de ter que enfrentar uma devassa em seu comitê, na Rua Maneco Pereira, em ação conjunta realizada pelo Ministério Público, representado pelo promotor Luiz Eduardo Pozzi, e pela polícia, na véspera da eleição. O ato da Justiça Eleitoral frustrou uma suposta tentativa de um desequilíbrio no sistema eleitoral e culminou com a apreensão de panfletos de duvidosa legalidade.

Embora ainda seja prematuro falar em eleições, porque nenhuma candidatura está oficialmente definida, não podemos esquecer que o jogo democrático sempre se resolve nas urnas. A eleição é o dia em que o povo  decide quem ele quer para governá-lo e também  quem, secretamente, vai reprovar na cabine eleitoral.

Nota da Redação: Abaixo transcrevemos a Ementa do acórdão do TJ-SP da decisão que causa celeuma em Tatuí:

– Apelações e reexame necessário – ação civil pública movida pela Prefeitura de Tatuí contra ex-prefeito local venda de imóvel autorizada por lei recursos predestinados para a construção e aparelhamento do CENTRO DE ESPECIALIDADES MÉDICAS CEMEM – desvio dos recursos para responder por despesas correntes – ilegalidade voluntária do gestor – prova documental que confirma o desvio censurado pelo art. 44, da Lei de Responsabilidade Fiscal gestão predatória confirmada pelas advertências do TCE – ato de improbidade tipificado no inciso I, do art. 11 e 12 III da Lei nº 8.429/92.

– não comprovado dano ao erário inviabilidade das penas de ressarcimento e de multa civil manutenção das demais penalidades previstas no inciso III do art. 12 da Lei de Improbidade – ação julgada parcialmente procedente em primeira instância descabimento do recurso oficial devido levantamento da liminar de “indisponibilidade de bens” – sentença parcialmente reformada para afastar a multa civil.

– Recurso oficial NÃO CONHECIDO; recursos voluntários da Prefeitura e do MP IMPROVIDOS e recurso do requerido PARCIALMENTE PROVIDO.

Destaques da edição de 12 de Março de 2016

março 12, 2016
  • COLETA DE LIXO GERA RECLAMAÇÕES EM TATUÍ
  • PREFEITURA ERRA EM DENOMINAÇÃO DE RUA
  • MINISTRO TATUIANO VOTA PELA ABERTURA DE AÇÃO PENAL DO PRESIDENTE DA CÂMARA FEDERAL
  • BOMBICÍDIO E ALETHEIA (Galdêncio Torquato)
  • TROVAS – Dr. Lincoln
  • EM BUSCA DA SUSTENTABILIDADE FISCAL (Marcos Cintra)
  • COLUNA GENTE (FOTOS E NOTAS SOCIAIS)
  • NOVELAS
  • CANAL 1 – NOTAS DE TV POR FLÃVIO RICCO
  • VEREADORES DISCUTEM PROBLEMA DO LIXO NA CIDADE
  • HOMENAGEM AO DIA INTERNACIONAL DA MULHER
  • JAZZ COMBO REALIZA CONCERTOS ITINERANTES
  • CDHU REALIZA CAMPANHA PARA RENEGOCIAR DÍVIDAS DE MUTUÁRIOS
  • CENTRO CULTURAL RECEBE OFICINA DE FOTOGRAFIA NO CINEMA
  • NOTAS DE FALECIMENTOS
  • TATUÍ E SUA HISTÓRIA (JORNAL DE TATUÍ DE 21/12/1930)
  • NOTAS E NOTÍCIAS
  • PALAVRAS CRUZADAS
  • COMTUR LANÇA SELO DE QUALIDADE TURÍSTICA EM TATUÍ
  • BOLA NA REDE (PÁGINA DE ESPORTES)
  • EDITAIS DE CASAMENTOS DO CARTÓRIO DE REGISTRO CIVIL DE TATUÍ
  • LATERAL TATUIANO EM ALTA NO FLAMENGO
  • PREFEITURA ENCERRA PROGRAMA DE PARCELAMENTO DE DÉBITOS
  • FUNCIONÁRIOS ACIONAM POLÍCIA PARA REPORTAGEM DE TV (Falta de Medicamentos)
  • MEDICAMENTOS EM FALTA
  • CLASSIFICADOS
  • NOTAS POLICIAIS
  • PARLAMENTAR VOLTA A PEDIR PROIBIÇÃO DE RODEIOS EM TATUÍ
  • EMPRESAS
  • PREFEITURA FICA MESES SEM PAGAR COLETA DE LIXO EM TATUÍ

Santa Casa de Tatuí firma parceria com a Bionexo

dezembro 3, 2015
– Economia na compra de remédios –

Logo-Santa-Casa-Tatui

Dia 10 de Novembro de 2015, a Santa Casa de Tatuí – através da São Bento Saúde e de seu representante, Frei Bento Aguiar – assinou contrato com a Bionexo do Brasil S.A., empresa de tecnologia voltada para a gestão da cadeia de suprimentos de instituições da área da saúde. A parceria, mediada pelo administrador Carlos Eduardo Camargo – visa implantar um sistema de gestão de compras na Santa Casa que pode levar à redução de até 20% nos custos com a compra de materiais médicos e medicamentos. Este sistema permitirá que a Santa Casa tenha acesso a mais de 15.000 fornecedores de todo o Brasil, bem como proporcionará transparência e melhoria na gestão das compras realizadas.Santa-Casa-Maceio

A Bionexo possui 15 anos de experiência no mercado e possui como seus principais clientes os hospitais Sírio Libanês e Albert Einstein, referências nacionais quando se trata de saúde. Um dos principais casos de sucesso é a parceria entre Bionexo e a Santa Casa de Maceió, que alcançou uma economia de R$ 30 milhões em um período de cinco anos. Veja no link a atuação da Bionexo: http://www.santacasademaceio.com.br/2012/04/fenaess-convenio-com-a-bionexo-garante-descontos-e-a-formacao-de-um-pool-de-compras-coletivas-para-hospitais/.


%d blogueiros gostam disto: