Archive for fevereiro \01\-03:00 2020

EXPOSIÇÃO CARNALESCA LEMBRA PAULO VAGALUME

fevereiro 1, 2020
EXPOSIÇÃO CARNAVALESCA

Paulo Vagalume, além de carnavalesco, foi o motorista de prefeitos de Tatuí

Nesta sexta-feira (31), uma exposição no Centro Cultural, na Praça Martinho Guedes, 12,  abre as festividades carnavalescas na cidade, com a exposição “Eu sou do Samba… Eu sou o Carnaval”. O primeiro evento do “Tatuí Folia – Carnaval 2020” tem a presença do Cordão dos Bichos, Bloco Império do Samba e Bateria do Clube de Campo.

A exposição apresenta fotos do modelo atual do Carnaval no município, movimentado pelos blocos carnavalescos, e mostra a história dos “tatuianos do samba”. A mostra também presta homenagem a Paulo Pedro Silva, o “Paulo Vagalume”, com um espaço exclusivo de fotos a este  carnavalesco da cidade.

A visitação vai até dia 25 de fevereiro, de segunda a sexta-feira, das 9 às 21 horas, e aos sábados, domingos e feriados, das 19 às 21 horas.

Sobre o homenageado

Nascido no dia 5 de julho de 1927, Paulo Vagalume casou-se com Benedita Maria Silva e teve nove filhos. Aos 5 anos de idade, já gostava de ouvir marchinhas de Carnaval. Ainda jovem, tomou gosto pela folia carnavalesca, sentimento que passou aos filhos e suas gerações. No Bairro Quatrocentos, onde viveu, iniciou os blocos de Carnaval, com familiares e amigos.

Ao lado de Hélio Vieira e de Dionísio de Abreu, preservou parte da tradição da folia carnavalesca tatuiana. Deu continuidade à Escola de Samba Princesa Isabel, com Luís André de Campos. Com o final desta agremiação carnavalesca, Paulo Vagalume reuniu crianças, familiares e amigos do bairro, formando a Escolinha Unida.

Criou, também, juntamente com Jorge Rizek, Vera Holtz e Geraldo Corintinha, o Bloco das Piranhas, que trazia fantasias e adereços. Paulo Vagalume organizou a bateria e seguiu à frente dela. No primeiro ano, 300 pessoas participaram deste bloco. No ano seguinte, foram três mil pessoas, tornando-se um evento de domínio público.

Atualmente, a família prossegue com o tradicional “Carnaval do Vagalume”, que percorre as ruas do Bairro Quatrocentos, relembrando antigos carnavais. Paulo Vagalume faleceu no dia 13 de abril de 2015, deixando um legado: “Não deixe o Carnaval morrer”.

 

EDITORIAL – A RESPOSTA QUE FUGIU

fevereiro 1, 2020
stf

Ataques de ódio do anônimo “Somos por Tatuí” atingiram ministros do STF.

Na última edição, o Jornal Integração se sentiu na obrigação de se defender e publicar uma matéria, em forma de editorial, sobre a atuação de uma milícia digital, com fortes ligações com o deputado federal Guiga Peixoto. Ainda no PSL ou de malas prontas para outro partido, como um verdadeiro “turista de legenda”. Já pertenceu ao PSC, passou para o PSL e agora vai onde seu chefe supremo mandar.

Sob o manto escondido no facebook, uma página “Somos Por Tatuí”, com quatro administradores anônimos (o que não é permitido pela Constituição Federal), serve de capacho para disseminar calúnias e injúrias contra pessoas e instituições. No mês de outubro de 2019, uma de suas vítimas foi o ministro Celso de Mello e o Supremo Tribunal Federal (STF). O ministro tatuiano prolatou um voto que não agradou estes radicais e isto bastou para ser linchado moralmente por estes indivíduos, principalmente por um dentista.

A  história volta a se  repetir e a  “bola da vez” – expressão usada em jogo de sinuca – é o Jornal Integração e a prefeita Maria José Vieira de Camargo, através de postagens injuriosas e recheadas de calúnia na pagina anônima (até então) “Somos por Tatuí”.

Até então, porque esta página tem sua origem em páginas anteriores com forte ligação com o deputado Guiga Peixoto, como mostra o Facebook. Esta informação publicada na edição anterior, através de um “print” do próprio Facebook, onde o anonimato tem um limite.

Ao mesmo tempo que o Jornal Integração revelou alguns dados importantes sobre a desastrosa atuação política do deputado Guiga Peixoto, em Brasília, também mostrou aos leitores os salários de seus assessores. Esta “nova política” apregoada na cidade deixou estarrecidos os tatuianos que viram os valores dos salários. Mas a direção do Jornal Integração nunca se comportou de forma covarde e privilegia o contraditório. Na mesma página 2 (Opinião), com o título “Direito de Resposta”, permitiu, e deu um prazo para o deputado Guiga Peixoto, ou aos representantes anônimos do “Somos por Tatuí”, que viessem a público e se manifestassem sobre o caso. Em outras palavras, se defendessem. Não enviaram nada. Preferiram o silêncio. Como seu chefe supremo, Jair Bolsonaro, os envolvidos, com seus gestos totalitários, não gostam de dar satisfações à opinião pública. Preferem somente os elogios. Desconhecem esses arremedos de “políticos”, que o principal sintoma de que a democracia vai bem é quando a imprensa é atacada, no estilo Bolsonaro.

No entanto, nem tudo se transforma em “glória” para os administradores da página “Somos por Tatuí”. No desespero, incorreram em um erro crasso em sua página no Facebook. Quando tentavam atacar ferozmente o Jornal Integração, publicaram um gráfico mentiroso, que atingiu diretamente a honra da prefeita Maria José. Esta mentira se baseia na divulgação de um pagamento feito pela Prefeitura, em 2016, no valor de R$ 10.800,00  ao “Jornal Ponto A”, ligado à administração anterior, com endereço da casa do advogado e ex-vereador Dirceu Pires de Camargo. Em 2015 e 2016, o Jornal Integração se recusou a prestar serviços para a administração anterior. Só presta agora de publicação de atos oficiais, porque foi vencedor de uma licitação, com a participação de “O Progresso”, em que prevaleceu o menor preço, circulação, capacidade técnica e outros quesitos colocados no certame licitatório. E nem foi na atual administração. Foi na anterior. Diante deste erro da página “Somos por Tatuí”, o médico Renan Fernandes, que acompanhava o achincalhamento de seu pai, editor do Jornal Integração, não se calou. Munido de seu “bisturi”, dissecou o cadáver do “Somos por Tatuí”, aplicou uma forte anestesia e deixou-os fora de combate. Desfez-se a farsa e os insultos. Com sua habilidade investigativa, qualidade que pertence a médicos, conseguiu desvendar a farsa articulada pelos anônimos da página encarregada de aniquilar e enxovalhar reputações. Renan Fernandes não só desmentiu a origem do pagamento, que não foi para o Jornal Integração, como  questionou a falta de inteligência da milícia digital. Deu um diagnóstico preciso a respeito da intelectualidade dos quatro anônimos administradores da página “Somos por Tatuí”. Afirma o médico: “Acho que você não parece provido de capacidade investigativa, ou  talvez de qualquer capacidade”.

Não responder a uma observação como essa é concordar com a ignorância que grassa neste grupo. Acompanhamos a página e não se esboçou nenhuma reação contra os argumentos de Renan. Tal qual ratos que se escondem na toca. Não acreditamos que o “Somos por Tatuí” tenha incorrido nesta falha por malícia. Acreditamos, como é comum em pessoas inexperientes, é por falta de competência. O mais grave desta história de tentativa de linchamento moral, foi envolver a prefeita Maria José Vieira de Camargo nesta farsa, inclusive com sua foto na postagem. A falha levou a caminhos que enveredam para os delitos penais de “falsidade ideológica, injúria e calúnia”.

Voltando à página do Facebook “Somos Por Tatuí”, administrada por quatro anônimos que  podem ser definidos como tipo de pessoa  desprezível, mentirosa, que destila em suas postagens moralmente ofensivas e impregnada de uma clara mensagem de ódio que se destina a indispor quem a ler, a se posicionar  contra pessoas, cujas imagens foram vilipendiadas na divulgação!  Tal mensagem é criada por delinquentes que agem, covardemente, na esfera sombria do submundo digital.  As ofensas distribuídas são tão graves que eles, com esse tipo de conduta, resvalam para o domínio do campo criminal, e devem, por isso mesmo, sofrer processo (criminal, por delitos contra a honra, e civil, de reparação de danos morais). E é o que o advogado Orlando Paulino da Cruz Neto, representando a prefeita Maria José, já toma providências na esfera judicial.

 

Destaques da edição de 1-2-2020

fevereiro 1, 2020

MULHERES VÍTIMAS DE AGRESSÕES EM TATUÍ

OBRA INTERDITA VIADUTO DA  SP-127 SOBRE A CASTELLO

JUDICIÁRIO SOB TIROTEIO – GAUDÊNCIO TORQUATO

EDITORIAL – A RESPOSTA QUE FUGIU

MUDANÇAS QUE VALEM PARA AS ELEIÇÕES DE 2020

COLUNA GENTE

MINISTRO RECEBE ALTA EM SÃO PAULO

ESQUENTA CARNAVAL ANIMA PRAÇA DA MATRIZ

EXPOSIÇÃO HOMENAGEIA PAULO VAGALUME

INFORMATIVO DE COMPRAS

DEPUTADO DEVE SER INTERPELADO DE CHAMAR COLEGA DE “BANDIDO”

CONSERVATÓRIO INSCREVE PARA CURSO DE TEATRO

SINDICATO PROMOVE CURSO DE OLERICULTURA ORGÂNICA

GOVERNO DEVE CONTRATAR 5,6 MIL POLICIAIS MILITARES

INSCRIÇÕES ABERTAS PARA PROGRAMA DE TURISMO RURAL

TATUÍ TERÁ PROJETO DE COLETA MECANIZADA DE LIXO

PREFEITURA REPASSA RECURSOS PARA ENTIDADES

TATUÍ E SUA HISTÓRIA – SETEMBRO DE 1934

PREFEITA APRESENTA VALORES DE BÔNUS DO FUNDEB

UMA IMAGEM COM SINCRETISMO RELIGIOSO

QUEIXA – ÁRVORE DE NATAL ESCURA

COLUNA DE ESPORTES

PALAVRAS CRUZADAS

SECRETÁRIO DA HABITAÇÃO SORTEIA IMÓVEIS EM TATUÍ

COOP PROMOVE AÇÕES GRATUITAS DE SAÚDE

ELEKTRO OFERECE VAGAS EM PROGRAMA DE ESTÁGIO

CEU DAS ARTES OFERECE VAGAS EM AULAS DE TEATRO

FALECIMENTOS

COLUNA POLICIAL

CLASSIFICADOS

NOVELAS

CANAL 1 – NOTAS DE TV POR FLÁVIO RICCO

MATÉRIAS OFICIAIS

(Atos da Câmara Municipal de Tatuí, editais da Prefeitura Municipal de Tatuí e editais de casamentos do Cartório de Registro Civil de Tatuí).


%d blogueiros gostam disto: